Bom dia!

 

Feriado nos EUA, Martin Luther King Jr, não haverá pregão, bolsas fechadas.

Na esfera agro, mercado monitora a onda de calor na América do Sul e acompanha se de fato as chuvas apontadas nos modelos meteorológicos mais recentes chegam para arrefecer um pouco a severa estiagem.
Acompanhamos a evolução da colheita e dados de produtividade das lavouras.
Especulação climática na CBOT deve persistir.

Investidores ficam atentos aos dados da temporada de divulgação de balanços das empresas norte americanas.

O destaque do dia fica com as noticias vindas da China, que divulgou dados do PIB do 4º trimestre e ouve uma expansão econômica de 4% ante projeção de 3,6%. Crescimento anual de 8,1%.
O Banco Popular da China buscando acelerar a economia, cortou a taxa base de juros de empréstimos em 10 pontos base, valendo agora 2,85%. Injetou o equivalente a US$ 31 bilhões no sistema financeiro, refletindo preocupação com os mais recentes sinais de desaceleração (mercado imobiliário) da economia chinesa.

Petróleo zero a zero;
Minério de ferro -2,35%;
DXY zero a zero;

No BR, investidores monitoram dados do IGP-10 e IBC-BR e dados da balança comercial.
Mídia repercute o fim do congelamento do ICMS sobre combustíveis, anunciado por governadores no final de semana.
Em paralelo acompanhamos a evolução da paralização dos servidores federais a partir de amanhã em protesto por reajuste salarial e claro o tema eleições cada dia mais presente.

Boletim Focus nos trouxe:
IPCA 2022: de 5,03% para 5,09%;
IPCA 2023: de 3,36% para 3,40%;
PIB 2022: de 0,28% para 0,29%;
PIB 2023: de 1,70% para 1,75%;
Câmbio 2022: permanece em R$ 5,60;
Selic 2022: permanece em 11,75%;
Selic 2023: permanece em 8,00%;

Boa semana, bons negócios, se cuidem.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.