Bom dia!

 

CBOT trabalha mista neste início de segunda-feira, após ser impulsionada por seus pares durante a semana passada como petróleo e minério de ferro, gerando sustentação do complexo farelo e óleo de soja. Para soja queda de 6 pontos no momento.
Mercado acompanha os modelos climáticos para a América do Sul, o quão forte será o impacto da Lã niña este ano, mercado de clima começa a ser especulado.
Em paralelo monitoram os dados da demanda Asiática com novas possíveis compras de commodities e atuação dos fundos especuladores de mercado.

WASDE da próxima quinta-feira, segue no radar, com investidores se preparando para os últimos números oficiais do ano.

Destaque da agenda:
Inspeções de exportação semanal dos EUA as 13h;

Principais bolsas mundiais trabalham mistas com tom mais ameno após reports de alguns médicos sul africanos afirmando que a nova variante da Covid apresenta sintomas mais leves do que as demais variantes segundo estudos preliminares. A torcida é para a evolução rápida de vacinas para amenizar os impactos na humanidade.

Investidores avaliam os próximos passos do FED, sobre a situação de aperto monetário, com a inflação avançando e dados do emprego aquém do esperado.

Cenário imobiliário chinês segue no radar com a mega incorporadora Evergrand notificando novos defaults a credores.

Petróleo trabalha em alta;
Minério de ferro leve alta;
DXY leve alta;

No BR ainda em destaque nos noticiários é a PEC dos Precatórios, com alterações feitas no Senado o texto precisa voltar para a Câmara dos Deputados e deve ser fatiado com proclamação dos pontos em comum entre as duas casas.

Investidores monitoram de perto esse fatiamento bem como ruídos políticos, fiscais, eleitorais vindos de Brasília e o relatório geral do orçamento de 2022 que deve ser votado até 17/12/21.

Sobre a reforma do IR a atual proposta deverá ser arquivada e um novo texto base criado, segundo o relator da mesma, Senador Angelo Coronel.

Destaque da semana no BR é a reunião do Copom, terça e quarta-feira que decidirá os rumos da política monetária no país. A mediana está em alta de 1,50% elevando a taxa para 9,25% a.a.

Boletim Focus nos trouxe a pouco:
2021/2022
PIB: +4,71%/+0,51%
Inflação: +10,18%/+5,02%
Selic: 9,25%/11,25%
Dólar: R$ 5,56/R$ 5,55

Boa semana, bons negócios!

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.