Bom dia!

 

CBOT trabalha em queda para o complexo soja.

As cotações estão sendo pressionadas com as mais recentes estimativas de produção recorde para o Brasil.
Fundos especuladores de mercado se posicionam para o WASDE da próxima quarta-feira que deve trazer atualizações importantes para a produção de soja em especial um corte para a Argentina e dados atualizados dos estoques mundiais.

Fundamentos básicos como colheita no BR, cerca de 10% colhido vs 20,5 do ano anterior, e monitoramento das lavouras na Argentina seguem no radar.

Destaque da agenda dos EUA:
13h inspeções de exportação semanal;

Principais bolsas mundiais trabalham no campo negativo, refletindo ainda os dados do Payroll de sexta-feira que veio bem acima do esperado pelo mercado.
Sem grandes destaques na agenda, o foco deverá permanecer nos discursos de dirigentes do FED em especial do chairman da instituição, previsto para amanhã.
Temporada de divulgação das grandes empresas continua.

Imbróglio Sino Americano ganha mais um capítulo com os EUA derrubando um balão “meteorológico” chinês que pairava sobre os céus americano, aumento da tensão entre as duas maiores potências mundiais.

Petróleo 0,8%;
Minério de ferro 0,90%;
DXY 0,40%;

No BR destaque da semana ficam com a ATA do COPOM e IPCA.
Divulgação dos balanços das empresas nacionais começa a ganhar tração esta semana.
Mercadante assume hoje oficialmente a presidente do BNDS.
Imbróglios políticos/fiscais, reforma tributária, imposto de renda e autonomia do banco central seguem no radar do mercado.

Boa semana, bons negócios!

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.