Bom dia!

 

CBOT trabalha no campo negativo neste início de semana, agora já com dados conhecidos pelo mercado após a divulgação do último WASDE, especuladores de mercado se concentram nos modelos climáticos atualizados para a América do Sul, atentos aos impactos da La Niña e aos sinais de demanda.
Euforia dos biocombustíveis na semana passada com as cotações do farelo e óleo provendo suporte para soja parecem terem sido digeridas pelo mercado.

Destaque da agenda:
13h inspeções de exportação semanal dos EUA.

Principais bolsas mundiais trabalham no campo positivo, com investidores repercutindo os possíveis incentivos financeiros vindos da China e de olho nas decisões sobre a taxa de juros principalmente dos EUA e na Europa esta semana.
Para os EUA, a expectativa é de aceleração do tapering, com investidores monitorando o discurso do presidente do FED com projeções e dicas da trajetória dos juros.

Tensões geopolíticas entre EUA e Rússia ainda no radar com os ministros do G7 pedindo para a Rússia diminuir suas atividades militares na fronteira com a Ucrânia.

Petróleo zero a zero;
Minério de ferro trabalha em alta;
DXY alta;

No BR destaque da semana será a publicação da ata do Copom amanhã.
Na última sexta-feira o BC divulgou o cronograma da 4º fase do Open Banking que promete facilitar ainda mais o compartilhamento de dados e acesso a serviços mais complexos.
Investidores monitorando os principais assuntos e ruídos vindo de Brasília.

Boletim Focus nos trouxe:
Brasil, 2021/2022
PIB: +4,65%/+0,50%
Inflação: +10,05%/+5,02%
Selic: 9,25%/11,50%
Dólar: R$ 5,59/R$ 5,55

Boa semana, bons negócios.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.