Bom dia!

 

CBOT trabalha com leves altas neste início de sexta-feira.

Após atingir o menor nível desde NOV/2021 os fundos realizaram compras técnicas de posições para soja, a fraca demanda chinesa impede ações mais agressivas dos fundos especuladores de mercado.
O USDA projetou a produção brasileira de soja em 157 mi tons, e muitos analistas concordam que esse valor é muito alto. Conab 155 mi tons.
A maioria das estimativas de produção estão em torno de 150 mi tons, mas algumas estimativas, mais pessimistas, chegam a 135 mi tons.
Os números reais começarão a aparecer conforme o avanço da colheita seguir ao longo dos meses.

Nos EUA as recentes tempestades trouxeram uma cobertura de neve que deverá proteger grande parte da colheita de trigo de inverno e outra rodada de temperaturas abaixo de zero que deverá atingir muitas áreas dos estados das Planícies e do Centro-Oeste neste fim de semana.
Além disso, os níveis de humidade do solo parecem muito melhores do que há um ano, favorecendo o próximo ano safra.

Na Argentina a Bolsa de Cereales de Buenos Aires atualizou números:
Plantio de soja 97%;
Plantio de milho 93%;
Colheita de trigo em 98% com projeção de produção de 15,1mi tons.

Clima segue no foco para a América do Sul.

Mar vermelho, a tensão continua com ataques e contra ataques contra a força rebelde que boqueia a passagem pelo canal de Suez.
Trazendo grandes prejuízos as companhias que precisam atravessar o canal e até mesmo no alongamento do tempo de espera de chegada de navios para carregar.

Destaques da agenda:
10h30 exportações semanais dos EUA;
16h dados das lavouras do MT;

Principais bolsas mundiais trabalham em alta com rali das techs.
Agentes de mercado seguem tentando precificar quando termina o ciclo de aperto monetário do FED, após as últimas falas de autoridades monetárias sinalizarem que não deve ser em março que começam os cortes.
O Senado dos EUA aprovou ontem um projeto de lei para evitar uma paralisação governamental que provavelmente apoiou os mercados em geral na véspera.
Fórum Econômico Mundial caminha para seu último dia.

Petróleo estável;
Minério de ferro 2,60%;
DXY -0,20;

No BR vencimento de opções sobre ações deve garantir a volatilidade na B3.
Destaque da agenda fica com o IBC-BR, considerando a previa do PIB por analistas de mercado.
Bastidores políticos seguem monitorados, no que se refere ao quadro fiscal.
TCU alerta sobre meta fiscal para 2024.

Boa sexta-feira, bons negócios!

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.