Bom dia!

 

CBOT trabalha com leves quedas neste início de quarta-feira após fortes altas registradas na véspera.

Ritmo de colheita no Brasil e resultados das geadas na Argentina no final de semana são monitorados de perto pelo mercado.

Previsões indicam que o norte da Argentina recebera algumas chuvas nesta semana, enquanto as áreas do sul do país permanecerão mais secas do que o normal nos próximos 10 dias.
O Brasil continuará vendo ondas de chuva que atrapalharão a colheita da soja e o plantio de milho safrinha.

Gripe aviara nos países que fazem fronteira com o Brasil e caso suspeito de “vaca louca” no Para assombram o agronegócio brasileiro.

Aumenta o stress entre Rússia e Ucrânia com a visita surpresa do presidente americano a Ucrânia.
O canal de exportação no mar negro segue monitorado pelo mercado.
Líderes Russos e da Turquia, gestora do acordo, discutem o futuro do corredor verde de exportação.

Principais bolsas mundiais trabalham em compasso de espera, no aguardo da ATA do FOMC e dados do PIB dos EUA amanhã.
Mercado aumenta a expectativa de alta de 0,25% para a próxima reunião em março pelo FED devido a dados ruins das varejistas americanas.
Temores de uma inflação mais persistente nos EUA derrubaram as bolsas ontem.

Investidores acompanham o imbróglio entre Rússia, Ucrânia e os EUA.

Petróleo -1,10%
Minério de ferro 1,12%;
DXY 0,12%;

No BR, dólar reabre as 13h na volta do feriado de carnaval.
Destaque da agenda fica com relatório Focus e dados do IPCA-15.
Agenda politica segue esvaziada.
A última reunião do CMN terminou sem que as metas de inflação fossem modificadas, abrindo espaço para a continuidade da atual política de juros do BC.

Boa quarta-feira, bons negócios.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.