Bom dia!!

 

CBOT dando continuidade na alta observada na véspera, com o report do USDA apontando piora nas condições das lavouras e primeiros relatos do crop tour da Pro Farmer ajudaram a impulsionar as cotações, os ganhos também foram sustentados pela demanda chinesa e alta nas cotações do petróleo.

Rali climático segue dando o tom nas cotações, modelos meteorológicos apontam chuvas esparsas no meio oeste americano.

Principais bolsas mundiais trabalham em compasso de espera, no aguardo do discurso do preside do FED na sexta-feira no simpósio econômico em Jackson Hole.
Economistas esperam que a autoridade monetária reforce o caminho de aperto monetário, controle de inflação, acentuando assim o risco eminente de recessão econômica.

Pior seca na Europa nos últimos 500 anos, aponta estudo do Observatório Europeu da Seca, recordes de temperaturas altas, grandes incêndios, 47% da Europa está com alerta de déficit de umidade no solo, 17% em estado de alerta em que a vegetação é afetada.
O estudo aponta que a seca vem crescendo desde o início do ano e se intensificou agora em agosto.

China monitorada pelo mercado, tanto economicamente quanto ao estado de atenção climático, também pela seca que assola o gigante asiático.

Conflito armado no leste europeu completa seis meses.

Cotações do petróleo subiram forte na véspera, com o mercado preocupado com um emitente corte na produção pela OPEP+.

Petróleo 1%;
Minério de ferro 2,65%;
DXY 0,31%;

No BR destaque da agenda ficam com os dados do IPCA-15 as 9h. Devem trazer deflação nos primeiros 15 dias de agosto de 0,80% e no acumulado anual alta de 9,5% segundo concesso de economistas.
Aumento da taxa de energia elétrica para 5 estados brasileiros, PR, SC, SP, MS, MA, PB, aprovado pela ANEEL.
Imbróglio político segue no radar do mercado a 40 dias das eleições.

Boa quarta-feira, bons negócios, sucesso!

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.