Bom dia!

 

CBOT inicia a semana com queda generalizada das cotações enfrentando pressões dos mercados externos.
Do lado dos fundamentos, agentes de mercado seguem monitorando o clima para o avanço do plantio e desenvolvimento das lavouras na américa do sul.
Atenção especial para a Argentina que enfrenta em partes, forte seca.
Nos EUA a colheita segue avançando.

Conflito bélico no leste europeu completa 8 meses e não vemos um aceno de paz.
Incertezas sobre o corredor de exportações no mar negro pairam sobre o mercado.

Destaque da agenda dos EUA:
17h dados do avanço da colheita e condições das lavouras;

Principais bolsas mundiais operam mistas neste início de semana.
A temporada de divulgação de resultados continua nos EUA e teremos uma agenda recheada de dados econômicos.
Agentes de mercado monitoram os passos dos Fed´s boys para tentar antever o quão agressivo o FED será nos próximos encontros de decisão de taxa de juros para tentar controlar a inflação crescente nos EUA.

Dados do PMI da Europa apontaram uma desaceleração econômica acima do esperado.
Inflação e custos com energia são uns dos principais vilões dos empresários.
Dados do PIB deverão ser divulgados na quinta-feira bem como a decisão do BCE da nova taxa de juros.

Reino Unido se aproxima de um novo primeiro-ministro.

Na China, após atraso de cerca de 15 dias, divulgaram o PIB do Q3 veio melhor do que o esperado pelo mercado com 3,9%. a.a.
Xi Jinping garantiu o terceiro mandado no partido comunista chinês neste final de semana como secretario geral e se consolida como um dos governantes mais poderosos do planeta.

Petróleo -1%;
Minério de ferro 0,15%;
DXY 0,30%;

No BR entramos na reta final da corrida presidencial mais disputada da história do nosso país, com pesquisas apontando empate técnico entre os presidenciáveis.
A semana será recheada de dados econômicos como COPOM e IPCA-15 e início da divulgação de resultados do Q3 das grandes empresas que deve movimentar o mercado.

Boa semana, bons negócios!

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.