Bom dia e bom trabalho

 

Os preços da soja estão mais baixos devido a um aumento nas vendas dos produtores norte-americanos após o rali de segunda-feira. As exportações de soja dos EUA caíram 5% em relação ao ano anterior.

– Os contratos futuros de milho caíram, mas os preços devem subir devido às preocupações com a oferta de milho da Ucrânia, que a China tem sido um grande comprador.

– USDA anunciou vendas de novas safras para a China.,

– Os ataques da Rússia aos portos ucranianos tiveram um impacto global nos preços dos óleos vegetais, uma vez que uma parte significativa das exportações da Ucrânia são feitas por esses portos.

– Foi relatado que as reuniões dos ministros da agricultura da UE discutirão as exportações da Ucrânia.

– China e Rússia enviarão delegados à Coreia do Norte pela primeira vez desde o início da pandemia de COVID-19.

– O USDA classificou as safras de milho dos EUA em 54% em condições boas a excelentes, com alguns estados, como Missouri e Michigan, com a pontuação mais baixa.

– As preocupações com a oferta de milho da Ucrânia e a possível demanda da China e do Brasil geraram especulações sobre os preços futuros do milho.

– Os exportadores europeus estão atentos ao diferencial de preços entre as origens europeias e russas devido a dúvidas sobre a capacidade de carga russa.

– As chuvas em várias zonas de produção em França vão atrasar os trabalhos de colheita.

– O programa MARS da União Européia revisou para baixo as estimativas de produção de trigo, milho e colza em comparação com o mês passado.

– O Ministério da Agricultura da Argentina emitiu uma resolução para incluir o milho e a cevada para malte no dólar-agro, o que visa agilizar as liquidações de câmbio no setor agrícola. (340:1)

– Antes dessa resolução, o dólar Agro só se aplicava ao sorgo, cevada em grão e girassol e seus derivados.

– Na segunda-feira (24), os fundos de gestão foram compradores líquidos de 21.000 contratos de trigo Chicago, 24.000 contratos de milho, 9.000 contratos de soja, 3.000 contratos de farelo de soja e 9.000 contratos de óleo de soja.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.