Bom dia!

 

CBOT pressionada pelos modelos climáticos atualizados que seguem apontando chuvas e temperaturas mais amenas para as principais regiões produtoras americanas.

Nas grandes planícies americanas as chuvas foram confirmadas ontem trazendo a umidade necessária para as lavouras.

Alivio com as tensões na Rússia também tem seu peso na realização de lucros dos fundos especuladores de mercado.

Com as atenções se voltando para as próximas reuniões sobre a extensão do acordo de exportações pelo mar negro que vence em 17 de julho.

Agentes de mercado seguem especulando os números do USDA para área plantada e estoques trimestrais que serão divulgados na sexta-feira.
Embora não sejam esperadas grandes mudanças nos relatórios.

O Plano Safra brasileiro de 2023/24 oferecerá um total de R$ 364,22 bilhões em crédito rural para médios e grandes produtores, 27% a mais do que a oferta da temporada passada.

A Abiove atualizou as projeções para a safra 2023 e os dados mais recentes apontam para um crescimento da produção de soja em grão de 155 milhões de toneladas, esperadas em maio, para 156 milhões de toneladas.

Destaque da agenda americana:
11h30 posição dos estoques de petróleo.

Principais bolsas mundiais trabalham mistas, investidores seguem digerindo a bateria de dados econômicos com a agenda cheia desta semana.

As atenções dos investidores estão voltadas para o evento do banco central europeu que contará com discurso do chairman do FED, BCE e do presidente do banco central do Japão.
As autoridades monetárias poderão dar pistas sobre o futuro da política econômica global.

S&P Global reafirma o rating de crédito soberano da China de longo prazo em A+ e de curto prazo em A-1.

Petróleo -0,5%;
Minério de ferro 2,5%;
DXY 0,15%;

No BR com agenda franca, destaque para estatísticas de credito e relatório da dívida publica federal.

No campo político investidores seguem atentos ao arcabouço fiscal e a reforma tributária.

Presidente do BC deverá ser chamando a prestar contas no Senado sobre a taxa Selic novamente.

Boa quarta-feira, bons negócios!

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.