Bom dia!

CBOT inicia o dia estendendo as baixas observadas na véspera.

A volatilidade segue alta, com fundos fazendo ajustes em suas posições, realizando lucros, sejam eles pelos modelos climáticos mais recentes, possível safra recorde de soja nos EUA, sentimentos econômicos do mercado financeiro, ausência compradora do mercado asiático, forte queda nas cotações do petróleo e talvez com a proximidade do feriado da próxima segunda-feira que manterá a CBOT fechada.

USDA suspende a divulgação do relatório de vendas de exportações até segunda ordem.

As exportações Ucranianas seguem em ritmo acelerado, aproveitando o corredor verde, que tem prazo final em outubro.

Destaque da agenda:
11h30 posição dos estoques de petróleo dos EUA;

Principais bolsas mundiais operam mistas, digerindo dados econômicos industriais fracos da segunda maior economia mundial, a China. Novos lockdowns tendem a pressionar ainda mais o crescimento do gigante asiático.

Na zona do euro o índice de preços ao consumidor chegou a 9,1% ao ano, recorde histórico, e reitera as apostas para uma alta na taxa de juros mais consistente pelo BCE e maior risco de recessão econômica. Rússia corta novamente o fornecimento de gás do Nord Stream 1.

Nos EUA investidores trabalham com os temores de maior aperto monetário, apôs discursos de dirigentes do FED apontarem para um ciclo de alta de juros mais duradouro. Mercado aguarda para hoje dados do emprego, previa do payroll de sexta-feira.

Petróleo -4%;
Minério de ferro -1,70%;
DXY 0,20%;

No BR destaque para dados do emprego com a PNAD continua base julho.
Lembre-se último dia do mês, deve trazer grande volatilidade as bolsas, em especial por aqui com a formação da taxa PTAX.

Boa quarta-feira, bons negócios, sucesso!

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.