Bom dia!

 

CBOT inicia a quarta-feira operando mista.

Mercado busca atualizações junto a empresas privadas dos EUA sobre a produção de milho e soja dos EUA e ao tamanho da área plantada, em uma tentativa de se antecipar ao relatório do final do mês do USDA.
As boas condições das lavouras reportadas pelo USDA somada a um quadro de chuvas nas principais regiões produtoras deixaram o mercado agitado, somadas ainda as turbulências do mercado financeiro garantem a volatilidade no mercado de grãos.
Rumores de que o governo americano poderia reduzir as tarifas de importação da China para fomentar mais negócios.
Os mercados estão preocupados com a demanda por alimentos e combustível.

Destaques da agenda:
11h30 estoques de petróleo dos EUA;
13h Esmagamento de soja dos EUA base maio;

Principais bolsas mundiais trabalham estáveis com investidores aguardando a decisão de juros nos EUA no BR e a surpresa do dia, na Europa o BCE pode convocar uma reunião extraordinária para reavaliar a decisão da semana passada, no quem vem sendo chamada pelos economistas de mega super quarta-feira.

O cenário global é de alta inflação e desaceleração econômica devido a pandemia e posteriormente ao conflito armado no leste europeu.

FOMC 15h com posterior coletiva de empresa do presidente do FED;
COPOM 18h30 aproximadamente;

Indicadores econômicos da China divulgados ontem mostraram avanço da atividade econômica, base maio, quando houve afrouxamento das medidas de contenção da covid-19.
A produção industrial subiu 0,7% em relação a maio de 2021, melhorando ante a queda de 2,9% em abril e melhor do que a queda de 1% esperada pelo mercado.

Petróleo -1,2%;
Minério de ferro -3,20%;
DXY -0,70%;

No BR a Câmara dos deputados aprovou texto-base de projeto que fixa teto para ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, telecomunicação e transporte público.
BC realizara leilão de dólar a partir das 11h30;
Vencimento de opções sobre o Ibovespa deve garantir a volatilidade na B3 hoje;
Governo pede à diretoria da Petrobras que adie reajuste de gasolina e diesel;
Alexandre de Moraes é eleito presidente do TSE;

Bons negócios.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.