Bom dia, a Bolsa de Chicago sobe com piora nas condições das lavouras dos EUA.


O plantio de soja 2023/24 nos EUA está oficialmente finalizado, segundo o USDA. A emergência das plântulas atingiu 92%, contra 81% do mesmo período de 2022 e da média dos últimos 5 anos. As condições das lavouras tiveram piora durante a última semana, com as lavouras em condições boas/excelentes caindo de 59% para 54%. Já as lavouras em condições ruins/muito ruins subiram de 9% para 12%.


As condições das lavouras de milho também tiveram piora durante a última semana, com as lavouras em condições boas/excelentes caindo de 61% para 55%, enquanto as lavouras em condições ruins/muito ruins subiram de 8% para 12%.


Os embarques semanais de soja dos EUA foram de 185 mil toneladas na semana encerrada no dia 15 de junho, contra 148 mil da semana anterior e 430 mil do mesmo período do ano passado, segundo o USDA. Na temporada 2022/23 os embarques de soja somam 49,03 milhões de toneladas, contra 50,96 milhões do mesmo período da temporada anterior. Os embarques de milho foram de 877 mil toneladas, contra 1,17 milhão da semana anterior e 1,19 milhão do mesmo período de 2022. Na temporada os embarques de milho dos EUA somam 31,98 milhões de toneladas, contra 46,18 milhões do mesmo período da temporada 2021/22.


O dólar opera estável frente a outras moedas. As licenças para novas construções de moradias nos EUA em maio estavam em uma taxa anual ajustada sazonalmente de 1.491.000, segundo o Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano dos EUA. Isso é 5,2% acima da taxa revisada de abril de 1.417.000, mas 12,7% abaixo da taxa de maio de 2022 de 1.708.000. As autorizações unifamiliares em maio atingiram uma taxa de 897.000; isso é 4,8% acima do número revisado de abril de 856.000. As autorizações de unidades em edifícios com cinco ou mais unidades atingiram uma taxa de 542.000 em maio. O início de novas construções tiveram crescimento de 21,7% em maio ante abril, para taxa sazonalmente ajustada de 1.631.000. Na comparação com maio de 2022 as construções tiveram crescimento de 841.000.


No Brasil o dólar subiu 0,42% ontem, vendida a R$ 4,7953. O mercado aguarda a decisão dos juros no Brasil no final da tarde de hoje. O Comitê de Política Monetária (Copom) deve manter a Selic em 13,75% ao ano. A expectativa é que um ciclo de corte dos juros comece na próxima reunião, em agosto. A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) vota hoje o projeto de lei do novo arcabouço fiscal. O senador Omar Aziz (PSD-AM) apresentou ontem o relatório sobre o texto, retirando do limite de gastos as despesas da União com o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), com o Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF) e com as áreas de ciência, tecnologia e inovação. “O relatório feito pelo deputado Cajado, que foi aprovado na Câmara, foi um relatório que foi bem lapidado, já chega no Senado ele como um ótimo relatório. Tem alguns pontos, que não é divergência, é uma questão do ponto de vista político que a gente tem que resolver, que é a questão do Fundeb e do Fundo Constitucional; Entendemos inaceitável que esses dois itens tenham qualquer tipo de restrição que ameace a sua viabilidade prática. A complementação do Fundeb é essencial para garantir no país inteiro a remuneração dos professores e demais profissionais da escola básica, a coluna vertebral da educação no país. Já o FCDF é componente indispensável à composição da receita de uma unidade da Federação, e isso não pode ser modificado de forma brusca, sob pena de grave desarticulação da ação pública”, argumentou. Por conta das mudanças, se aprovado no Senado, o texto deve voltar à Câmara para nova votação.


As bolsas globais recuam após a inflação no Reino Unido subir mais do que o esperado em maio. O índice de preços ao consumidor (CPI) subiu 0,7% na base mensal e 8,7% na base anual, acima dos 0,5% e 8,4% esperados.


Os futuros do petróleo recuam com perspectiva de menor demanda chinesa após dados econômicos fracos.


No Brasil, tempo predominantemente estável hoje.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo chuvoso no centro da região produtora nos próximos dias.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, tempo predominantemente estável no Meio-Oeste hoje.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

-90

-80

Jul

-101

-87

Ago

10

20

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

11

16

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

-13

0

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

80

84

Jul

65

69

Ago

74

78

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

62

67

Jul

46

50

Set

50

56

Tecnologia promete transformar resíduos plásticos em comida

Esta seria uma solução para a alimentação de astronautas em missões de longa duração; você comeria algo feito de plástico?

Flavia Correia, Olhar Digital


Pesquisadores de uma startup norte-americana chamada Beehex, com sede em Columbus, Ohio, pensaram em uma maneira inusitada de lidar com o problema dos resíduos plásticos: torná-los comida.

Para conseguir transformar resíduos plásticos em biomassa comestível, eles contam com a ajuda de uma bactéria projetada em laboratório que se alimenta de plástico dentro de uma espécie de contêiner.

De um lado, são recolhidos resíduos plásticos, que são triturados e se movem para o biorreator, que contém bactérias modificadas muito específicas”, explicou Anjan Contractor, fundador da empresa, ao apresentar o dispositivo pela primeira vez na Consumer Electronics Show (CES) deste ano, em janeiro. “Então, se você quiser criar bife de plástico, todo o mecanismo de um lado deste recipiente será capaz de produzir bife de plástico”.

Segundo o site Futurism, existem muitas aplicações para um dispositivo como esse – uma ideia é que, um dia, os astronautas em missões espaciais profundas de longa duração poderiam ser capazes de imprimir em 3D refeições nutritivas de plástico não perecível.

De acordo com Contractor, o pessoal da Beehex também acredita que sua invenção pode até ser integrada em futuras práticas de cultivo de alimentos no espaço profundo.

Se os astronautas estão cultivando beterraba, toda a planta não pode ser consumível. Você tem as raízes que são consumíveis, mas são as outras partes, folhas e caules e algumas das raízes, serão jogadas fora”, disse o empresário. “Essa parte jogada fora é algo que coletamos”.

Em seguida, essas partes descartáveis dos alimentos seriam desidratadas e maceradas em um moedor. A biomassa moída resultante seria então colocada em armazenamento selado, tornando-se “matéria-prima” para refeições impressas em 3D e gravidade zero.

Assim, os astronautas poderiam idealmente produzir “uma ampla gama de alimentos, incluindo cortes de carne alternativos, legumes, frutas, pães, batatas fritas e sobremesas”, explicou Contractor.

Conforme observado pelo site Vice, não está claro se o alimento feito de plástico será considerado seguro para comer (embora a bactéria em si não esteja relacionada a nada que possa deixar os seres humanos doentes).

Atualmente, o projeto ainda está em fase inicial de desenvolvimento, mas, quem sabe um dia, os astronautas realmente venham a se deliciar com um belo hambúrguer… de plástico?

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.