Bom dia, a Bolsa de Chicago opera em baixa nos principais ativos com a soja perdendo dos US$14 o bushel em novo dia baixa das bolsas globais em com a disparada dos rendimentos dos títulos do tesouro dos EUA. Ontem a soja teve dia de forte volatilidade, chegando a subir mais de 20 pontos na máxima do dia, porém encerrou o dia com baixa de pouco mais de 2 pontos nos principais vencimentos com o financeiro voltando a pesar. Os índices das bolsas norte-americanas, Dow Jones e S&P 500, que também subiam quase 2%, devolveram os ganhos no final do dia, encerrando o dia no vermelho.


O USDA divulga nesta sexta-feira o relatório de estoques trimestrais dos EUA, com expectativa de recuo nos estoques de soja e alta nos estoques de milho e trigo. Os estoques de soja em 1o de setembro estão estimados em 242 milhões de bushels, contra 257 milhões do mesmo período do ano passado. Os estoques de milho devem subir de 1,235 bilhão para 1,512 bilhão de bushels e os de trigo devem subir de 1,774 bilhão para 1,776 bilhão de bushels.

O plantio da soja 2022/23 no Paraná atingiu 9%, segundo a SEAB/DERAL. O plantio do milho 1a safra chegou a 58% e a colheita do trigou 2021/22 avançou a 37%. O detalhamento das culturas em curso serão divulgados nos próximos dias junto à atualização mensal de área e produção.


O dólar volta a subir frente a outras moedas. Os pedidos de bens duráveis nos EUA recuaram 0,2% em agosto ante julho, após recuo de 0,1% em julho, segundo o Departamento de Comércio. Excluindo o transporte, as novas encomendas aumentaram 0,2%. Excluindo defesa, os novos pedidos caíram 0,9%. Os equipamentos de transporte, também em queda por dois meses consecutivos, impulsionaram a queda, US$ 1,0 bilhão ou 1,1%, para US$ 92,0 bilhões.


No Brasil ontem o dólar recuou 0,07%, a R$5,3765. Os mercados globais seguem sob pressão diante do aperto monetário global e das preocupações com a recessão. A prévia da inflação oficial medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) registrou recuo de 0,37% em setembro. Esta foi a segunda deflação consecutiva do IPCA-15. Em agosto, o índice ficou em -0,73%. O IPCA-E, que é o IPCA-15 acumulado trimestralmente, foi -0,97%. No ano, o IPCA-15 acumula alta de 4,63% e, em 12 meses, de 7,96%, abaixo dos 9,60% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em setembro de 2021, a taxa foi de 1,14%. Apenas três dos nove grupos do IPCA-15 tiveram queda de preços: Transportes (-2,35%), Comunicação (-2,74%) e Alimentação e Bebidas (-0,47%).


Apesar da deflação no índice geral, os preços de somente três dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados recuaram em setembro. A maior influência veio dos Transportes (-2,35%), com impacto de -0,49 ponto percentual (p.p.) no mês. Além disso, houve recuo nos preços de Comunicação (-2,74%) e Alimentação e bebidas (-0,47%), com impactos de -0,14 p.p. e -0,10 p.p., respectivamente. No lado das altas, a maior variação veio de Vestuário (1,66%), que acelerou em relação a agosto (0,76%). Destaca-se, ainda, o grupo Saúde e cuidados pessoais (0,94%), que teve a segunda maior variação e o maior impacto positivo (0,12 p.p.) no índice de setembro. Os demais grupos ficaram entre o 0,12% de Educação e o 0,83% de Despesas pessoais.


As bolsas globais operam em baixa enquanto os rendimentos dos títulos do tesouro dos EUA superam os 4%.


Os futuros do petróleo se recuperam das quedas recentes com a passagem do furacão Ian no Golfo do México dando suporte às cotações.


No Brasil, tempo chuvoso no Centro-Sul nos próximos dias.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 horas, em milímetros.

Na Argentina, tempo predominantemente estável nos próximos dias.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, tempo estável nas regiões produtoras de soja e milho hoje. O furacão Ian atinge a costa da Flórida hoje causando estragos na região.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

210

220

Nov 22

185

200

Dez 22

100

115

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

180

200

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

200

220

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

200

208

Nov

140

146

Dez

115

120

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

151

155

Nov

112

120

Dez

106

110

Água alienígena é encontrada dentro do asteroide Ryugu

Por Isabela Valukas Gusmão, editado por André Lucena, Olhar Digital


Um artigo publicado na revista Science apontou os primeiros resultados das explorações feitas pela espaçonave japonesa Hayabusa2, que coletou amostras de solo do asteroide 162173 Ryugu. A pesquisa encontrou uma gota de água presa dentro de um cristal.

Essas descobertas sugerem que o Ryugu já foi parte de um asteroide muito maior, composto por vários materiais, há cerca de dois milhões de anos após a formação do Sistema Solar, portanto, há 4,5 bilhões de anos. Naquela época, o corpo daquele grande asteroide tinha gelo de dióxido de carbono, que derreteu e formou água em seu interior. Esse grande objeto só se fragmentou e originou Ryugu após um impacto causado por outra rocha espacial, há aproximadamente um bilhão de anos.

Os cientistas conseguiram realizar toda essa simulação através de um modelo computacional, que, a partir dos resultados das amostras, desenhou esse histórico de formação. O procedimento de coleta foi um processo muito importante, por isso, os cientistas envolvidos no projeto acompanharam de perto todas as ações feitas pela espaçonave e pelos robôs. Assim que Hayabusa2 chegou na órbita do asteroide Ryugu, ela lançou dois pequenos robôs para vasculharem a área. Assim que aterrissaram, eles enviaram imagens do local, para que os cientistas pudessem analisar a forma e cor do solo.


Em 2019, o editor de ciências da Ars, John Timmer, “a equipe de Hyabusa2 suspeita que as características dos dois materiais diferentes encontrados no asteroide são o produto dos ciclos de aquecimento e resfriamento que ocorreram à medida que as rochas são expostas primeiro à luz solar e depois à escuridão do Espaço”.

O que mais intrigou os cientistas é que rochas despedaçadas normalmente produzem poeira e materiais semelhantes à areia. No entanto, não havia sinais de nada disso. Suspeita-se de que os grãos menores se perderam no Espaço ou se juntaram no interior dos escombros.

Outros estudos com as amostras do asteroide

Em outro estudo feito com as amostras do solo de Ryugu, os pesquisadores concluíram que alguns desses materiais são mais antigos que o Sistema Solar. Para chegar a esse resultado, comparou-se o solo de Ryugu com os meteoritos carbonáceos encontrados na Terra. A amostra de poeira de Ryugu tinha grãos idênticos aos outros que foram vistos em alguns desses meteoritos que antecedem nosso Sistema Solar.

Este último artigo determinou a composição química e estrutural das amostras de Ryugu em escala atômica. A análise apontou uma estrutura porosa e de grãos finos compartilhada por todas as amostras e uma composição química semelhante aos raros meteoritos que atingiram a Terra. Essa porosidade indica que o asteroide já segurou água e gelo.

Outra pesquisa realizada com essas amostras, na Alemanha, captou vestígios de metais de terras raras em concentrações significativamente maiores do que em outros lugares do Sistema Solar. Segundo o coautor do estudo, Frank Brenker, trata-se de “um asteroide muito imaculado que representa o início do nosso Sistema Solar”.

A partir da junção de todos esses resultados, alguns cientistas argumentam que, talvez, asteroides como o Ryugu podem ter trazido água para a Terra e ajudado a semear a vida no planeta. Entretanto, é mais um tema para que os pesquisadores testem e verifiquem a veracidade dessa hipótese.

Via: Arstechnica

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.