Boa tarde, a Bolsa de Chicago opera em alta nos principais ativos acompanhando a forte alta das cotações do petróleo em dia de reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e aliados.


O USDA divulgou hoje o relatório de vendas semanais para exportação dos EUA, com números abaixo do esperado para a soja e milho. As vendas de soja 2020/21 foram de 334 mil toneladas na semana encerrada no dia 25 de fevereiro, contra 99 mil da semana anterior e 319 mil do mesmo período do ano passado. Na temporada as vendas de soja somam 60,08 milhões de toneladas, contra 34,02 milhões do mesmo período da temporada 2019/20. As vendas 2021/22 foram de 199 mil toneladas, acumulando 4,86 milhões de toneladas na temporada futura.


As vendas de milho 2020/21 foram de 116 mil toneladas, contra 453 mil da semana anterior e 769 mil do mesmo período do ano passado. Na temporada as vendas de milho dos EUA somam 59,12 milhões de toneladas, contra 26,64 milhões do mesmo período da temporada anterior. As vendas 2021/22 foram de 39 mil toneladas, acumulando 1,27 milhão de toneladas na temporada.


A produção semanal de etanol de milho dos EUA subiu para 849 mil barris diários na semana encerrada no dia 26 de fevereiro, de 658 mil da semana anterior, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). Os estoques recuaram de 22,785 milhões para 22,425 milhões de barris, contra 24,964 milhões do mesmo período do ano passado.


Fundos vendedores ontem estimados em 22.000 contratos de milho, 8.000 contratos de trigo, 5.000 contratos de soja, 2.000 contratos de farelo de soja. Fundos compradores estimados em 1.000 contratos de óleo de soja.

O número de mortos em todo o mundo causados pelo novo coronavírus (COVID-19) subiu para 2.561.992 hoje, de 2.552.091 até ontem, com 115.302.421 casos confirmados. Desde ontem são pouco mais de 400.000 novos casos confirmados. O número de recuperados da pneumonia causada pelo vírus chegou a 65.224.214, de 64.998.330 até ontem.


No Brasil, o número de casos de COVID-19 subiu para 10.718.630 hoje, de 10.646.926 até ontem, segundo o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número de mortos chegou a 259.271 de 257.361 até ontem. O número de pacientes recuperados somam 9.548.315, de 9.506.251 do dia anterior.


O dólar opera com leve alta frente a outras moedas. Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA subiram 9.000 pedidos na semana encerrada no dia 27 de fevereiro, para taxa sazonalmente ajustada de 745.000 pedidos, segundo o Departamento de Trabalho. O dado da semana anterior foi revisado para cima em 6.000 pedidos, a 736.000. A média móvel de 4 semanas recuou 16.750 pedidos, a 790.750.


No Brasil a moeda recua após aprovação da PEC Emergencial no Senado e corrigindo as altas recentes. Ontem a moeda encerrou o dia com leve alta de 0,05%, a R$5,6659, após superar os R$5,77 na máxima do dia. Para conter a alta da moeda o Banco Central realizou ontem dois leilões de swap cambial tradicional no equivalente a US$ 2 bilhões. O Senado aprovou na noite de ontem, em 1º turno, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial, que viabiliza a retomada do auxílio emergencial e prevê uma série de medidas que podem ser adotadas em caso de descumprimento do teto de gastos. O texto foi aprovado por 62 votos a 16. Hoje ocorre a votação em segundo turno e o texto seguirá para a Câmara dos Deputados.


As bolsas globais operam entre ganhos e perdas.


Os futuros do petróleo têm forte alta com especulações de que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) poderia estar avaliando a possibilidade de não aumentar a produção coletiva de petróleo a partir de abril, como amplamente esperado. A Opep e aliados se reúnem hoje por videoconferência para discutir os cortes de produção. Os estoques de petróleo bruto dos EUA subiram 21,563 milhões de barris na semana encerrada no dia 26 de fevereiro, para 487,750 milhões de barris, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). Apesar do aumento recorde de mais de 21 milhões de barris nos estoques de petróleo bruto na semana passada, os estoques de gasolina recuaram para o menor nível em 30 anos, com o refino despencando para uma baixa recorde por conta do congelamento do Texas.


No Brasil, tempo chuvoso no Centro-Sul amanhã.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo chuvoso em boa parte do país nos próximos dias.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

-8

0

Abr

10

20

Mai

20

30

Jun

45

50

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

-18

-15

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

20

40

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

80

85

Abr

80

85

Mai

81

86

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

75

80

Abr

73

76

Mai

73

76

Cientistas descobrem quando o oxigênio da Terra deve acabar

Kaique Lima, Olhar Digital


Pesquisadores da Toho University, do Japão, e da Nasa conseguiram descobrir por meio de simulações quando o oxigênio da Terra deve acabar. Porém, não há razões para se preocupar, porque isso só deve acontecer daqui a mais ou menos 1 bilhão de anos.

No artigo publicado na revista científica Nature Geoscience, Kazumi Ozaki e Christopher Reinhard descreveram os fatores utilizados nos experimentos para chegar nesses resultados. Os cientistas levaram em consideração o clima, processos biológicos e geológicos, assim como a atividade do sol.

Depois disso, eles usaram um computador para rodar a simulação e estudar como a Terra reagia a todos estes processos. A partir daí, eles descobriram que à medida que o sol fica mais quente, ele libera mais energia.

Isso deverá fazer os níveis de dióxido de carbono na atmosfera da Terra caírem, porque o gás vai absorver o calor e se decompor. Além disso, a camada de ozônio também seria queimada, em um processo que acabaria com a vida das plantas, que são as produtoras do oxigênio.

Segundo os pesquisadores, este processo levaria em torno de 10 mil anos, culminando em um período em que o CO2 alcançaria níveis tão altos que a vida vegetal será totalmente extinta, o que causaria a extinção de todas as criaturas que vivem na terra e no mar por conta da falta de uma atmosfera respirável.

Não seria o fim da vida


Entretanto, apesar da morte de todo vegetal e animal terrestre e marinho, este processo não levaria ao fim de toda forma de vida na Terra. Apesar de não haver mais nenhuma criatura que respira, algumas bactérias ainda sobreviveriam.

Desta forma, o planeta voltaria ao cenário de antes da evolução de plantas e animais. De acordo com Ozaki e Reinhard, a realização desta simulação é importante para outros estudiosos que procuram vida em outros planetas, já que, segundo eles, a janela de oportunidade pode ser mais curta do que se pensava anteriormente.

Via: Phys.org

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.