Bom dia, a Bolsa de Chicago segue em baixa com a pressão de colheita nos EUA e plantio no Brasil derrubando as cotações. A soja nov/22 opera próximo dos US$13,60, mínima do início de agosto. O USDA divulga hoje o relatório de vendas semanais para exportação dos EUA, com expectativa de vendas de soja entre 500 mil e 1,2 milhões de toneladas e de milho entre 350 mil e 800 mil toneladas.


A produção semanal de etanol de milho nos EUA subiu para 889 mil barris diários na semana encerrada no dia 30 de setembro, de 855 mil da semana anterior, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). Já os estoques recuaram de 22,691 milhões para 21,685 milhões de barris, contra 19,931 milhões do mesmo período do ano passado.


A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,99 bilhões em setembro, com queda de 9,3% na comparação com setembro de 2021, e a corrente de comércio aumentou 21,5%, alcançando US$ 53,91 bilhões. Em Setembro/2022, comparado a igual mês do ano anterior, as exportações cresceram 18,8% e somaram US$ 28,95 bilhões. As importações cresceram 24,9% e totalizaram US$ 24,96 bilhões. No acumulado Janeiro/Setembro 2022, em comparação a igual período do ano anterior, as exportações cresceram 18,4% e somaram US$ 253,84 bilhões. As importações cresceram 30,6% e totalizaram US$ 205,97 bilhões. Como consequência destes resultados, a balança comercial apresentou superávit de US$ 47,87 bilhões, com queda de 15,6%, e a corrente de comércio registrou aumento de 23,6%, atingindo US$ 459,81 bilhões.


As exportações de soja do Brasil foram de de 4,29 milhões de toneladas em setembro, contra 4,83 milhões de setembro de 2021. A média diária de exportações ficou em 204 mil toneladas, contra 230 mil do mesmo período do ano passado. As exportações de milho foram de 6,78 milhões de toneladas, contra 2,85 milhões do mesmo período do ano passado, com média diária exportada de 323 mil toneladas, contra 136 mil do ano anterior.


O dólar opera com leve alta frente a outras moedas. O setor privado dos EUA criou 208 mil postos de trabalho em setembro, acima dos 185.000 revisados em agosto, segundo o relatório de empregos da ADP Research Institute. Embora o crescimento do emprego seja estável, permanece abaixo da média de três meses recente. “Há sinais de que as pessoas estão voltando ao mercado de trabalho. Estamos em um período intermediário em que continuaremos a ver ganhos constantes de empregos. A demanda dos empregadores continua robusta e a oferta de trabalhadores está melhorando – por enquanto”, disse a Economista Chefe da ADP, Nela Richardson


No Brasil ontem o dólar subiu 0,32%, a R$5,1840. A produção industrial nacional caiu 0,6% em agosto frente a julho, na série com ajuste sazonal, eliminando o avanço de 0,6% do mês anterior, segundo o IBGE. Frente a agosto de 2021, na série sem ajuste, a indústria cresceu 2,8%, após recuar em junho (-0,4%) e julho (-0,4%). No ano, a indústria acumula queda de 1,3% e, em 12 meses, queda de 2,7%. Na queda de 0,6% da indústria na passagem de julho para agosto, duas das quatro grandes categorias econômicas e oito dos 26 ramos pesquisados mostraram redução na produção. Com esses resultados, o setor industrial ainda se encontra 1,5% abaixo do patamar pré-pandemia (fevereiro de 2020) e 17,9% abaixo do nível recorde alcançado em maio de 2011. Entre as atividades, as influências negativas mais importantes vieram de coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis (-4,2%), produtos alimentícios (-2,6%) e indústrias extrativas (-3,6%). Vale destacar também o recuo de 4,6% do ramo de produtos têxteis. Por outro lado, entre as dezoito atividades com expansão na produção, veículos automotores, reboques e carrocerias (10,8%), máquinas e equipamentos (12,4%) e outros produtos químicos (9,4%) exerceram os principais impactos em agosto de 2022. Outras contribuições positivas relevantes vieram de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (9,9%), de equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos (6,0%), de outros equipamentos de transporte (8,9%), de produtos diversos (7,4%) e de bebidas (1,7%).


As bolsas globais operam majoritariamente em baixa devolvendo parte dos ganhos da semana.


Os futuros do petróleo também recuam após a forte alta recente com OPEP+. A Organização dos Países Exportadores de Petróleo e Aliados (OPEP+) aprovou ontem o corte de 2 milhões de barris diários na produção do grupo a partir de novembro. Os preços do petróleo caíram para cerca de US$ 80 o barril, de mais de US$ 120 no início de junho, em meio a crescentes temores sobre a perspectiva de uma recessão econômica global.


No Brasil, tempo chuvoso no Sul hoje.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo chuvoso no nordeste do país nos próximos dias.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.


Nos EUA, tempo estável em boa parte do país hoje.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

190

200

Nov 22

185

200

Dez 22

100

115

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

180

200

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

200

220

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

195

200

Nov

145

150

Dez

116

120

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

150

155

Nov

120

128

Dez

115

121

Cientistas dizem que a superfície da Terra está se formando em novo supercontinente

Rodrigo Mozelli, Olhar Digital


NICOLLE R. FULLER/SCIENCE SOURCE

Nos próximos 300 milhões de anos, todos os continentes da Terra se chocarão e formarão novo supercontinente chamado Amasia, fechando o Oceano Pacífico no processo.

É o que indica novo estudo de pesquisadores da Universidade de Curtin, na Austrália, publicado na National Science Review, que traça o futuro geológico de médio prazo do nosso planeta.

Nos últimos dois bilhões de anos, os continentes da Terra colidiram para formar um supercontinente a cada 600 milhões de anos, conhecido como o ciclo do supercontinente”, disse o principal autor do estudo, Chuan Hung, em um comunicado à imprensa. “Isso significa que os continentes atuais devem se reunir novamente em algumas centenas de milhões de anos.”

Para estabelecer um prazo, os pesquisadores usaram modelagem geodinâmica 4D das placas tectônicas da Terra, determinados a descobrir por que os supercontinentes anteriores se formaram de maneiras completamente diferentes.

Dessas maneiras, a introversão é um dos dois principais modelos e ocorre quando os continentes se fecham sobre um oceano interno que se formou quando o supercontinente anterior se separou.

No extremo oposto está a extroversão, que faz os continentes se fecharem sobre o externo, antigo superoceano.

Se esse pedaço de história rochosa pudesse ser esclarecido, os pesquisadores poderiam prever melhor a próxima reunião supercontinental.

O que os pesquisadores descobriram é que a força da litosfera oceânica determina qual forma de montagem ocorre e, a partir daí, concluíram que a extroversão será a responsável pelo próximo supercontinente.

Neste caso, o antigo superoceano é o Pacífico, anteriormente o superoceano Panthalassa muito maior que cercava Pangea, o supercontinente anterior.

O novo supercontinente resultante já foi nomeado Amasia porque alguns acreditam que o Oceano Pacífico fechará (em oposição aos oceanos Atlântico e Índico) quando a América colidir com a Ásia”, disse Huang. “A Austrália também deve desempenhar papel neste importante evento da Terra, primeiro colidindo com a Ásia e depois conectando a América e a Ásia quando o Oceano Pacífico fechar.”

Se persistirem, são descobertas ​​que fornecem vislumbre do futuro do planeta. Mas ainda é apenas uma das muitas hipóteses sobre o deslocamento dos continentes, incluindo o modelo Pangea Proxima, que sugere que os oceanos Atlântico e Índico se fecharão.

Via The Bite

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.