Bom dia, a Bolsa de Chicago opera em alta nos principais ativos com a soja retomando os US$14 o bushel após 1 mês. O mercado foca no clima norte-americano, que prevê temperaturas acima da média até a próxima semana. As chuvas devem ficar próximo ao normal em grande parte das regiões produtoras.


A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 3,178 bilhões e corrente de comércio de US$ 10,346 bilhões na 2ª semana de Junho de 2023, resultado de exportações no valor de US$ 6,762 bilhões e importações de US$ 3,584 bilhões. No mês, as exportações somam US$ 10,277 bilhões e as importações, US$ 5,363 bilhões, com saldo positivo de US$ 4,913 bilhões e corrente de comércio de US$ 15,64 bilhões. No ano, as exportações totalizam US$ 146,336 bilhões e as importações, US$ 106,5 bilhões, com saldo positivo de US$ 39,836 bilhões e corrente de comércio de US$ 252,836 bilhões.


As exportações brasileiras de soja somam 4,61 milhões de toneladas em junho, até segunda semana, contra 9,99 milhões de todo o mês de junho de 2022, segundo a Secretaria de Comércio Exterior. A média diária exportada é de 768 mil toneladas, contra 475 mil do mesmo período do ano passado. As exportações de milho somam 231 mil toneladas, contra 989 mil de junho de 2022, com média diária exportada de 38 mil toneladas, contra 47 mil do ano anterior.


A Bolsa de Comércio de Rosario reduziu novamente a estimativa de produção da safra de soja 2022/23 da Argentina de 21,5 milhões para 20,5 milhões de toneladas. Os maiores ajustes são para as províncias de Entre Ríos, Córdoba e Santa Fe.


A área cultivada de trigo 2023/24 na Argentina deve chegar a 5,6 milhões de hectares, contra 5,9 milhões da safra anterior, segundo a Bolsa de Rosario. Antes das chuvas, com um cenário quase tão seco quanto em 2009, a área trigo da argentina corria o risco de cair 1 milhão de hectares em relação ao ciclo 2022/23. Agora, após a recuperação hídrica no leste, a queda ano a ano é estimada em apenas 5%.


O dólar opera em alta frente a outras moedas. Assim como esperado, o Federal Reserve manteve ontem a taxa básica de juros dos EUA inalterado na faixa entre 5%-5,25%, mas não descartou novo aumento ainda em 2023. Segundo o comunicado, “indicadores recentes sugerem que a atividade econômica segue crescendo em ritmo modesto. Os ganhos de empregos foram robustos nos últimos meses e a taxa de desemprego permaneceu baixa. A inflação continua elevada. O sistema bancário dos EUA é sólido e resiliente. Condições de crédito mais apertadas para famílias e empresas devem pesar na atividade econômica, nas contratações e na inflação. A extensão desses efeitos permanece incerta. O Comitê permanece altamente atento aos riscos de inflação. O Comitê busca alcançar o máximo de emprego e inflação à taxa de 2% no longo prazo. Manter o intervalo da meta de juros estável nesta reunião permite ao Comitê avaliar informações adicionais e suas implicações para a política monetária. Ao determinar a extensão do endurecimento adicional da política que pode ser apropriado para retornar a inflação para 2% ao longo do tempo, o Comitê levará em conta o aperto cumulativo da política monetária, os atrasos com os quais a política monetária afeta a atividade econômica e a inflação e os fatores econômicos e financeiros. desenvolvimentos. Além disso, o Comitê continuará reduzindo suas participações em títulos do Tesouro e dívidas de agências e títulos lastreados em hipotecas de agências, conforme descrito em seus planos anunciados anteriormente. O Comitê está fortemente empenhado em retornar a inflação ao seu objetivo de 2%.”

No Brasil o dólar recuou 1,15% no dia de ontem, a R$ 4,8063, no menor valor em mais de 1 ano. O mercado repercutiu ontem a manutenção os juros nos EUA e melhora na perspectiva da nota de crédito do Brasil A agência de classificação de risco S&P Global Ratings alterou a perspectiva de rating do Brasil de estável para positiva e reafirmou o rating de crédito soberano em “BB-“. Essa classificação ainda indica um “grau especulativo” mas foi a primeira melhora na perspectiva desde 2019. De acordo com a S&P, apesar de o Brasil ainda registrar grandes déficits fiscais, o avanço da atividade e um caminho mais claro para a política fiscal podem resultar em um ônus da dívida do governo menor do que o inicialmente esperado. De acordo com o comunicado, se o governo conseguir implementar políticas econômicas “pragmáticas” e que sejam capazes de conter as vulnerabilidades nas finanças públicas do país, indicando um crescimento maior do PIB, a companhia afirma que pode elevar o rating brasileiro novamente nos próximos dois anos.


As bolsas globais recuam antes da decisão dos juros na zona do euro.


As cotações do petróleo sobem recuperando parte da baixa de ontem, que cederam após o Fed sinalizar mais uma alta nos juros neste ano.


A produção industrial da China subiu 3,5% em maio na comparação anual, após crescer 5,6% em abril. Já as vendas do varejo cresceram 12,7% em maio, após alta de 18,4% em abril.


No Brasil, tempo chuvoso no Sul hoje.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo predominantemente estável nos próximos dias.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, tempo predominantemente estável no Meio-Oeste hoje.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

-90

-80

Jul

-101

-87

Ago

10

20

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

11

16

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

-13

0

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

80

84

Jul

65

69

Ago

74

78

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

62

67

Jul

46

50

Set

50

56

9 robôs cirurgiões que vão te surpreender

As máquinas são indicadas para uma série de operações pouco invasivas e realizam tratamento contra o câncer e inserção de implantes

Por Wagner Edwards, editado por Bruno Ignacio de Lima, Olhar Digital


As cirurgias assistidas por robôs são procedimentos médicos nos quais os cirurgiões utilizam máquinas cirúrgicas e computadores para operar os pacientes: o profissional controla um ‘joystick’ conectado a um computador enquanto braços mecânicos realizam incisões e cortes no corpo do paciente. As cirurgias robóticas já são uma realidade em algumas áreas médicas e contribuem para diminuir o risco de insucesso nos procedimentos e melhorar a qualidade da recuperação daqueles que foram operados. A seguir, confira uma lista com nove robôs cirurgiões que vão te surpreender.

1. Sistema Endoluminal Cirúrgico

A empresa EndoQuest Robotics inovou no campo da cirurgia robótica ao desenvolver um método único de operação, chamado Sistema Endoluminal Cirúrgico. A máquina possibilita aos profissionais da saúde uma cirurgia gastrointestinal –– nas zonas superiores e inferiores –– menos invasiva do que as convencionais por meio de atuações via transoral (boca) ou transanal (ânus).


Os braços prometem alta flexibilidade e navegação eficiente dentro das curvaturas anatômicas dos pacientes, além do uso de instrumentos que reproduzem uma técnica de operação similar à cirurgia convencional com duas mãos.

2. MONARCH

A companhia Johnson & Johnson ficou bastante conhecida pelo desenvolvimento de produtos cosméticos para bebê, e mais recentemente por contribuir para a produção de vacinas contra o Covid-19. Contudo, o que poucos sabem é que a firma também investe em cirurgias robóticas, como é o caso da Plataforma MONARCH.

A MONARCH utiliza a estratégia de visão que geralmente vemos em cirurgias endoscópicas e a navegação assistida por computador para auxiliar em procedimentos de broncoscopia diagnóstica ou terapêutica. Ou seja, ela acessa, diagnostica, e trata com alta precisão condições como nódulos pulmonares periféricos pequenos, que costumam ser de difícil acesso.

3. Hinotori

O robô cirurgião Hinotori, desenvolvido pela Medicaroid, foi projetado para performar abordagens tão sensíveis e assertivas quanto um cirurgião renomado com anos de experiência. A máquina fornece braços com até oito eixos, os quais se movem em movimentos suaves, o que pode evitar erros que ponham a vida do paciente em risco. O Hinotori é tido como o primeiro robô cirurgião desenvolvido e aprovado pelo Japão.


4. Anovo

É uma ferramenta robótica com braços cirúrgicos, desenvolvida para realizar operações ginecológicas transvaginais, como a histerectomia benigna. Foi aprovado para utilização pelo órgão regulador estadunidense (FDA) e proporciona design humanoide, flexibilidade sobre-humana e uma articulação com angulação total de 360º. Além disso, o sistema foi construído para ocupar pouco espaço, o que deve facilitar o seu manuseio, armazenamento, e esterilização.

5. NeuroBlate

A NeuroBlate, da Monteris Medical, detêm ferramentas termoterápicas para neurocirurgias. Ou seja, faz uso da mudança de temperatura nos tecidos do cérebro para garantir o tratamento local. Ela se propõe a ser minimamente invasiva, com funcionamento à laser e tecnologia de ablação cirúrgica guiada por ressonância magnética. A operação é indicada para quadros de tumores, por exemplo, em que antes seria necessária abrir a cabeça do paciente para tratá-lo.

6. Yomi

O robô Yomi, da Neocis, foi uma das primeiras máquinas a realizarem cirurgias dentárias. Ele proporciona operações como implantes e elimina a necessidade de guia cirúrgico enquanto o procedimento é realizado, além de manter a mesma precisão e eficácia. Com a utilização do Yomi, as chances de haver um desvio da broca ou uma perfuração excessiva (além da profundidade adequada) são ínfimas, o que evita o prejuízo de nervos e cavidades sinusais.

7. Epione

A ferramenta Epione garante um tratamento minimamente invasivo em operações oncológicas. Ademais, o robô foi desenvolvido para garantir aos cirurgiões a escolha de diferentes abordagens ablativas (como radiofrequência, micro-ondas, crioablação, eletroporação irreversível), a fim de colaborar na decisão correta para o tratamento individual do paciente.

8. CORI

O robô CORI, da Smith+Nephew, é uma ferramenta de design portátil e indicada para a especialidade de Ortopedia. A máquina é controlada pelo cirurgião e promete um mapeamento inteligente (embora sem imagem), planejamento e avaliação de lacunas em tempo real, alinhamento e equilíbrio de implantes para artroplastia total e parcial do joelho.

9. CARLO

O CARLO é um robô indicado para cortes precisos e difíceis, pois é um Laser Osteotome capaz de cortar os ossos com alta precisão e em qualquer geometria desejada. Essa ferramenta funciona mediante um laser de ablação a frio com tecnologia inovadora, a qual mistura um software inteligente, robótica, e navegação.

Com informações: Escatec.

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.