Bom dia, a Bolsa de Chicago opera em alta nos principais ativos acompanhando a alta do petróleo com foco na Guerra na Ucrânia. Enquanto a Rússia segue bombardeando cidades ucranianas o mercado está esperançoso de uma possibilidade de um acordo de cessar-fogo.


A produção semanal de etanol de milho nos EUA caiu para 1.026 mil barris diários na semana encerrada no dia 11 de março, de 1.028 mil da semana anterior, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). Os estoques subiram de 25,271 milhões para 25,945 milhões de barris, contra 21,34 milhões do mesmo período do ano passado.


O dólar opera em baixa frente a outras moedas. O Federal Reserve elevou hoje as taxas de juros do país em 0,25 ponto percentual, para faixa entre 0,25% e 0,50% ao ano. Foi a primeira alta desde dezembro de 2018. O Fed também indicou que as taxas de juros devem atingir um intervalo entre 1,75% e 2% até o final deste ano, chegando aos 3% no final do próximo ano. Para o crescimento da economia o Fed prevê 2,8% neste ano, 2,2% em 2023 e 2% em 2024. “A invasão da Ucrânia pela Rússia está causando enormes dificuldades humanas e econômicas; As implicações para a economia dos EUA são altamente incertas, mas no curto prazo a invasão e os eventos relacionados provavelmente criarão uma pressão adicional na inflação e pesarão na atividade econômica”, destacou o Fed em comunicado.


No Brasil ontem a moeda recuou 1,28%, a R$ 5,0925. O Comitê de Política Monetária (Copom) decidiu, por unanimidade, elevar a taxa Selic em 1 ponto percentual, para 11,75% ao ano e sinalizou alta de mesma magnitude na próxima reunião. O BC fez as seguintes observações: No cenário externo, o ambiente se deteriorou substancialmente. O conflito entre Rússia e Ucrânia levou a um aperto significativo das condições financeiras e aumento da incerteza em torno do cenário econômico mundial. Em particular, o choque de oferta decorrente do conflito tem o potencial de exacerbar as pressões inflacionárias que já vinham se acumulando tanto em economias emergentes quanto avançadas; Em relação à atividade econômica brasileira, a divulgação do PIB do quarto trimestre de 2021 apontou ritmo de atividade acima do esperado; A inflação ao consumidor seguiu surpreendendo negativamente. Essa surpresa ocorreu tanto nos componentes mais voláteis como nos itens associados à inflação subjacente; Apesar do desempenho mais positivo das contas públicas, o Comitê avalia que a incerteza em relação ao arcabouço fiscal mantém elevado o risco de desancoragem das expectativas de inflação, mas considera que esse risco está sendo parcialmente incorporado nas expectativas de inflação e preços de ativos utilizados em seus modelos. O Copom considera que, diante de suas projeções e do risco de desancoragem das expectativas para prazos mais longos, é apropriado que o ciclo de aperto monetário continue avançando significativamente em território ainda mais contracionista. Para a próxima reunião, o Comitê antevê outro ajuste da mesma magnitude. O Copom enfatiza que os passos futuros da política monetária poderão ser ajustados para assegurar a convergência da inflação para suas metas, e dependerão da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação para o horizonte relevante da política monetária.


As bolsas globais operam sem sentido definido.


No Brasil o Ibovespa subiu 1,98% no dia de ontem, aos 111.112 pontos.


Os futuros do petróleo sobem recuperando parte da forte correção recente e após a Agência Internacional de Energia (AIE) dizer que 3 milhões de barris por dia de petróleo e produtos russos podem ser fechados a partir do próximo mês.


Os estoques de petróleo bruto dos EUA subiram 4,35 milhões de barris na semana encerrada no dia 11 de março, para 419,405 milhões de barris, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). A alta contrariou a expectativa dos analistas, que previam o recuo de 1,38 milhão de barris no período. Já os estoques de gasolina recuaram 3,62 milhões de barris e os de destilados subiram 332 mil barris na semana.


No Brasil, tempo chuvoso em boa parte do país amanhã.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo predominantemente estável nos próximos dias.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

190

200

Abr 22

185

195

Mai 22

180

188

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

200

210

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

250

270

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

125

130

Abr

122

127

Mai

110

115

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

110

115

Abr

100

106

Mai

81

85

Astrônomos buscam vida inteligente no meio da Via Láctea (e não acham nada)

Por Rafael Arbulu, editado por Rafael Rigues, Olhar Digital


Em mais uma tentativa de encontrar vida inteligente fora do nosso sistema solar, pesquisadores do Commonwealth Scientific and Industrial Research Organisation (CSIRO) concluíram uma busca por sinais de “tecnoassinaturas” no centro da Via Láctea. Mas, assim como outros estudos antes deste, nada foi identificado em nossa galáxia.

Tecnoassinatura” é o nome dado a eventos decorrentes do uso da tecnologia. Se há tecnologia, há o controle por trás dela. Se há tal controle, há inteligência. Em termos bem resumidos, “tecnoassinatura” é diametralmente oposta à “bioassinatura” (produzida por processos biológicos), mas ambas podem apontar para o mesmo destino: a presença de vida.

O foco da nova pesquisa foi em Sagittarius A*, o buraco negro supermassivo que fica bem no centro da Via Láctea. A busca se concentrou em procurar ondas de rádio em uma frequência de 150 megahertz (MHz) e contemplou 144 sistemas exoplanetários.

É importante ressaltar que “não termos encontrado” nenhum sinal é diferente de “não há nenhum sinal a ser encontrado”. Existe um debate na comunidade científica sobre o que exatamente é uma “tecnoassinatura” — especialmente porque estudos normalmente se baseiam em emissões de rádio.

E embora seja verdade que ondas de rádio possam ser produzidas pelo uso tecnológico, também é fato que elas podem ser produzidas naturalmente: na Terra, relâmpagos são conhecidos por essa emissão, enquanto o espaço tem vários exemplos: o Sol emite ondas na frequência de 300 MHz, por exemplo. Júpiter e sua maior lua (Ganimedes) também têm suas emissões.

Tudo isso pode ser detectado por sensores previamente ajustados e gerar confusão na percepção científica — resultados chamados “falsos positivos” existem por um motivo, afinal. Mesmo assim, boa parte dos cientistas apostam em emissões de rádio por serem a coisa mais prática a se procurar, devido à sua abundância e facilidade de identificação.

A escolha de Sagittarius A* como o foco também se deu pela praticidade: há mais estrelas naquela região. Como não existe um padrão de onde procurar (ou não procurar), faz sentido que nós façamos nossas apostas em uma grande área. “A existência de poderosos transmissores e receptores bastante sensíveis a menores frequências — ambos nascendo no começo da história da engenharia de rádio — motiva as buscas por tecnoassinaturas de baixa frequência ao oferecer um exemplo de classe de sinais artificialmente produzidos, e os instrumentos para fazê-lo”, diz trecho do estudo.

Por esse ponto, faz sentido olhar para onde há mais estrelas. Afinal, quanto maior a quantidade de astros, maior a possibilidade de exoplanetas e, consequentemente, mais chances de encontro com alguma vida inteligente no centro da Via Láctea.

Entretanto, isso também tem seu lado ruim: mais estrelas aumentam a probabilidade de eventos cataclísmicos — a ocorrência de supernovas ou pulsações de grande porte de magnetares são apenas dois exemplos que, ocorridos, varreriam qualquer civilização da superfície de qualquer planeta em suas imediações.

Ainda assim, o histórico favorece esse método: vários estudos comprovam que maiores densidades de planetas foram encontradas em pontos com maior número de estrelas. Por associação, se formos encontrar algo remotamente inteligente (e não humano), então esse seria o ponto mais indicado para começarmos a procurar.

Em outras palavras: não foi o caso dessa vez, mas nossos olhos estão voltados ao lugar certo. Se houver vida inteligente na direção do centro da Via Láctea, pode ser uma questão de ajuste de instrumentos até que possamos detectá-la.

Os detalhes do estudo estão disponíveis para pré-impressão no arXiv.

https://arxiv.org/abs/2202.03324

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.