Bom dia, a Bolsa de Chicago segue em alta com o clima na América do Sul e tensões entre Rússia e Ucrânia dando suporte às cotações, com a soja renovando máximas de junho de 2021.


O USDA reportou hoje a venda de 129.000 toneladas de soja para a China, sendo 66.000 durante a temporada 2021/22 e 63.000 toneladas durante a temporada 2022/23.

A colheita de soja 2021/22 no Brasil atingiu 11,3% até sexta-feira, contra 1,4% do mesmo período de 2021 e 5,5% da média, segundo a Safras & Mercado. Por estado: MT 31%, PR 13%, MS 7%, SP 3%, MG 3%, BA 0,5%.

A AgResource Brasil reduziu a estimativa de produção de soja 2021/22 do Brasil para 125,04 milhões de toneladas, de 131,04 milhões da estimativa do início do ano. Para o milho verão a projeção também caiu, de 23,75 milhões para 19,91 milhões de toneladas, reduzindo a produção total de milho para 106,82 milhões de toneladas.

A colheita de soja 2021/22 no Mato Grosso atingiu 31,82% até sexta-feira, contra 4,71% do mesmo período do ano passado e 20,98% da média dos últimos 5 anos, segundo o IMEA.


O plantio de milho 2021/22 no Mato Grosso atingiu 26,70% até sexta-feira, contra 2,13% do mesmo período de 2021 e 14,26% da média dos últimos 5 anos.


Os fundos foram grandes compradores de commodities na CBOT na semana encerrada no dia 25 de janeiro, segundo o relatório de comprometimento de traders (COT). Na soja os fundos compraram 15.255 contratos, aumentando as posições compradas para 114.895 mil contratos. No milho as posições compradas foram aumentadas em 39.082 contratos, para 365.605 contratos. No trigo os fundos compraram 11.474 contratos, reduzindo as posições vendidas para 13.427 contratos.

O dólar opera em baixa frente a outras moedas, realizando as altas recentes.


No Brasil a moeda também recua, na casa dos R$5,36. Na sexta-feira a moeda recuou 0,60%, a R$ 5,3900, acumulando baixa de 3,31% na parcial do mês. Começa amanhã a reunião de 2 dias do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que deve elevar a meta da Selic em 1,5 ponto percentual, para 10,75% ao ano. O Banco Central divulgou na manhã de hoje o novo boletim de mercado Focus, com expectativa de maior inflação para este e o próximo ano. As instituições financeiras elevaram a expectativa para a inflação deste ano de 5,15% para 5,38% e elevaram a expectativa para o crescimento da economia de 0,29% para 0,30%. O dólar deve encerrar ano em R$5,60 e a meta da taxa Selic em 11,75%. Para 2023 a expectativa para a inflação subiu de 3,40% para 3,50% enquanto a expectativa para o crescimento do PIB caiu de 1,69% para 1,55%. O dólar deve encerrar o próximo ano em R$5,50 e a meta da Selic em 8%.


As bolsas globais operam sem sentido definido no último pregão de janeiro.


No Brasil o Ibovespa opera próximo à estabilidade, nos 112 mil pontos.


Os futuros do petróleo seguem em alta em meio aos estoques limitados e às tensões entre Rússia e Ucrânia.


A economia da zona do euro cresceu 0,3% no último trimestre de 2021 ante o penúltimo, após crescimento de 2,2% no terceiro trimestre, segundo a Eurostat. Na comparação anual o PIB do bloco registrou crescimento de 4,6%. No ano de 2021 o PIB da zona do euro cresceu 5,2% em relação a 2020.


No Brasil, tempo chuvoso em boa parte do país nesta semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.


Na Argentina, tempo chuvoso em boa parte do país nesta semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

100

110

Mar 22

30

40

Mai 22

35

44

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

115

125

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

180

200

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

115

120

Mar

93

97

Abr

81

85

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

123

130

Mar

88

92

Abr

83

86

Sinais antigos de água são descobertos na região norte de Marte

Por Rafael Arbulu, editado por Rafael Rigues, Olhar Digital


Shutterstock

Um candidato a Ph.D da Universidade do Arizona descobriu sinais antigos de presença de água em Arabia Terra, ao norte de Marte, como parte de um esforço colaborativo de pesquisa que também envolve a NASA e a Universidade Johns Hopkins.

Arabia Terra é uma região pouco maior que o nosso continente europeu, localizada ao norte de Marte. A área é recheada de crateras, caldeiras vulcânicas, cânions e rochas sedimentares – estas últimas, o foco do estudo assinado por Ari Koeppel e publicado no jornal científico Geology.

Nós estávamos especificamente interessados no monitoramento de rochas da superfície de Marte para ter uma compreensão melhor de ambientes antigos – de três ou quatro bilhões de anos atrás – e também descobrir se, naquela época, poderia haver condições climáticas que facilitassem a vida na superfície”, disse Koeppel. “Queríamos averiguar se poderia haver água em grau estável, como poderia ser a atmosfera e a temperatura da superfície”.

Segundo o especialista, a equipe estudou as possibilidades de “inércia térmica” de vários objetos. Basicamente, isso refere-se à habilidade de perder calor muito rápido (como acontece com grãos de areia ou poeira) ou mais devagar (como é o caso de rochas). Ao analisar as temperaturas da superfície Koeppel e o restante do time conseguiram determinar se um material estava mais solto, erodindo com mais velocidade e, consequentemente, esfriava mais rápido.

A partir daí, eles usaram instrumentos de análise remota presentes em satélites. “Assim como geólogos na Terra, nós olhamos para rochas para desvendarmos a história de ambientes do passado”, disse Koeppel. “No caso de Marte, nós estamos mais limitados. Não podemos simplesmente ir pessoalmente até uma pedra e coletar uma amostra — somos bem dependentes de dados de satélite, e cada satélite tem uma série diferente de instrumentos. Cada um desses instrumentos traz um papel para nos ajudar a descrever as rochas na superfície observada”.


Com base nesses dados, o time conseguiu analisar a inércia térmica e a evidência de erosão das rochas marcianas, descobrindo que os depósitos observados eram bem menos coesos do que se pensava, o que significa que esse ambiente só teve água por um tempo bem menor do que a média do restante do planeta. Koeppel diz que, normalmente, isso seria um “balde de água fria” – com o perdão do trocadilho -, já que a maioria das pessoas tende a pensar que, quanto mais tempo a água permanecer, maior será a chance de ela ter abrigado vida em algum momento.

Mas para nós, no entanto, isso é bem interessante, pois traz uma série de novas questões”, disse o candidato ao Ph.D. “Quais são as condições que permitiram que a água sobrevivesse ali ainda que por pouco tempo? Será que existiram geleiras que derreteram mais rapidamente por meio de enchentes enormes? Será que houve algum sistema parecido com os lençóis freáticos que escaparam à superfície rapidamente e depois voltaram para baixo?”

Todas essas são perguntas que dependem de pesquisas mais aprofundadas para serem respondidas. Mas elas ressaltam uma diferença interessante entre possíveis climas de Marte. A cratera Jezero, por exemplo, já foi moradia de um imenso lago, o que sugere a permanência prolongada de água, ao contrário dessa área ao norte.

Entender essas diferenças de climas antigos pode nos ajudar a determinar uma figura mais exata de como Marte era há bilhões de anos.

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.