Boa tarde, a Bolsa de Chicago passa operar em alta nos principais ativos com movimento de correção das baixas recentes, após chegar a recuar com a divulgação do relatório do USDA.


O USDA divulgou hoje o relatório de Estimativas de Oferta e Demanda Global Agrícola (WASDE), com aumento nos estoques globais de soja e milho 2021/22. Na safra de soja dos EUA não fez alterações, mantendo a estimativa de produção 2021/22 em 119,88 milhões de toneladas, com exportações em 56,47 milhões e estoques finais de 4,22 milhões de toneladas. Na safra de milho 2021/22 a estimativa de produção foi elevada de 380,76 milhões para 385,21 milhões de toneladas, as exportações subindo de 62,23 milhões para 63,50 milhões de toneladas e os estoques finais passando de 34,47 milhões para 36,37 milhões de toneladas.


Na safra do Brasil o USDA reduziu a estimativa de exportação de soja 2020/21 em 3 milhões de toneladas, para 83 milhões de toneladas. A estimativa de produção de milho 2020/21 foi reduzida para 93 milhões de toneladas, de 98,5 milhões da estimativa de junho.


No quadro da Argentina a estimativa de produção de soja 2020/21 foi reduzida em 500 mil toneladas, para 46,5 milhões de toneladas, e as exportações foram reduzidas de 6,35 milhões para 3,70 milhões de toneladas. Já a estimativa de produção de milho foi elevada em 1,5 milhão de toneladas, para 48,5 milhões de toneladas, com as exportações passando de 34 milhões para 35,5 milhões de toneladas.


A estimativa de importação de soja 2020/21 da China foi reduzida em 2 milhões de toneladas, para 98 milhões de toneladas, e para a safra 2021/22 as importações foram revisadas de 103 milhões para 102 milhões de toneladas.


Os fundos foram compradores de soja e farelo de soja, e vendedores de milho e trigo na CBOT na semana encerrada no dia 6 de julho, segundo o relatório de comprometimento de traders (COT). Na soja os fundos aumentaram as posições compradas em 5.923 contratos, a 82.180 contratos. No milho as posições compradas foram reduzidas em 26.063 contratos, a 219.317 contratos. No trigo os fundos passaram de 774 posições compradas para 13.617 posições vendidas.


A colheita do milho 2020/21 no Mato Grosso atingiu 35,53% até sexta-feira, contra 61,13% do mesmo período do ano passado e 53,30% da média dos últimos 5 anos, segundo o IMEA.


O número de mortos em todo o mundo causados pelo novo coronavírus (Covid-19) subiu para 4.034.645 hoje, de 4.013.175 até sexta-feira, com 186.986.396 casos confirmados. Desde sexta-feira são puco mais de 1.250.000 novos casos confirmados. Em todo o mundo já foram administradas 3.456.241.284 de vacinas contra a Covid-19, contra 3.377.362.403 da semana anterior.


No Brasil, o número de casos de COVID-19 subiu para 19.089.940 hoje, de 18.962.762 até sexta-feira, segundo o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número de mortos chegou a 533.488, de 530.179 até sexta-feira. O número de pacientes recuperados somam 17.588.312, de 17.422.854 da semana anterior.


O dólar opera com leve alta frente a outras moedas.


No Brasil a moeda recua devolvendo parte das altas recentes. O Banco Central divulgou hoje o novo boletim de mercado Focus, com expectativa de maior inflação e crescimento da economia para este ano. As instituições financeiras elevaram a expectativa para a inflação deste ano de 6,07% para 6,11% e para o crescimento do PIB de 5,18% para 5,26%. O dólar deve encerrar o ano em R$5,05 e a meta da taxa Selic em 6,63%. Para 2022 a expectativa para a inflação recuou de 3,77% para 3,75% e para o crescimento do PIB recuou de 2,10% para 2,09%. O dólar deve encerrar o próximo ano em R$5,20 e a meta da Selic em 7% ao ano, alta de 0,25 ponto percentual em relação à semana anterior.


As bolsas globais iniciam a semana em alta.


No Brasil o Ibovespa também sobe, acima dos 127 mil pontos. Na quinta-feira a bolsa chegou a recuar próximo dos 124 mil pontos, encerrando o pregão com recuo de 1,25%, aos 125.427 pontos.


Os futuros do petróleo operam com leve baixa em meio as preocupações com a desaceleração do crescimento global superando a perspectiva de aperto na oferta.


No Brasil, tempo predominantemente estável nesta semana. As chuvas voltam a cair no Sul a partir de quinta-feira.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.


Na Argentina, tempo chuvoso na porção leste do país nesta semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, tempo chuvoso em boa parte do país nesta semana.

Previsão de Precipitação EUA, 5 dias, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

60

70

Ago

85

95

Set

115

122

Fev 22

10

20

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

80

85

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

130

140

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

73

78

Ago

73

79

Set

97

105

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

130

140

Ago

110

115

Set

64

70

Cientistas reanimam criaturas congeladas há 24 mil anos

Por Karol Albuquerque, editado por Rafael Rigues, Olhar Digital


Cientistas russos conseguiram reanimar rotíferos bdeloídeos depois que esses micro-organismos passaram 24 mil anos congelados no gelo permanente do Ártico, na região da Sibéria. Esses animais multicelulares só são vistos através de microscópio e apresentam bastante resistência, podendo sobreviver não só ao congelamento, como também à seca, fome e pouco oxigênio.

O artigo relatando a pesquisa dos cientistas foi publicada nesta segunda-feira (7), na revista científica Current Biology. Os rotíferos bdeloídeos vivem, tipicamente, em ambientes aquáticos. Os animais usados no estudo foram extraídos de uma amostra de solo congelado, retirado do pergelissolo com uma perfuratriz.

Nosso relatório é a prova mais cabal até hoje de que animais multicelulares podem suportar dezenas de milhares de anos em criptobiose, estado de metabolismo quase completamente interrompido”, disse Stats Malavin, um dos pesquisadores envolvidos no estudo e integrante do Laboratório de Criologia do Solo do Instituto de Ciência de Problemas Físico-Químicos e Biológicos do Solo, em Pushchino, Rússia.

Os pesquisadores já haviam identificado, previamente, criaturas unicelulares com a capacidade de “ressuscitar” após tanto tempo. Houve ainda relatos de musgos e plantas regenerados depois de milhares de anos presos no gelo, além deum verme nematóide após 30 mil anos.

Para identificar o tempo em que os rotíferos bdeloídeos ficaram congelados, os pesquisadores usaram datação por radiocarbono. Evidências anteriores afirmamvam que esses animais poderiam sobreviver até dez anos presos no gelo. Bem menos do que os novos exemplares ficaram.

Após voltar a vida, os rotíferos conseguiram se reproduzir. Esses bichos geram descendentes através da partenogênese, processo em que o embrião se desenvolve sem fertilização.

Os cientistas acreditam que os animais têm algum mecanismo para proteger células e órgãos de danos causados pelas baixas temperaturas, pois sobreviveram à formação de cristais de gelo que ocorrem durante o congelamento lento. Agora, eles querem aprender mais sobre esses mecanismos biológicos que permitem que os rotíferos sobrevivam.

Os pesquisadores esperam que os micro-organismos ofereçam pistas sobre como preservar células, tecidos e órgãos de outros animais. Incluindo seres humanos.

É claro que quanto mais complexo o organismo, mais difícil é preservá-lo vivo congelado e, para os mamíferos, não é atualmente possível. No entanto, passar de um organismo unicelular para um organismo com intestino e cérebro, embora microscópico, é um grande passo em frente”, completou Malavin.

Via: Phys

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.