Bom dia, a Bolsa de Chicago inicia a semana em baixa com tensões comerciais. Na sexta-feira o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que deve anunciar nesta semana tarifas sobre mais US$ 200 bilhões em produtos chineses, elevando o total sobretaxado para US$ 500 bilhões, praticamente todo o volume comprado pelos EUA da China. Já a China disse que pode rejeitar novas negociações comerciais se mais tarifas forem impostas, além de recorrer à Organização Mundial do Comércio (OMC).

A soja segue pressionada e já está próxima de renovar mínimas, rumo aos US$8,00.

Os fundos foram majoritariamente vendedores na CBOT na semana encerrada no dia 11 de setembro, segundo o relatório de posicionamento de traders (COT): Soja (na semana: -5.520; posição total: -68.269); milho (-6.587; -63.470); trigo (-24.351; 18.415); óleo de soja (-9.327; -97.356); Farelo de soja (+8.733; +30.134).

As exportações de soja do Brasil para a China somaram 50,9 milhões de toneladas de janeiro a agosto, segundo o Ministério da Agricultura. O volume representa 78,8% de toda a soja exportada pelo Brasil no período. Nos oito primeiros meses de 2018, as exportações de soja do Brasil somaram um recorde de 64,6 milhões de toneladas, contra 56,9 milhões de toneladas no mesmo período de 2017.

O USDA divulga na tarde de hoje o primeiro levantamento a nível nacional da colheita da soja dos EUA, com expectativa da colheita em 3%, assim como na média dos anos anteriores. No milho, a expectativa é de colheita em torno de 10%, também em linha com a média.

A NOPA (Associação Nacional dos Processadores de Oleaginosas dos EUA) divulga hoje o relatório de esmagamento de soja dos EUA de agosto, com expectativa de 163,87 milhões de bushels, um recorde para o mês. Os estoques de óleo devem cair a 1,762 bilhão de libras-peso.

O dólar opera em baixa frente a outras moedas lá fora.

No Brasil, a moeda abriu em alta com foco nas eleições e agora vale R$4,1700, +0,08% (10h15). Nova pesquisa de intenção de votos do Instituto FSB encomendado pelo BTG Pactual, foi divulgada na manhã de hoje. A pesquisa mostrou Jair Bolsonaro (PSL) com 33% das intenções de voto, três pontos percentuais acima da semana passada. Fernando Haddad (PT), passou de 8% para 16%, assumindo a segunda colocação. Ciro Gomes (PDT), subiu a 14%, de 12% da semana anterior. Geraldo Alckmin (PSDB) tem 6%. Marina Silva (Rede) tem 5%. Na pesquisa de segundo turno, Bolsonaro ganharia de Haddad por 46% a 38%, e contra Ciro Gomes, Bolsonaria empataria com 42%. A rejeição de Bolsonaro foi de 45% nesta pesquisa, Haddad com 48%, Ciro com 46% e Marina Silva com 58%. O Instituto FSB entrevistou 2 mil eleitores ente 15 e 16 de setembro. A margem de erro no total da amostra é de 2 pontos percentuais, com intervalo de confiança de 95%.

Começa amanhã a reunião de dois dias do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central), com expectativa de manutenção da taxa Selic em 6,5% ao ano.

O Banco Central divulgou na manhã de hoje o novo boletim de mercado Focus, com expectativa de maior inflação e menor crescimento da economia para este ano. Para 2018, a expectativa para a inflação subiu de 4,05% para 4,09%, enquanto a expectativa para o crescimento da economia caiu de 1,4% para 1,36%. O dólar deve terminar o ano em R$3,83 e a meta da Selic em 6,5%. Para 2019, a expectativa para a inflação permaneceu em 4,11% e a expectativa para o crescimento da economia permaneceu em 2,5%. O dólar deve terminar 2019 em R$3,75 e a meta da Selic em 8%.

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) subiu 0,57% em julho ante junho, na série com ajuste sazonal, segundo o BC. A alta vem depois de avanço de 3,42% em junho, dado revisado, em movimento de recuperação após a greve dos caminhoneiros. No ano, o IBC-Br sobe 1,19%, e em 12 meses, o índice sobe 1,46%.

As bolsas mundiais iniciam a semana majoritariamente em baixa com tensões comerciais.

Os futuros do petróleo operam em alta com o dólar mais fraco.

A inflação ao consumidor da zona do euro medido pelo índice de preços ao consumidor (CPI) cresceu 2,0% em agosto na comparação anual, segundo a Eurostat. O resultado veio em linha com o esperado e de acordo com a meta do BCE.

CLIMA

No Brasil, tempo chuvoso no Centro-Sul nesta semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.

Na Argentina, tempo chuvoso nesta semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, tempo chuvoso no Meio-Oeste nesta semana.

Previsão de Precipitação EUA, 5 dias, em polegadas.

PRÊMIOS

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário