Boa tarde, a Bolsa de Chicago inicia a semana entre ganhos e perdas com a soja e derivados em alta com foco na demanda enquanto o milho e trigo recuam com movimento de realização das altas recentes.

O USDA divulga logo mais o relatório de andamento de safra dos EUA, com expectativa da colheita de soja em 88% e do milho em 75%.

O horário de verão acaba neste domingo (1) nos EUA, onde os relógios serão atrasados em 1 hora. Com isso, o horário de negociação na CBOT será das 22:00-10:45 no pregão noturno e das 11:30-16:20 no pregão regular, horário de Brasília. No Brasil o Ministério de Minas e Energia manteve a recomendação de não se adotar o horário de verão neste ano.

O USDA reportou hoje a venda de 120.700 toneladas de soja 2020/21 para destinos desconhecidos e 135.000 toneladas de farelo de soja 2020/21 para as Filipinas.

O plantio de soja 2020/21 no Brasil atingiu 16,3% até sexta-feira, contra 30,8% do mesmo período de 2019 e 27,7% da média, segundo a Safras & Mercado. Segundo a consultoria, o Paraná é o estado mais adiantado com 35% da área semeada, seguido por Mato Grosso com 26% e Mato Grosso do Sul com 18%.

O plantio de soja 2020/21 no Mato Grosso atingiu 24,87% até sexta-feira, contra 64,50% do mesmo período de 2019 e 48,70% da média dos últimos 5 anos, segundo o IMEA.


Os fundos foram grandes compradores de commodities na CBOT na semana encerrada no dia 20 de outubro, segundo o relatório de comprometimento de traders (COT). Os fundos aumentaram as posições compradas na soja em 5.447 contratos, a 231.892 contratos. No milho as posições compradas foram aumentadas em 47.956 contratos, a 218.825 contratos. No trigo os fundos compraram 11.138 contratos, para 49.728 contratos.


O número de mortos em todo o mundo causados pelo novo coronavírus (COVID-19) subiu para 1.155.914 hoje, de 1.139.296 até sexta-feira, com 43.215.856 casos confirmados. Desde sexta-feira são quase 1.400.000 novos casos confirmados em todo o mundo. O número de recuperados da pneumonia causada pelo vírus chegou a 29.023.225 hoje, de 28.410.322 até sexta-feira.


No Brasil, o número de casos de COVID-19 subiu para 5.394.128 hoje, de 5.323.630 até sexta-feira, segundo o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número de mortos chegou a 157.163, de 155.962 até sexta-feira. O número de pacientes recuperados somam 4.835.915, de 4.779.295 até sexta-feira.


O dólar opera com leve alta frente a outras moedas. Os EUA registraram 83.000 novos casos de COVID-19 na sexta-feira e sábado, ultrapassando o recorde anterior de cerca de 77.300 casos estabelecido em julho, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins. Os dados também mostraram que o país notificou uma média de 68.767 casos por dia nos últimos sete dias, também um recorde.


A venda de casas novas nos EUA recuaram 3,5% em setembro ante agosto, para taxa sazonalmente ajustada de 959.000 unidades, segundo o Departamento de Comércio. Em agosto as vendas haviam crescido 3% ante julho. O preço médio das novas casas ficaram em US$326.800.


No Brasil o dólar sobe acompanhando a desvalorização das moedas dos países emergentes. Na sexta-feira a moeda subiu 0,66%, a R$5,6307. Começa amanhã a reunião de 2 dias do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, com expectativa de manutenção da meta da Selic em 2% ao ano. A atividade industrial do Brasil medida pelo índice de evolução da produção atingiu 59,1 pontos em setembro, de 58,7 em agosto, segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI). “A atividade industrial de setembro se mostrou um ponto fora da curva para o mês. Nesse mês, podemos observar com clareza o processo de recuperação da economia, a alta de demanda e a necessidade de repor os estoques, que seguem baixos”, segundo o gerente de Análise Econômica da CNI, Marcelo Azevedo.

O Banco Central divulgou hoje o novo boletim de mercado Focus, com expectativa de maior inflação e menor retração da economia para este ano. As instituições financeiras elevaram a expectativa para a inflação deste ano de 2,65% para 2,99% e reduziram a expectativa para a retração do PIB de 5% para 4,81%. O dólar deve encerrar o ano em R$5,40 e a meta da taxa Selic em 2%. Para 2021 a estimativa para a inflação subiu de 3,02% para 3,10% enquanto a estimativa para o crescimento do PIB caiu de 3,47% para 3,42%. O dólar deve encerrar o próximo ano em R$5,20 e a Selic em 2,75%, alta de 0,25 ponto percentual em relação à semana anterior.


As bolsas globais operam majoritariamente em baixa com temores sobre a segunda onda de infecções pelo coronavírus nos EUA e Europa.


No Brasil o Ibovespa recua acompanhando o exterior. Na sexta-feira a bolsa caiu 0,65%, aos 101.259 pontos, acumulando alta de 3,05% na semana.


Os futuros do petróleo também recuam com temores associados ao COVID-19.


No Brasil, tempo chuvoso em todo o país nesta semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.


Na Argentina, tempo chuvoso em parte do país nesta semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.


Nos EUA, tempo chuvoso em boa parte do país nesta semana.

Previsão de Precipitação EUA, 5 dias, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

210

220

Fev

115

125

Mar

85

95

Abr

85

95

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

31

32

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

600

650

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

90

94

Dez

89

93

Jan

88

92

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

77

81

Dez

76

80

Jan

79

83

SpaceX pretende construir rede de satélites Starlink também em Marte

Constelação já está sendo desenvolvida no nosso planeta; foco é estabelecer comunicação com futuros habitantes do planeta vermelho

Leticia Riente, editado por Fabiana Rolfini, Olhar Digital


A SpaceX, empresa do bilionário Elon Musk, avança nos planos de construir uma cidade em Marte. Agora, a intenção é instalar uma estrutura Starlink no planeta vermelho para que a comunicação com a Terra seja possível. O objetivo é criar uma rede de internet banda larga por meio de satélites.

A informação foi divulgada pela presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell, em entrevista à revista Time. “Assim que levarmos as pessoas a Marte, elas precisarão de capacidade para se comunicar. Na verdade, acho que será ainda mais crítico ter uma constelação como Starlink ao redor de Marte”, relevou Gwynne.

A presidente da SpaceX ainda comentou que será necessário instalar a rede também em outras partes do espaço para a plena comunicação. “E é claro que você precisa conectar os dois planetas também, por isso nos certificamos de que temos uma telecomunicação robusta entre Marte e de volta à Terra”, acrescentou ela.

Na entrevista Gwynne também frisou sobre a importância do desenvolvimento de uma civilização interplanetária. “Não estamos desistindo da Terra quando falamos sobre a construção de capacidade para mover a humanidade para outros planetas. Na verdade, é apenas dar outra chance à humanidade no caso de haver algum evento horrível na Terra; para mover pessoas e salvar a humanidade, permitindo-lhes um segundo lugar, uma segunda Terra para viver”, disse.

Elon fundou esta empresa com o propósito de construir essa capacidade de transporte que permitiria aos humanos se moverem para outros planetas”, falou Gwynne sobre o rápido progresso em direção à possibilidade de os humanos habitarem outros planetas. “Lembro-me de uma entrevista com Elon em 2002, e ele tinha uma meta muito ambiciosa. Parecia absolutamente insano na época, e agora quase 20 anos depois, na verdade não soa tão insano”, finalizou.

Starlink na Terra

Enquanto a rede Starlink ainda é estudada para ser instalada em Marte, na Terra ela já pode ser disponibilizada como uma versão beta ao público. A novidade foi anunciada depois do lançamento do 13º lote de satélites do projeto. São 775 satélites em órbita, quase a metade dos 1.584 necessários para completar a primeira “camada” ao redor do planeta para fornecer cobertura global.

De acordo com Elon Musk, o objetivo é de assim que estes últimos satélites alcançarem suas posições definitivas em órbita, e empresa libere uma versão para testes para o público do norte dos Estados Unidos e sul do Canadá.

Via: Futurism

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário