Boa tarde, a Bolsa de Chicago opera mista nesta sexta-feira, com a soja e milho dando sequência a baixa de ontem enquanto o trigo recupera parte das perdas.


Fundos vendedores ontem estimados em 10.500 contratos de soja, 8.500 contratos de trigo, 6.500 contratos de milho, 5.000 contratos de farelo de soja, 2.000 contratos de óleo de soja.

O USDA reportou hoje a venda de 100.000 toneladas de soja 2021/22 para o México.

A China importou um volume recorde de 48,95 milhões de toneladas de soja no primeiro semestre deste ano, segundo dados da alfândega chinesa. A expectativa para o restante do ano é de que as importações fiquem mais lentas por conta do colapso na lucratividade do setor de suínos e um forte aumento no uso de ração a base de trigo.

A colheita do milho 2020/21 na Argentina atingiu 72,2%, registrando um avanço na semana de 9,8 pontos percentuais, segundo a Bolsa de Cereales de Buenos Aires. A estimativa de produção segue em 48 milhões de toneladas, 3,5 milhões a menos em relação à safra anterior.


O plantio de trigo 2021/22 na Argentina atingiu 97,9% dos 6,5 milhões de hectares projetados para esta safra. Na semana o avanço foi de apenas 1,7 ponto percentual por conta da falta de umidade em algumas áreas e pelo excesso de umidade em outras.


O número de mortos em todo o mundo causados pelo novo coronavírus (Covid-19) subiu para 4.139.009 hoje, de 4.130.687 até ontem, com 192.735.392 casos confirmados. Desde ontem são mais de 550.000 novos casos confirmados. Em todo o mundo já foram administradas 3.722.606.684 de vacinas contra a Covid-19, contra 3.722.115.780 do dia anterior.


No Brasil, o número de casos de COVID-19 subiu para 19.523.711 hoje, de 19.473.954 até ontem, segundo o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número de mortos chegou a 547.016, de 544.180 até ontem. O número de pacientes recuperados somam 18.259.711, de 18.206.173 do dia anterior. Balanço da vacinação contra Covid-19 aponta que o Brasil já aplicou a primeira dose da vacina em 93.225.911 pessoas, o que representa 44,02% da população brasileira, e 36.533.170 pessoas (17,25% da população do país) já estão completamente imunizadas com a segunda dose ou com a dose única.


O dólar opera com leve alta frente a outras moedas.


Os setores industrial e de serviços dos EUA medido pelo índice de gerentes de compras (PMI) recuou para 59,7 em julho, de 63,7 em junho, segundo a IHS Markit. O PMI industrial subiu de 62,1 para 63,1 enquanto o PMI de serviços recuou de 64,6 para 59,8.


No Brasil o dólar opera com leve baixa. Ontem a moeda subiu 0,43%, a R$ 5,2123. A prévia da inflação oficial, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de julho foi de 0,72%, ficando 0,11 ponto percentual abaixo da taxa de junho (0,83%), segundo o IBGE. Essa foi a maior variação para um mês de julho desde 2004, quando o índice foi de 0,93%. No ano, o índice acumula alta de 4,88% e, em 12 meses, de 8,59%, acima dos 8,13% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em julho de 2020, a variação havia sido de 0,30%.


Dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, sete tiveram alta de preços em julho. O maior impacto (0,33 p.p.) e a maior variação (2,14%) vieram de Habitação. A segunda maior contribuição veio dos Transportes (1,07% e 0,22 p.p.), embora tenha desacelerado em relação ao mês anterior (1,35%). Na sequência, veio Alimentação e bebidas (0,49%), cujo resultado ficou acima do IPCA-15 de junho (0,41%) e contribuiu com 0,10 p.p. no índice do mês. O grupo Saúde e cuidados pessoais (-0,24%), por sua vez, apresentou queda em relação ao mês anterior e contribuiu com -0,03 p.p. no índice geral. Os demais grupos ficaram entre o -0,04% de Comunicação e o 0,81% de Artigos de residência.


As bolsas globais operam majoritariamente em alta nesta sexta-feira.

Os futuros do petróleo operam com leve baixa devolvendo parte da forte alta dos últimos pregões.


O PMI Composto da zona do euro subiu de 59,5 em junho para 60,6 em julho, segundo a IHS Markit. O PMI de serviços da zona do euro aumentou de 58,3 para 60,4 no mesmo período enquanto o PMI industrial do bloco caiu de 63,4 em junho para 62,6 em julho.


No Brasil, tempo predominantemente estável até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.

Na Argentina, tempo estável até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, tempo chuvoso em boa parte do Meio-Oeste durante o fim de semana, porém com pouco volume.

Previsão de Precipitação EUA, 72 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

75

85

Ago

80

90

Set

120

130

Fev 22

10

20

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

100

115

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

150

160

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

74

80

Ago

74

80

Set

97

105

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

150

160

Ago

115

120

Set

64

70

Cientistas convertem palha de cana em nanocristais fortes como aço

Luciana Penante, via nexperts, Tecmundo


Do lixo ao luxo: a palha da cana, um resíduo abundante da produção de açúcar e álcool, nas mãos de um químico e de pesquisadores da Embrapa está se transformando em cristais – para sermos exatos, nanocristais de lignocelulose (LCNCs), também conhecidos como whiskers.

O material biodegradável tem o formato de um grão de arroz, resistência mecânica similar à do aço e grande potencial de aplicação nas indústrias petroquímica, farmacêutica e eletrônica.

Atualmente, a palha de cana é um resíduo de produção, com volume estimado entre 10 e 20 toneladas de matéria seca por hectare. Ela é utilizada na geração de energia térmica ou deixada no campo para agregar matéria orgânica ao solo. A pesquisa supervisionada pela Embrapa abre um novo caminho de possibilidades, com aplicações nobres do resíduo em produtos com alto valor agregado, conhecidos como green materials – retirados de fibras vegetais como as de algodão e eucalipto.

De medicamentos a dispositivos eletrônicos

Os nanocristais, embora semelhantes a grãos de arroz, têm espessura cerca de 200 mil vezes menor. Na indústria, eles podem substituir alguns produtos de base petroquímica e têm potencial para uso em produtos que vão de medicamentos a dispositivos eletrônicos, além de produtos de consumo, sensores, aerogéis, adesivos, filtros, embalagem para alimentos, engenharia de tecidos, entre outras utilidades.

Os nanocristais servem como aditivos, melhorando as propriedades dos materiais usados em embalagens e filmes, por exemplo”, explicou Cristiane Sanchez Farinas, coordenadora da pesquisa – que foi conduzida pelo químico Stanley Bilatto, sob supervisão dos pesquisadores da Embrapa Instrumentação de São Paulo.

Como os nanocristais de cana foram obtidos

Luiz Henrique Capparelli Mattoso, o pesquisador que iniciou o estudo, é engenheiro de materiais com pós-doutorado em Nanotecnologia nos Estados Unidos. Ele iniciou os estudos com materiais verdes em 2007 e descobriu que é possível obtê-los a partir de fibras lignocelulósicas de bagaço da cana, cascas de coco e de arroz, algodão, eucalipto, entre outras – até mesmo de resíduos como a madeira de reflorestamento descartada pela indústria.


A palha convertida em nanocristais de celulose foi pré-tratada com solvente orgânico (organosolv) e hidrólise ácida. Os LCNCs obtidos apresentaram alto rendimento e estabilidade térmica, além de índice de cristalinidade de 80% – propriedade que determina as propriedades físicas, mecânicas e químicas relacionadas à estrutura de estado sólido do produto.

Os resultados demonstraram a extração efetiva de nanocristais de celulose com lignina residual da palha da cana-de-açúcar, abrindo a possibilidade de obtenção de nanomateriais de alto valor agregado, uma contribuição para a sustentabilidade de futuras biorrefinarias de biomassa lignocelulósica”, relatou Bilatto.

Em 2019 os pesquisadores da Embrapa, em parceria com a startup Bio Nano, começaram a testar a produção de nanocristais de celulose (CNC) em escala-piloto, utilizando eucalipto e algodão. O próximo passo será escalonar a produção e acelerar o processo para torná-lo economicamente viável.

Resistência de aço, porém sustentável

O grande diferencial dos nanocristais de cana é o de que apesar de eles serem altamente resistentes, como o aço, provém de fontes sustentáveis, como fibras vegetais – e com vantagens: “Ainda é possível a sua adição a outros materiais, mudando suas propriedades mecânicas”, afirma Mattoso. Essas características têm atraído indústrias no mundo todo.

Combustível para produção de energia

Os LCNCs podem ser utilizados como combustível em biorrefinarias, que utilizam matérias-primas renováveis e seus resíduos (biomassa) para a produção, por rota química ou biotecnológica, de substâncias e energia, com a mínima geração de resíduos e emissões de gases poluidores, segundo a literatura especializada. Portanto, os nanocristais de cana são potenciais candidatos a futuro combustível para a produção de energia menos poluente.

Em 2020, a produção brasileira de cana-de-açúcar, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi de 677,9 milhões de toneladas. Só em São Paulo, está 55% do total no País. E a palha da cana é um dos principais resíduos de biomassa lignocelulósica gerados nas usinas brasileiras de açúcar ou etanol – setor sucroalcooleiro.

O resíduo da palha de cana agora pode se tornar uma fonte alternativa renovável e sustentável aos combustíveis fósseis, responsáveis em grande parte pelas emissões dos gases causadores do efeito estufa. As informações são da assessoria de comunicação da Embrapa.

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.