Bom dia, a Bolsa de Chicago segue paralisada por conta do feriado de Thanksgiving ontem nos EUA. O CBOT terá reabertura hoje no pregão regular, com fechamento mais cedo, às 15h05 (horário de Brasília).

O plantio de soja 2023/24 no Rio Grande do Sul alcançou 25%, contra 55% do mesmo período do ano passado e 63% da média dos últimos 5 anos, segundo a Emater/RS. De acordo com o relatório semanal, “as condições climáticas, predominantemente chuvosas, na maior parte do período e em grande parte do estado, prejudicaram o avanço do cultivo, resultando na suspensão ou no avanço pouco expressivo da semeadura. Na Região Sul, a ocorrência de volumes menores de chuvas possibilitou um progresso mais significativo.”


O plantio do milho 2023/24 no RS atingiu 82%, em linha com o ano anterior e abaixo dos 85% da média.


O plantio de soja 2023/24 na Argentina atingiu 34,8%, registrando avanço semanal de 17,4 pontos percentuais, segundo a Bolsa de Cereales de Buenos Aires. Os maiores avanços estão concentrados nos Núcleos Norte e Sul, onde a 1a safra cobre mais de 70% da área projetada.


O plantio de milho 2023/24 na Argentina atingiu 26,2% dos 7,1 milhões de hectares projetados para esta safra. Os plantios precoces passam por fases vegetativas com bom abastecimento hídrico em geral, embora com reservas limitadas para entrada em fases reprodutivas. Do total semeado, 96% apresenta condições de normal a boa.


A colheita do trigo 2023/24 na Argentina chegou a 26,4%, com avanço semanal de 6,2 pontos percentuais. Frente ao mesmo período do ano passado a colheita está adiantada 13,9 pontos percentuais. Com produtividade média de 1,83 tonelada por hectare, a estimativa de produção é de 14,7 milhões de toneladas.


O dólar opera com leve baixa frente a outras moedas.


No Brasil o dólar recua acompanhando o exterior. Com o feriado nos EUA, a moeda fechou o dia de ontem praticamente estável, com alta de 0,11%, a R$ 4,9068. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vetou ontem integralmente o projeto que prorroga a desoneração da folha de pagamento de 17 setores da economia brasileira. Entre as 17 categorias de que trata o projeto, que empregam quase 9 milhões de pessoas, estão: indústria (couro, calçados, confecções, têxtil, proteína animal, máquinas e equipamentos); serviços (tecnologia da informação, call center, comunicação); transportes (rodoviário de cargas, rodoviário de passageiros urbano e metro ferroviário); construção (construção civil e pesada). O projeto permite que empresas desses setores substituam a contribuição previdenciária, de 20% sobre os salários dos empregados, por uma alíquota sobre a receita bruta do empreendimento, que varia de 1% a 4,5%, de acordo com o setor e serviço prestado. Os parlamentares da Câmara e Senado já começaram as articulações para derrubar o veto.


As bolsas globais operam majoritariamente em alta nesta sexta-feira.


Os futuros do petróleo recuam após a OPEP+ adiar a reunião do grupo para o próximo dia 30. A reunião estava marcada para este fim de semana.


No Brasil, tempo chuvoso em boa parte do país até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.

Na Argentina, tempo chuvoso em boa parte do país até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.


Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

10

22

Fev24

-66

-50

Mar24

-100

-88

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

21

27

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

-6

0

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

74

80

Dez

75

79

Jan

76

80

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

68

71

Dez

71

77

Jan

59

64

Samsung quer produzir chips com apenas 1,4 nanômetro até 2027

A Samsung está determinada a liderar na produção de chips avançados, anunciando planos para fabricar chips de 1,4 nanômetros em 2027, empregando a tecnologia de transistores GAA, numa competição acirrada com Intel e TSMC. Isso marcará um avanço notável em termos de desempenho e eficiência energética na indústria de semicondutores.

Por Ademilson Ramos, Engenharia É


A Samsung está determinada a não ser deixada para trás na corrida em direção à produção de chips com tecnologia de fabricação mais avançada. A empresa anunciou oficialmente seus planos de fabricar chips de apenas 1,4 nanômetros (nm) a partir de 2027, uma conquista que promete oferecer um equilíbrio notável entre alto desempenho e eficiência energética.

Jeong Gi-Tae, vice-presidente da Samsung Foundry, a divisão de semicondutores da empresa, revelou esses ambiciosos objetivos ao The Elec. Ele enfatizou que a Samsung planeja atingir a marca de 1,4 nm usando a tecnologia de transistores do tipo GAA (Gate All Around), confirmando seus planos anunciados em 2022.

Conforme informações da ASML, uma empresa especializada no desenvolvimento de máquinas para a fabricação de chips, os transistores GAA (ou GAAFET) adotam uma estrutura de nanofolhas empilhadas. Essa inovação permite que a porta de controle, responsável por regular a condutividade elétrica, envolva todos os lados do canal do transistor por onde a corrente elétrica flui.

Essa abordagem tem a vantagem de reduzir o vazamento de corrente elétrica. Isso possibilita a produção de transistores de tamanho extremamente reduzido, ao mesmo tempo em que se aumenta o nível de corrente que pode passar por eles.

Chips de 3 e 2 nanômetros (nm) estarão disponíveis antes da tecnologia de 1,4 nm

Os transistores GAA são ideais para chips com processos de 3 nm ou menos. Portanto, a Samsung está adotando uma abordagem progressiva para atingir a tecnologia de 1,4 nm.

A jornada começou em 2022 com o anúncio do processo SF3E, que utiliza transistores GAA para a produção de chips de 3 nm. A produção em grande escala desses chips está programada para iniciar a partir de 2024.

Em 2025, a Samsung planeja lançar o aprimoramento do processo, denominado SF3P, uma versão otimizada do processo de 3 nm. Em seguida, a empresa planeja introduzir chips de 2 nm (SF2) em 2025 ou 2026, também baseados na tecnologia de transistores GAA.

Caso os planos da Samsung se concretizem, a empresa começará a fabricar seus primeiros chips com um processo de 1,4 nanômetros (SF1.4) em 2027. Para alcançar esse marco, a Samsung Foundry está desenvolvendo transistores com uma estrutura de quatro nanofolhas, enquanto as tecnologias de 3 e 2 nanômetros contarão com transistores de três nanofolhas empilhadas.

A inclusão de mais nanofolhas permite uma maior corrente elétrica fluir através do transistor, o que pode resultar em um desempenho aprimorado do chip e uma otimização do consumo de energia.

Além dos benefícios esperados, alcançar a tecnologia de 1,4 nm será um feito notável, pois representa uma escala na qual cada transistor tem uma largura equivalente a apenas três átomos de silício.

Atenta à concorrência

A indústria busca constantemente a redução da escala de nanômetros como um meio de aprimorar o desempenho e a eficiência energética dos chips. A Samsung está fazendo investimentos significativos nesse segmento para não ficar para trás nessa corrida, uma vez que a Intel e a TSMC também planejam adotar transistores GAA a partir de 2024, conforme destacado pelo Tom’s Hardware.

(Fonte: Digitime Asia e Tecnoblog)

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.