Bom dia, a Bolsa de Chicago opera em baixa nos principais ativos dando sequência ao movimento de liquidação de posições. A soja e farelo têm leve alta recuperando parte do forte recuo da véspera. As cotações do farelo seguem com suporte na escassez do aditivo sintético de lisina, que é usado em compostos para rações. Já o óleo de soja segue em baixa após a Agência de Proteção Ambiental (EPA) dos EUA anunciar na última semana a redução nos mandatos de biocombustíveis para os próximos anos.


Fundos vendedores ontem estimados em 10.000 contratos de soja, 3.000 contratos de farelo de soja, 3.000 contratos de milho, 1.000 contratos de óleo de soja. Fundos compradores estimados em 2.000 contratos de trigo.

Os embarques semanais de soja dos EUA foram de 1,72 milhão de toneladas na semana encerrada no dia 9 de dezembro, contra 2,33 milhões da semana anterior e 2,46 milhões do mesmo período do ano passado. Desse total, 734 mil toneladas tiveram como destino a China e 226 mil para o Egito. Na temporada os embarques de soja somam 25,45 milhões de toneladas, contra 32,33 milhões do mesmo período da temporada 2020/21. Os embarques de milho foram de 810 mil toneladas, contra 775 mil da semana anterior e 924 mil do mesmo período de 2020. Na temporada 2021/22 os embarques de milho dos EUA somam 10,21 milhões de toneladas, contra 12,09 milhões do mesmo período da temporada anterior.


O dólar opera com leve baixa frente a outras moedas. Começa hoje a reunião de dois dias do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC), com expectativa de manutenção dos juros na faixa atual, entre 0-0,25%. O Fed deve dobrar o ritmo da redução da compra de ativos para US$ 30 bilhões, o que encerraria aproximadamente os US$ 120 bilhões em compras mensais de ativos até março. A expectativa é de que o Fed aumentará os juros três vezes em cada um dos próximos dois anos, começando em maio de 2022.


No Brasil a moeda recua devolvendo parte da alta da véspera. Ontem a moeda subiu 1,01%, a R$5,6711. O Banco Central oferta hoje até 15 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem de contratos com vencimento em 1o de fevereiro de 2022 e o leilão de venda conjugado com leilão de compra de moeda estrangeira no mercado interbancário de câmbio no valor de até US$ 1 bilhão. O Banco Central divulgou hoje a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), quando elevou a meta da Selic em 1,50 ponto percentual, para 9,25% ao ano. O BC destacou que o ambiente externo se tornou menos favorável e que a divulgação do PIB do terceiro trimestre no Brasil revelou evolução ligeiramente abaixo da esperada. A inflação ao consumidor segue elevada, com alta disseminada entre vários componentes, e tem se mostrado mais persistente que o antecipado. A alta nos preços dos bens industriais ainda não arrefeceu e deve persistir no curto prazo, enquanto a inflação de serviços acelerou, refletindo a gradual normalização da atividade no setor, dinâmica que já era esperada. Questionamentos em relação ao futuro do arcabouço fiscal atual resultam em elevação dos prêmios de risco e elevaram o risco de desancoragem das expectativas de inflação. O Copom reitera que o processo de reformas e ajustes necessários na economia brasileira é essencial para o crescimento sustentável da economia. Esmorecimento no esforço de reformas estruturais e alterações de caráter permanente no processo de ajuste das contas públicas podem elevar a taxa de juros estrutural da economia. Considerando o cenário básico, o balanço de riscos e o amplo conjunto de informações disponíveis, o Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa básica de juros em 1,50 ponto percentual, para 9,25% a.a. Para a próxima reunião, o Comitê antevê outro ajuste da mesma magnitude. O Copom enfatiza que os passos futuros da política monetária poderão ser ajustados para assegurar a convergência da inflação para suas metas, e dependerão da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação para o horizonte relevante da política monetária.


O volume de serviços no Brasil caiu 1,2% em outubro frente a setembro, na série com ajuste sazonal, acumulando uma queda de 1,9% nos dois últimos meses, segundo o IBGE. Essa perda não elimina o ganho do período abril-agosto de 2021 (6,2%), mas reduz o distanciamento com relação ao nível pré-pandemia. Em outubro, o setor de serviços estava 2,1% acima do patamar de fevereiro de 2020. Na série sem ajuste sazonal, no confronto com outubro de 2020, o volume de serviços avançou 7,5%, a oitava taxa positiva consecutiva. No acumulado do ano, o volume de serviços avançou 11,0% frente a igual período de 2020. O acumulado nos últimos doze meses passou de 6,8% em setembro para 8,2% em outubro de 2021, mantendo a trajetória ascendente iniciada em fevereiro de 2021 (-8,6%) e alcançando a maior taxa da série histórica, iniciada em dezembro de 2012.


O recuo de 1,2% do volume de serviços de setembro para outubro foi acompanhado por quatro das cinco atividades investigadas, com destaque para serviços de informação e comunicação (-1,6%) e de outros serviços (-6,7%). As demais quedas vieram de serviços profissionais, administrativos e complementares (-1,8%) e de transportes (-0,3%). Já a única taxa positiva do mês ficou com serviços prestados às famílias, que subiram 2,7% em outubro, seu sétimo avanço consecutivo, período em que acumularam alta de 57,3%.


As bolsas globais operam majoritariamente em baixa.


Os futuros do petróleo também recuam com ômicron no radar. O Reino Unido está enfrentando uma “onda gigantesca” de infecções da nova variante do coronavírus ômicron. “Embora o Omicron represente mais de 20% dos casos na Inglaterra, já vimos o aumento para mais de 44% em Londres e esperamos que se torne a variante Covid-19 dominante na capital nas próximas 48 horas”, disse o Secretário de Saúde, Sajid Javid.


A produção industrial da zona do euro aumentou 1,1% em outubro em comparação com setembro, após recuo de 0,2% em setembro, segundo a Eurostat. Na comparação anual a produção industrial subiu 3,3%, recuando da alta de 5,1% observada em outubro.


No Brasil, chove em boa parte do país amanhã.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo chuvoso principalmente no Centro-Norte nesta semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.


Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

110

120

Fev 22

45

50

Mar 22

30

40

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

115

125

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

180

200

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

100

105

Jan

87

91

Fev

86

90

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

82

87

Jan

78

82

Fev

77

80

Empresa americana completa primeira viagem com cargueiro movido a biocombustível

Por Lucas Berredo, editado por Fábio Marton, Olhar Digital


Empresas do setor de transporte marítimo vêm estudando formas de adaptar seu trabalho aos novos requisitos ambientais. A americana Eagle Bulk, uma das maiores empresas de cargueiros de médio porte no mundo, completou recentemente sua primeira viagem com biocombustível alinhando o Sydney Eagle, um navio construído em 2015 do tamanho Ultramax (tamanho médio para um navio, menor que Post-Panamax, os maiores que conseguem atravessar o Canal do Panamá, e Capesize, os maiores de todos, que são tão grandes que não podem atravessar o Panamá).

De acordo com a empresa, o uso do biocombustível marinho “avançado” na alimentação do cargueiro, em comparação ao combustível convencional, proporcionou um corte de 90% nas emissões de CO2 ao longo do percurso. O suprimento de energia foi fornecido pela empresa holandesa GoodFuels, a primeira no mundo a lançar um biocombustível marinho — feito a partir de resíduos de madeira e oriundo das florestas da Finlândia. O Sydney Eagle partiu do porto de Terneuzen, sul da Holanda.

Esperamos que mais organizações sigam os passos da Eagle e abracem nossa confiável alternativa de carbono quase zero para os combustíveis fósseis”, relatou Isabel Welten, diretora comercial da GoodFuels. “À medida que a indústria aumenta seu empenho para cumprir as metas regulatórias ambientais em um futuro próximo.”

Matéria-prima certificada

Segundo a companhia neerlandesa, todos os biocombustíveis são produzidos a partir de matéria-prima certificada (ou seja, um produto originado de boas práticas florestais ou de acordo com as normas do FSC — Conselho de Manejo Florestal). A ideia é garantir que não haja risco de desmatamento ou competição com a indústria alimentícia. O biocombustível que, por exemplo, foi utilizado no cargueiro da Eagle Bulk também é certificado.

No fim do ano passado, a Organização Marítima Internacional (IMO, na sigla em inglês) anunciou planos para diminuir em pelo menos 50% a emissão de gases-estufa até 2050 — tendo como base o ano de 2008. O transporte marítimo é responsável por um bilhão de toneladas de emissões de carbono por ano, de acordo com a organização ambiental Clean Air Task Force.

Via AutoEvolution

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Os comentários estão fechados.