Bom dia!

 

Temor nos mercados mundiais ainda é o tema para mais esta semana, dados da indústria chinesa (FEV) divulgados no sábado, vieram muito abaixo do esperado, foram os piores dados da história recente da China.
OCDE diminui a estimativa de crescimento do PIB mundial de 2,9% para 2,4%, menor expansão desde 2009, citou o surto de coronavírus e o enfraquecimento das indústrias chinesas como principal fator de desaquecimento.

Bolsas mundiais buscam reação com sinais de novos estímulos de Bancos Centrais mundiais.
CBOT pega carona com essas informações e esboça alguma reação durante o pregão noturno.

EUA tem primeira vítima ocorreu este final de semana, autoridades começarão a examinar os viajantes em busca de coronavírus e aumentarão a produção de máscaras e kits de teste, enquanto o governo tenta garantir aos americanos que o vírus está sob controle.

O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, disse que o BC americano está monitorando o coronavírus, usará suas ferramentas e agirá de forma apropriada, se for necessário.
Para a próxima reunião, mercado espera um corte mínimo de 25 pontos, a quem aposte em um corte de 50 pontos.

No BR confirmado o segundo caso de infecção por coronavírus.
Senado e Câmara voltam a trabalhar normalmente após o recesso de carnaval, o assunto que deve ser pauta nas casas são os vetos do presidente Bolsonaro na Lei de Diretrizes Orçamentarias, e o novo marco do Saneamento.
Aprovação das reformas que o país tanto precisa deveria ser o assunto principal.

Open Banking, o BC brasileiro quer criar até o final deste ano um sistema de intercâmbio de informações bancárias, o objetivo é tornar disponível o histórico de pagamento dos clientes para a rede bancaria a fim de fomentar uma maior competitividade entre as instituições financeiras.

Colheita no BR estimada em:
SOJA 44%;
MILHO 43%;
Plantio milho segunda safra 67%;

 

Ótima semana, bons negócios.

 

 

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário