Bom dia!

 

  • Mercado segue com leve altas após otimismo das conversas via telefone das equipes envolvidas no impasse Sino-Americano, segundo manchetes de jornais chineses as equipes concordam em manter conversas estreitas e produtivas para findar a fase um do acordo, mas sem maiores detalhes de quando e onde pode ser finalmente assinado. Ou seja, mais do mesmo.
  • Modelos climáticos apontam tempo aberto para a finalização da colheita nos USA.
  • Traders devem ficar atentos aos desdobramentos da negociação entre USA e China, vendas de exportação e dados do andamento da colheita.
  • USDA deve trazer hoje:
    SOJA colhido 90%.
    MILHO 78%.
  • Fed deve divulgar a ata da última reunião nesta quarta-feira.
  • USDA anunciou que iniciara a segunda rodada de pagamentos de ajuda comercial para os agricultores. O pacote de ajusta é estimado em US$16 bilhões e deverá ser pago em 3 parcelas.
  • O Banco Popular da China, para evitar divergências nas expectativas de inflação pode ajustar levemente a política monetária com base nas mudanças no crescimento econômico e níveis de preços.
    Começou reduzindo as taxas de juros de recompra reversa de sete dias de 2,55% para 2%.
    Também injetou US$25 bilhões em dinheiro no sistema monetário por meio de operações de mercado aberto.
    E pro fim reduziu a taxa de juros de empréstimo a médio prazo de 5 anos para 3,25%.
  • BR, reformas como a tributaria estão no foco do governo e do congresso para esta semana, segundo Maia em entrevista à Bloomberg afirmou que a agenda de reformas deve ser analisada/aprovada até julho de 2020. Esta deverá ser implementada em fases, sendo a primeira a junção de impostos como o Pis/Cofins com alíquota entre 11 e 12%.
    Alcolumbre afirmou que a PEC paralela da Previdência deve poderá ser votada amanhã.

Ótima semana, vamos à luta.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário