Bom dia!

 

CBOT trabalha com leves altas, traders continuam a monitorar e se posicionar frente aos modelos climáticos mundiais, números de rendimentos de colheita nos EUA, dados de exportação e claro avanço do plantio de soja e milho na América do Sul.
Mercado aguarda para hoje à tarde os dados do relatório o CFTC (Commodity Futures Trading Commission) onde podemos ver as posições compradas/vendidas dos fundos na CBOT.

Na Argentina, a Bolsa de Cereales divulgou relatório ontem à tarde apontando a queda na produção de trigo de 17,5 para 16,8 mi tons, trazendo a estiagem como principal motivo.
Plantio de milho no país Hermano, segue com 27,5% um avanço de 4,2% na semana, abaixo do ano passado, entretanto dentro da média dos últimos anos.

Nos EUA bolsas têm leve alta, com sinais positivos sobre a aprovação de um novo pacote de estímulos. A presidente do Congresso, Nancy Pelosi, afirmou que as conversas têm avançado, mas não deu prazo para a aprovação de um acordo, e não garantiu que isso ocorra antes das eleições, em novembro.

Donald Trump e Joe Biden, protagonizaram um intenso confronto com troca de acusações pessoais e mútuas de corrupção. A 12 dias da eleição, o debate de ontem representava uma oportunidade crucial para que ambos tentassem não apenas levar sua mensagem a uma grande quantidade de eleitores como também uma diferenciação em relação ao rival.

Na Europa, a sessão é de ganhos para os principais índices.
Febre Suína Africana ronda a Europa.

No BR, polemica criada pelo presidente Bolsonaro segue em torno da aquisição ou não de vacinas contra a Covid-19. Um dia após desmentir fala do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, quanto ao plano de comprar 46 milhões de doses da vacina a ser produzida em parceria entre a chinesa e o Instituto Butantan, a diretoria do mesmo instituto afirmou que a Anvisa estaria atrasando a liberação de insumos para a produção da vacina.

 

Boa sexta-feira, bons negócios.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário