Bom dia!

 

Cbot trabalha mista neste início de segunda-feira, traders apoiados em demanda forte Chinesa e problemas de seca ao redor do mundo mantem a especulação na bolsa.
Comerciantes mantem suas atenções aos modelos climáticos para a América do sul acompanhando o desenvolvimento do plantio e lavouras por aqui.

USDA deve divulgar hoje as 17hrs novo report de progresso de colheita nos EUA, são esperados pelo mercado:
MILHO: 73% concluído;
SOJA: 87% concluído:

O relatório de Compromissos de Traders da CFTC mostrou novos fundos de posição líquida comprados +218.825 contratos de milho, longos +231.892 contratos de soja, longos +49.728 contratos de trigo, longos +34.941 contratos de gado vivo e longos +42.058 contratos de suíno magro.

As bolsas europeias e os índices futuros americanos amanheceram em baixa, com novas restrições na Europa em resposta à aceleração da propagação do coronavírus e recorde de novos casos nos EUA desde o início da pandemia.
O avanço do vírus em economias importantes também impactou bolsas asiáticas, que fecharam com tendência de baixa.

Há poucas chances quanto à aprovação de um novo pacote de estímulos para lidar com a crise causada pela pandemia nos EUA antes das eleições.

No BR, governo e congresso vêm estudando formas de criar um programa substituto ao auxílio emergencial e ao Bolsa Família, sem estourar o teto de gastos. As negociações em torno deste objetivo têm sido acompanhadas por investidores, à medida que o aumento de gastos fora do teto poderia impactar negativamente a imagem das contas públicas e as expectativas sobre a economia brasileira.

A corrida pela vacina continua, se vai ser obrigatória ou não, penso ser um segundo plano de discussão, temos que ter de fato a vacina que funcione, estamos na torcida pelos diversos cientistas que estão trabalhando intensamente para desenvolver e testar compostos que realmente imunizem a população.

E o COPOM, corta, mantem ou sobe os juros na próxima decisão na quarta-feira?

Boletim Focus nos trouxe a pouco:
Brasil, 2020/2021
PIB: -4,81%/+3,42%
Inflação: +2,99%/3,10%
Selic: 2,00%/2,75%
Dólar: R$ 5,40/R$ 5,20

 

Boa semana, bons negócios.

 

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário