Boa tarde, a Bolsa de Chicago opera em baixa nos principais ativos antes do relatório do USDA.

O USDA divulga logo mais, às 13 horas (horário de Brasília), o relatório de Oferta de Demanda Global Agrícola (WASDE) de agosto. Segundo pesquisa da Bloomberg, a estimativa média para a produtividade da soja 2020/21 dos EUA está em 51,2 bushels por acre, com produção total de 4,26 bilhões de bushels (115,94 milhões de toneladas) e estoques finais de 526 milhões de bushels. Para o milho 2020/21 dos EUA, a expectativa é de produtividade de 180,5 bushels por acre com produção total de 15,177 bilhões de bushels (385,51 milhões de toneladas) e estoques finais de 2,824 bilhões de bushels.

O USDA reportou hoje venda de 258.000 toneladas de soja 2020/21 para a China e 120.000 toneladas de soja 2020/21 para destinos desconhecidos.

A colheita de milho 2a safra 2019/20 no Paraná atingiu 50,83%, atrasado em relação à média dos últimos anos, segundo a SEAB/Deral. As lavouras estão com 45% em boas condições, 39% em condições médias e 16% em condições ruins. A maturação atinge 88% das lavouras. As condições das lavouras de trigo 2019/20 tiveram piora de 5 pontos percentuais durante a última semana, para 83% boas. A maturação atinge 8% das lavouras.


O número de mortos em todo o mundo causados pelo novo coronavírus (COVID-19) subiu para 743.599 hoje, de 737.394 até ontem, com 20.391.697 casos confirmados. Desde ontem são mais de 250.000 novos casos confirmados em todo o mundo. O número de recuperados da pneumonia causada pelo vírus chegou a 12.616.973 hoje, de 12.382.856 até ontem.


No Brasil, o número de casos de COVID-19 subiu para 3.112.393 hoje, de 3.062.374 até ontem, segundo o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número de mortos chegou a 103.099, de 101.936 até ontem. O número de pacientes recuperados somam 2.243.124, de 2.163.812 até ontem.


O dólar opera com leve baixa frente a outras moedas. A inflação ao consumidor dos EUA medido pelo índice de preços ao consumidor (CPI) subiu 0,6% em julho em uma base com ajuste sazonal, o mesmo aumento de junho, segundo o Departamento de Estatísticas Trabalhistas (BLS). O índice para todos os itens menos alimentos e energia subiu 0,6% em julho, seu maior aumento desde janeiro de 1991. O índice de todos os itens aumentou 1,0% nos 12 meses encerrados em julho, um aumento maior do que o aumento de 0,6% no período encerrado em junho. O índice para todos os itens menos alimentos e energia aumentou 1,6% nos últimos 12 meses.


No Brasil a moeda sobe mais de 1% com baixas no Ministério da Economia após a saída de mais dois secretários da equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes. O ministro Paulo Guedes anunciou na noite de ontem o pedido de demissão dos secretários especiais de Desestatização e Privatização, Salim Mattar, e de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel. Ao todo, 7 secretários já deixaram o ministério da Economia. Assessores do presidente Jair Bolsonaro avaliam que Guedes pode seguir a “debandada” de secretários e deixar o cargo se o governo decidir furar o teto de gastos públicos. Ontem a moeda fechou o dia com baixa de 0,90%, a R$5,4151. As vendas do varejo do Brasil tiveram alta de 8% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal, após crescimento de 14,4% em maio, segundo o IBGE. A média móvel trimestral cresceu 0,9% no trimestre encerrado em junho. Na série sem ajuste sazonal, em relação a junho de 2019, o comércio varejista cresceu 0,5%. Já o acumulado nos últimos 12 meses a alta foi 0,1%.


As bolsas globais operam majoritariamente em alta.


Os futuros do petróleo sobem após queda maior do que a esperada nos estoques dos EUA.


Os estoques de petróleo bruto dos EUA recuaram 4,512 milhões de barris na semana encerrada no dia 7 de agosto, a 514,097 milhões de barris, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). A expectativa do mercado estava em um recuo menor, de 2,875 milhões de barris. Os estoques de gasolina caíram 722 mil barris e os de destilados tiveram queda de 2,322 milhões de barris no período.


A economia do Reino Unido encolheu 20,4% no segundo trimestre, após queda de 2,2% no primeiro trimestre, entrando em recessão, segundo a Agência Nacional de Estatísticas. Na comparação mensal o PIB teve crescimento de 8,7%. Na comparação anual houve recuo de 21,7%.


A produção industrial da zona do euro cresceu 9,1% em junho ante maio, após alta de 12,3% em maio, segundo a Eurostat. Na comparação anual a produção industrial teve recuo de 12,3% em junho, após recuo de 20,4% em maio.


No Brasil, tempo chuvoso no Sul amanhã.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo estável amanhã.

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.

Nos EUA, tempo chuvoso em parte do Meio-Oeste amanhã.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Ago

175

195

Set

165

175

Out

160

170

Nov

160

170

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

16

22

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

250

400

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Ago

75

80

Set

74

79

Out

74

79

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Ago

51

55

Set

54

60

Out

49

53

Mapa mostra como Marte seria se fosse coberto por oceanos

Dois continentes se destacariam na superfície do planeta, um deles coroado pelo Monte Olimpo, o maior vulcão do sistema solar

Rafael Rigues, Olhar Digital


Um estudante do Nepal criou um mapa que mostra como Marte seria se tivesse 71% de sua superfície coberta por água, como acontece na Terra. O resultado seriam duas grandes massas continentais, uma delas coroada pelo Monte Olimpo, o maior vulcão do sistema solar.

Aasitya Raj Bhattarai, estudante de engenharia civil na Universidade de Tribhuvan em Kirtipur, no Nepal, criou o mapa como parte de um projeto onde calcula “o volume de água necessário para tornar a vida em Marte sustentável e as fontes necessárias para este volume, originárias de cometas que passarão próximos a Marte nos próximos 100 anos”.

No mapa de Bhattaraj o mar é representado em tons de azul, e o nível médio é de 1.211 metros abaixo do nível do “geóide”, uma média da superfície do oceano calculada removendo fatores como marés e correntes marítimas. Continentes começam em um tom esverdeado (com altitudes a partir de 1.211 metros), que progride para o marrom, branco e roxo, quanto maior a altitude. O topo do Monte Olimpo, que tem mais que o dobro da altura do Everest, estaria a 20.076 metros acima do nível do mar.


Terra 2.0?

Terraformar Marte, transformando-o em um planeta habitável, é um dos grandes sonhos de Elon Musk. Em 2015 o bilionário propôs o uso de bombas nucleares como a forma mais fácil de aquecer os polos do planeta, causando o derretimento de milhões de toneladas de gelo e gás carbônico e alterando profundamente o clima marciano.

O gás carbônico aumentaria a pressão da atmosfera marciana, facilitando a existência de água em estado líquido na superfície. Além disso, assim como na Terra, aumentaria a temperatura média do planeta, tornando o clima mais ameno para os organismos terrestres.

Antes disso Musk quer usar sua Starship, espaçonave atualmente em desenvolvimento pela SpaceX, para criar uma colônia em Marte com até 1 milhão de habitantes até o ano de 2050.

Para isso, a SpaceX teria de construir 100 Starships por ano, num total de mil naves ao longo de 10 anos, e fazer três lançamentos diários, cada um transportando mais de 100 toneladas, num total de 100 mil toneladas/ano. Isso seria feito a cada vez que a Terra e Marte ficarem mais próximos, o que acontece uma vez a cada 26 meses.

Para colocar isso em perspectiva, o executivo salienta que, se considerarmos todas as naves espaciais atualmente em operação, a capacidade total de carga útil é de apenas 500 toneladas por ano – com os foguetes da série Falcon representando cerca de metade disso.

Fonte: Inverse

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário