Boa tarde, a Bolsa de Chicago opera entre ganhos e perdas antes do acordo comercial. Expectativa logo mais para a assinatura da fase 1 do acordo comercial entre os EUA e China em cerimônia na Casa Branca. O vice-premiê chinês, Liu He, e o presidente Donald Trump assinarão o documento de 86 páginas diante de mais de 200 convidados do setor empresarial, do governo e de círculos diplomáticos. O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, afirmou que os documentos relacionados à assinatura do acordo comercial devem ser divulgados hoje mais tarde. Mnuchin disse também que os EUA vão manter tarifas sobre produtos importados da China até a conclusão da fase 2 do acordo comercial entre os países: “Essas tarifas permanecerão em vigor até que haja a fase 2. Se o presidente conseguir a fase 2 rapidamente, ele considerará liberar tarifas”. Olhando para o futuro, ele disse que um acordo comercial da Fase 2 poderia levar a mais compras chinesas de mercadorias dos EUA.

O USDA reportou hoje a venda de 126.000 toneladas de soja 2019/20 para a China.

 

A NOPA (Associação Nacional dos Processadores de Oleaginosas dos EUA) divulga hoje o relatório de esmagamento de soja nos EUA em dezembro, com expectativa de processamento de 171,6 milhões de bushels, contra 164,9 milhões de novembro e 171,8 milhões de dezembro de 2018.

A colheita de soja 2019/20 no Paraná segue lenta, com apenas 0,28% da área colhida, contra 9,9% do mesmo período do ano passado, segundo a SEAB/Deral. Nesta safra o estado deve colher 19,72 milhões de toneladas, contra 16,17 milhões da safra 2018/19.

O plantio do milho 2a safra no Paraná atingiu 0,84% dos 2,12 milhões de hectares projetados para esta safra, uma redução de 5% em relação à área da segunda safra de milho do ano passado.

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) encerrou 2019 com R$ 630,9 bilhões, 2,6% acima do obtido no ano anterior, segundo o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). O valor é recorde para a série histórica, iniciada em 1989, superando o VBP de 2017 (R$ 627,1 bilhões). No ano passado, as lavouras geraram um valor de R$ 411,1 bilhões e a pecuária, R$ 219,8 bilhões. De acordo com nota técnica do Departamento de Financiamento e Informação, da Secretaria de Política Agrícola do MAPA, o ano foi marcado pelo “crescimento extraordinário do faturamento do milho e o desempenho também excepcional da pecuária, com crescimento real de 9%. As lavouras sofreram redução de 0,5%”. Os indicadores de safra e de preços agrícolas mostram estimativas preliminares para o VBP de 2020 em R$ 674,8 bilhões, 7% superior na comparação com o de 2019. As lavouras têm previsão de crescimento de 4,6% e a pecuária, 11,3%. Entre os produtos que apresentam melhor previsão de crescimento estão o café e a soja, que devem ter ganhos de 37,6% e 15%, respectivamente.

O dólar opera com leve baixa frente a outras moedas.

A inflação ao produtor dos EUA medido pelo índice de preços ao produtor (PPI) subiu 0,1% em dezembro de 2019, ajustado sazonalmente, segundo o Departamento de Estatísticas Trabalhistas. Os preços finais da demanda permaneceram inalterados em novembro e subiram 0,4% em outubro. Em uma base não ajustada, o índice de demanda final subiu 1,3% em 2019, após um avanço de 2,6% em 2018. Os preços da demanda final, menos alimentos, energia e serviços comerciais, subiram 0,1% em dezembro, após nenhuma mudança em novembro. Em 2019, o índice de demanda final, menos alimentos, energia e serviços comerciais, subiu 1,5%, depois de avançar 2,8% em 2018.

No Brasil a moeda sobe 1% após decepção com vendas do varejo aumentarem as apostas para novo corte nos juros. Ontem a moeda caiu 0,28%, a R$ 4,1296. As vendas do comércio varejista do Brasil cresceram 0,6% em novembro de 2019 ante outubro, após alta de 0,1% em outubro, segundo o IBGE. O comércio varejista avançou 2,9% em novembro de 2019 frente a igual mês do ano anterior, oitava taxa positiva seguida nessa comparação. Com isso, o varejo acumulou avanço de 1,7% de janeiro a novembro de 2019, comparado a igual período do ano anterior. O indicador acumulado nos últimos doze meses, ao passar de um avanço de 1,8% em outubro para 1,6% em novembro. A expectativa do mercado estava em uma alta de 1,1% na base mensal e 3,8% na base anual.

As bolsas globais operam majoritariamente em baixa antes da assinatura do acordo comercial.

Os futuros do petróleo operam com leve baixa. A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) elevou hoje a projeção de crescimento na demanda global por petróleo este ano em 140 mil barris por dia (bpd), para 1,22 milhão de bpd. A OPEP elevou também a estimativa de crescimento do PIB global de 3% para 3,1%.

Os estoques de petróleo bruto dos EUA recuaram 2,549 milhões de barris durante a última semana, após alta de 1,164 milhão na semana anterior, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA).

A inflação ao consumidor do Reino Unido medido pelo índice de preços ao consumidor (CPI) ficou estável em dezembro ante novembro, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS). Na comparação anual o CPI britânico subiu 1,3% em dezembro, desacelerando da alta de 1,5% observada em novembro, recuando para o menor nível desde novembro de 2016.

O setor industrial da zona do euro avançou 0,2% em novembro de 2019 ante outubro, após recuo de 0,9% em outubro, segundo a Eurostat. Na comparação anual a produção industrial do bloco recuou 1,5%, após recuo de 2,6% em outubro. Os resultados vieram pior do que o esperado, que era de alta de 0,3% na base mensal e recuo de 1,1% na base anual.

 

No Brasil, tempo chuvoso em parte do país amanhã.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.

 

 

Na Argentina, tempo chuvoso no extremo norte do país amanhã.

 

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.

 

Prêmios                                                               *referente ao dia anterior               

 

Paranaguá

 

SOJA COMPRADOR VENDEDOR
Fev 48 58
Mar 40 48
Abr 35 45
Mai 30 38

 

FARELO DE SOJA COMPRADOR VENDEDOR
Fev -2 0
Mar -12 -10
Abr -15 -12
Mai -19 -16

 

ÓLEO DE SOJA COMPRADOR VENDEDOR
Spot 280 360

 

Golfo do México – EUA

 

SOJA COMPRADOR VENDEDOR
Fev 55 59
Mar 55 61
Abr 58 62

 

MILHO COMPRADOR VENDEDOR
Fev 57 60
Fev 54 59
Abr 57 61

 

 

Pesquisadores criam primeiros robôs vivos a partir de células-tronco

Rafael Rigues, editado por Cesar Schaeffer, Olhar Digital

Criados com células-tronco de embriões de sapos, os Xenobots podem ser programados para se locomover ou trabalhar em grupo dentro de um organismo

 

Pesquisadores da Universidade de Vermont e da Universidade Tufts, nos EUA, desenvolveram os primeiros “robôs” programáveis construídos com tecido vivo. Batizados de Xenobots, eles são construídos a partir de células-tronco embriônicas de uma espécie de sapo africano e podem trabalhar grupos, caminhar e nadar em um organismo e sobreviver semanas sem comida.

 

Segundo os pesquisadores, eles são “formas de vida completamente novas, nunca vistas na natureza”, com corpos projetados por um supercomputador. “Eles não são um robô tradicional nem uma espécie conhecida de animal. São uma nova classe de artefato: um organismo vivo e programável”, disse Joshua Bongard, um dos líderes da pesquisa na Universidade de Vermont, em um comunicado à imprensa.

 

Os robôs tradicionais “degradam-se com o tempo e podem produzir efeitos colaterais prejudiciais à saúde e ao ecossistema”, disseram os pesquisadores no estudo, publicado na segunda-feira no periódico Proceedings of the National Academy of Sciences. Como máquinas biológicas, os xenobots são mais “amigáveis” ao meio-ambiente e mais seguros para a saúde humana, segundo o estudo.

 

https://www.youtube.com/watch?v=aQRBCCjaYGE&feature=emb_logo

 

Os xenobots podem sobreviver em ambientes aquosos sem nutrientes adicionais por dias ou semanas – tornando-os adequados para a administração interna de medicamentos. Também podem se “consertar” quando danificados. Mas uma coisa que não podem fazer, por decisão dos cientistas, é se reproduzir. Eles se alimentam de lipídios e depósitos de proteína em suas células, e podem viver cerca de uma semana sem alimentos extras, ou mais tempo em um ambiente rico em nutrientes.

 

Os robôs poderiam potencialmente ser usados para uma série de tarefas, como limpar resíduos radioativos, coletar microplásticos nos oceanos, transportar remédios para dentro de corpos humanos ou até mesmo viajar para nossas artérias para remover placas de gordura. Além disso, também podem nos ajudar a compreender melhor os mecanismos da biologia celular.

 

“Se pudéssemos criar uma forma biológica em 3D sob demanda, poderíamos reparar defeitos de nascimento, reprogramar tumores em tecidos normais, regenerá-los após lesões traumáticas ou doenças degenerativas e derrotar o envelhecimento”, disseram os pesquisadores. Esta pesquisa pode ter “um enorme impacto em áreas da medicina regenerativa como construção de partes do corpo e indução da regeneração”.

 

Fonte: CNN

 

 

 

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

 

+55 (41) 3434-5757

 

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba  PR – Brasil, CEP 80.430-180.

 

www.tradincom.com

 

 

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

 

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

 

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário