Boa tarde, a Bolsa de Chicago segue em alta nos principais ativos com foco na demanda, sem grandes novidades para reverter a tendência do mercado.


Fundos compradores ontem estimados em 12.000 contratos de milho; 10.000 contratos de soja; 6.000 contratos de óleo de soja; 4.000 contratos de trigo.

O plantio de soja 2020/21 no Paraná ganhou ritmo durante a última semana, alcançando 32,23%, o dobro do semeado atá a semana anterior, segundo a SEAB/Deral.



O plantio do milho 1a safra 2020/21 no Paraná atingiu 86,05%, praticamente em linha com a média dos últimos anos. As lavouras estão com 83% boas condições, 15% em condições médias e 2% em condições ruins.


A colheita de trigo 2019/20 no Paraná atingiu 84,33%, levemente adiantado em relação aos anos anteriores. Nesta safra a produção de trigo deve crescer 55% em relação à safra anterior, totalizando 3,32 milhões de toneladas.


O número de mortos em todo o mundo causados pelo novo coronavírus (COVID-19) subiu para 1.127.637 hoje, de 1.120.003 até ontem, com 40.997.453 casos confirmados. Desde ontem são quase 500.000 novos casos confirmados em todo o mundo. O número de recuperados da pneumonia causada pelo vírus chegou a 27.975.096 hoje, de 27.755.248 até ontem.


No Brasil, o número de casos de COVID-19 subiu para 5.275.034 hoje, de 5.251.416 até ontem, segundo o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número de mortos chegou a 154.891, de 154.243 até ontem. O número de pacientes recuperados somam 4.721.593, de 4.681.659 até ontem.


O dólar segue em baixa frente a outras moedas. A presidente da Câmara dos EUA, Nancy Pelosi, disse que houve avanço na conversa com o secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, e que tem esperança de um acordo de estímulo ainda nesta semana. O chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, disse que todos estão “trabalhando muito” para chegar a um acordo até o fim de semana, acrescentando que ainda há questões pendentes.


No Brasil a moeda opera sem sentido definido. Ontem a moeda subiu 0,22%, a R$5,6122. O Banco Central realizou hoje leilão de 12 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem de contratos com vencimento em abril e julho de 2021. A Confederação Nacional da Indústria (CNI) prevê queda de 4,2% no PIB do Brasil neste ano e queda de 4,1% no setor industrial, segundo o Informe Conjuntural. No terceiro trimestre a economia deve crescer 9% em relação ao segundo, porém deve perder força no último trimestre do ano. Para o PIB da indústria a CNI prevê crescimento de 10% no terceiro trimestre.

Fundo Monetário Internacional (FMI) melhorou a perspectiva para a economia global neste ano, reduzindo a previsão de retração do PIB para 4,4%, de 5,2% da estimativa de junho. Para 2021 a previsão é de crescimento de 5,2%. Para a economia do Brasil o FMI prevê retração de 5,8% no PIB deste ano, uma melhora de 3,3 pontos percentuais em relação à estimativa anterior. Em 2021 a economia do Brasil deve crescer 2,8%.


As bolsas globais operam majoritariamente em baixa com as preocupações do avanço nos casos do coronavírus na Europa.


Os futuros do petróleo também recuam com os temores sobre uma nova queda na demanda causada pelo coronavírus.


Os estoques de petróleo bruto dos EUA recuaram 1,001 milhão de barris na semana encerrada no dia 16 de outubro, para 488,120 milhões de barris, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). O número veio praticamente em linha com o esperado. Os estoques de gasolina subiram 1,895 milhão de barris e os de destilados recuaram 3,832 milhões de barris no período.


No Brasil, tempo chuvoso em boa parte do país amanhã.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.



Na Argentina, tempo chuvoso no centro-norte amanhã.

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.


Nos EUA, tempo chuvoso em boa parte do Meio-Oeste amanhã.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

200

210

Fev

105

115

Mar

75

85

Abr

75

55

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

32

33

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

640

660

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

89

93

Dez

89

93

Jan

88

92

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

77

81

Dez

76

80

Jan

80

85

Primeira Starship rumo a Marte pode decolar em quatro anos, diz Musk

Missão, porém, não deve ser tripulada; intenção do empresário é aproveitar a segunda janela de transferência, que surge a cada 26 meses, para o vizinho espacial

Guilherme Preta, editado por Fabiana Rolfini, Olhar Digital


Elon Musk já afirmou que a missão da sua vida é levar a humanidade a Marte. Agora, o empresário declarou que a primeira missão rumo ao planeta vizinho pode ser lançada apenas em 2024. “Acho que temos uma chance de aproveitar a segunda janela de transferência para Marte”, afirmou o CEO da SpaceX.

A janela a qual Musk se refere é a que surge a cada 26 meses. Nesse período, os planetas se aproximam e as agências se aproveitam para lançar suas missões. Na última, em julho deste ano, três países enviaram equipamentos rumo a Marte. A próxima acontece em 2022 e a seguinte, em 2024.

Para chegar ao Planeta Vermelho, a SpaceX está desenvolvendo sua própria espaçonave, a Starship. A empresa está trabalhando em suas instalações no Texas, criando uma combinação de foguete e nave espacial reutilizável. O modelo ainda deve ser usado para ir à Lua e em viagens turísticas rumo a órbita terrestre.

“Minha esperança pessoal é vermos a Starship na estratosfera do fim deste ano, e se Elon estiver certo, alcance a órbita no próximo ano ou no ano seguinte”, afirmou Robert Zubrin, da Mars Society. “E então teremos a Nasa buscando financiar as peças restantes do quebra-cabeça ou empreendedores avançando para desenvolver as peças restantes”, acrescentou.


De forma bastante ousada, como é de costume, Musk afirmou que, se não fosse a mecânica orbital que pede os lançamentos a cada 26 meses, “talvez tivesse uma chance de enviar ou tentar enviar algo a Marte em três anos”. Se a projeção de Musk estiver correta, a primeira missão da SpaceX para Marte seria lançada no mesmo ano em que a Nasa pretende retornar à Lua. Para 2023, a empresa ainda pretende colocar uma nave ao redor do satélite natural para, no futuro, trabalhar com o turismo espacial.

Os planos da Starship foram revelados em 2016. A espaçonave possui 50 metros de comprimento e deve ser usada para missões no espaço profundo. Este ano, a SpaceX realizou o teste de dois protótipos, o SN5 e o SN6. Ambos atingiram uma altitude de 150 metros. O próximo passo será com o SN8, que deve voar até 20 quilômetros de altura em um futuro ainda sem data definida.

Via: Space

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário