Bom dia, a Bolsa de Chicago opera com leves baixas na véspera do relatório do USDA. O mercado também segue acompanhando as conversas entre os EUA e China e digerindo a saída dos EUA do acordo nuclear com o Irã. Ontem o presidente da China, Xi Jinping, disse que a China e os EUA deveriam manter a comunicação para tentar encontrar uma maneira de resolver adequadamente seu problema comercial e alcançar resultados mutuamente benéficos. Assim como esperado, os EUA deixaram o acordo nuclear com o Irã. O anúncio foi feito por Trump na tarde de ontem. O presidente dos EUA disse que o Irã é o principal Estado patrocinador do terrorismo e que a busca por armas nucleares é seu ato mais perigoso. Trump disse também que sanções do mais alto nível serão restauradas. Em resposta a decisão, o presidente iraniano, Hassan Rohani, disse que o Irã poderia retomar o enriquecimento de urânio industrial sem limites.

O USDA divulga amanhã, às 13 horas (horário de Brasília), o relatório de oferta e demanda de maio, com as primeiras projeções da safra 2018/19. Expectativas para os estoques 2018/19 dos EUA: soja 535 milhões de bushels; milho 1.626 milhões; trigo 930 milhões. Antes, às 9h00, a Conab divulga o 8º levantamento da safra de grãos 2017/18 do Brasil.

A colheita do milho 1ª safra no Paraná está na reta final, com 96,4% colhido, segundo a Seab/Deral.

A colheita do milho 2ª safra no Paraná inicia lentamente, com apenas 0,12% colhido. A colheita só deve ganhar força a partir da segunda quinzena de junho. As condições das lavouras pioraram drasticamente com a falta de chuvas nas últimas semanas, com 13% das lavouras em condições ruins, outros 44% em condições médias e apenas 43% em boas condições.

O plantio de trigo no Paraná segue lenta enquanto os agricultores aguardam a volta das chuvas. O plantio atingiu 7,19%, contra 32% da média dos últimos anos.

Fundos compradores ontem estimados em: 9.000 contratos de milho; 7.000 contratos de soja; 3.000 contratos de farelo de soja; 3.000 contratos de trigo. Fundos vendedores estimados em 3.000 contratos de óleo de soja.

O dólar volta a subir frente as moedas emergentes com o título do governo norte-americano de 10 anos voltando na casa dos 3%.

A inflação ao produtor dos EUA medido pelo índice de preços ao produtor (PPI) subiu 0,1% em abril ante março, desacelerando das altas dos meses anteriores, segundo o Departamento de Trabalho (BLS). O número veio abaixo do esperado pelo mercado, que era de alta de 0,2%. O núcleo do PPI, que exclui preços de energia de alimentos, subiu 0,2%, em linha com o esperado. Na comparação anual, o PPI subiu 2,6%, abaixo dos 2,8% esperados.

No Brasil, a moeda abriu com leve baixa e agora vale R$3,5920, +0,65% (10h15). A decisão do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, em não concorrer à presidência da República mexeu com os mercados no dia de ontem. Na máxima do dia, a moeda quase chegou a encostar nos R$3,60, porém acabou recuando durante a tarde. O mercado repercute também as falas do presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, na noite de ontem. Em entrevista, Ilan disse que a decisão do BC sobre os juros vai continuar focada na inflação, e que o dólar é uma questão internacional, não somente com o Brasil. O BC irá monitorar e intervir quando necessário para garantir o bom funcionamento dos mercados, acrescentou Ilan. A próxima reunião do Copom ocorre nos próximos dias 15 e 16. O Banco Central segue com a rolagem dos contratos de swap cambial com vencimento em junho, com a oferta de até 8.900 contratos no dia de hoje, equivalente a US$445 milhões.

As bolsas mundiais operam próximo à estabilidade.

Os futuros do petróleo recuperam as perdas de ontem após saída dos EUA do acordo nuclear com o Irã.


CLIMA

 

No Brasil, tempo predominantemente estável hoje.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.

Na Argentina, chove em todas as regiões produtoras hoje.

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.

Nos EUA, chove na porção leste do Meio-Oeste hoje.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.


PRÊMIOS

 



Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.
Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.
Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário