Boa tarde, a Bolsa de Chicago opera mista com o mercado se posicionando frente aos relatórios do USDA de amanhã e com expectativa da assinatura do acordo comercial EUA-China na próxima semana. Uma delegação da China liderada pelo vice-primeiro-ministro da China, Liu He, assinará a fase 1 do acordo comercial com os EUA em Washington na próxima semana, entre os dias 13 e 15, segundo informou o porta-voz de Ministério do Comércio da China, Gao Feng. No fim de dezembro o presidente Donald Trump havia dito que o acordo seria assinado no dia 15.


O USDA divulga amanhã, às 14 horas (horário de Brasília) o relatório de Oferta e Demanda Global Agrícola (WASDE). Expectativa de queda na produtividade da soja 2019/20 dos EUA para 46,5 bushels por acre, de 46,9 da estimativa de dezembro. A produção total deve cair a 3,513 bilhões de bushels (95,6 milhões de toneladas), de 3,55 bilhões da estimativa de dezembro. No milho, a produtividade deve ser reduzida a 166 bpa, de 167, e a produção deve recuar a 13,502 bilhões de bushels (342,97 milhões de toneladas), de 13,661 bilhões de dezembro.

O USDA divulga amanhã também o relatório de estoques trimestrais dos EUA.

O USDA divulgará somente amanhã o relatório de vendas semanais para exportação dos EUA devido a uma ameaça de tempestade de inverno em Washington. Expectativa de vendas de soja entre 400 mil e 850 mil toneladas, milho entre 350 mil e 725 mil toneladas.

A produção semanal de etanol de milho nos EUA caiu a 1.062 mil barris diários na semana encerrada no dia 3 de janeiro, de 1.066 mil da semana anterior e 1.000 mil barris do mesmo período do ano passado. Já os estoques subiram de 21,034 milhões para 22,462 milhões de barris, contra 23,254 milhões do mesmo período do ano passado.


O dólar segue em alta frente a outras moedas.


O setor privado dos EUA criou 202 mil empregos em dezembro, após criação de 124 mil postos em novembro (revisado de 67 mil), segundo pesquisa da ADP (Automatic Data Processing). O resultado superou a expectativa do mercado, que previa criação de 150 mil empregos. A pesquisa da ADP é considerado uma prévia do relatório de empregos mais importante dos EUA, o Payroll, que será divulgado amanhã.


Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA caíram 9.000 pedidos na semana encerrada no dia 4 de janeiro, para 214.000 pedidos, segundo o Departamento de Trabalho. A média móvel de 4 semanas, utilizada para reduzir a volatilidade do dado, caiu 9.500 pedidos, a 224.000.


No Brasil, o dólar sobe acompanhando o exterior. Ontem a moeda caiu 0,31%, a R$ 4,0518. A produção industrial do Brasil retraiu 1,2% em novembro ante outubro, anulando o crescimento de 0,8% registrado em outubro, segundo o IBGE. Na comparação anual a indústria recuou 1,7%, interrompendo dois meses de resultados positivos consecutivos: setembro (1,1%) e outubro (1,1%). O acumulado de 12 meses recuou 1,3% em novembro de 2019, repetindo os resultados de setembro e outubro.


A saída de dólares do Brasil supera a entrada em US$855 milhões nos dois dias úteis contabilizados (2 e 3 de janeiro), segundo o Banco Central. O valor é resultado de fluxo financeiro negativo de US$ 994 milhões e fluxo comercial positivo de US$ 139 milhões. Em 2019, o fluxo cambial total ficou negativo em US$ 44,768 bilhões, após saldo negativo de apenas US$995 milhões em 2018.


As bolsas globais operam majoritariamente em alta com alívio nas tensões entre EUA e Irã.


Os futuros do petróleo seguem em baixa com alívio nas tensões entre EUA e Irã, e alta nos estoques dos EUA.


A inflação ao consumidor da China medido pelo índice de preços ao consumidor (CPI) subiu 4,5% em dezembro, na comparação anual, repetindo o resultado de novembro, segundo a Agência Nacional de Estatísticas. O número veio abaixo do esperado pelos analistas, que era de alta de 4,7%. Já o índice de preços ao produtor (PPI) caiu 0,5% em dezembro sobre o ano anterior, após recuo de 1,4% em novembro.


No Brasil, tempo chuvoso em boa parte do país amanhã.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.




Na Argentina, tempo chuvoso no norte do país amanhã.

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.


Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

55

65

Mar

45

50

Abr

35

42

Mai

30

37

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

-2

-1

Mar

-13

-10

Abr

-16

-12

Mai

-22

-18

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

240

270

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

50

55

Mar

55

60

Abr

57

61

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

56

60

Fev

53

58

Abr

57

61

Cientistas brasileiros criam ‘mini-fígado’ funcional

Luiz Nogueira, editado por Matheus Luque, Olhar Digital


A ideia é criá-lo em maior escala para diminuir a fila de espera por um transplante; a rejeição desse órgão é nula, já que ele é produzido com as células do paciente

Usando células sanguíneas humanas, uma equipe de pesquisadores brasileiros do Centro de Pesquisa em Genoma Humano e Células-Tronco (HUG-CELL), conseguiram criar minúsculos organoides hepáticos que desempenham todas as funções de um fígado humano. As informações, que foram divulgadas pela Agência FAPESP, são de que houve êxito na criação de um sistema capaz de produzir proteínas vitais, armazenar vitaminas e secreção de bile.

A grande novidade é que esse “mini-fígado” pode ser criado em laboratório em um prazo de apenas 90 dias. Com isso, ele pode se tornar uma alternativa viável para a diminuição da fila de espera pelo transplante do órgão.

Para que os órgãos sejam feitos, os pesquisadores cultivam e reprogramam células-tronco humanas e, em seguida, formam o tecido usando um sistema de impressão 3D. Entretanto, a tecnologia está em um estágio tão inicial que ainda não é possível produzir um fígado em tamanho natural, mas isso deve mudar em breve.

“Mais estágios devem ser alcançados até obtermos um órgão completo, mas estamos no caminho certo para resultados altamente promissores”, disse Mariana Zatz, uma das autoras da pesquisa, à Agência FAPESP. “Outra vantagem importante é a probabilidade zero de rejeição, uma vez que as células provêm do paciente”, completa.

Em vez de imprimir as células de forma individual, a equipe desenvolveu uma técnica que envolve seu agrupamento, fazendo com que os órgãos durem muito mais do que as tentativas anteriores de órgãos criados em laboratório. Esses grupos de células são então misturados com bioink – composto semelhante ao hidrogel – e impressos para formar o órgão.

“Nessa fase, eles ainda não são tecidos porque estão dispersos, mas, como mostra nosso estudo, eles já conseguem limpar o sangue de toxinas e produzir e secretar albumina – proteína produzida apenas pelo fígado -, por exemplo”, disse Ernesto Goulart, um dos autores do estudo. “Fizemos isso em pequena escala, mas com investimento e interesse, ele pode ser facilmente ampliado”, acrescentou.

Via: Agência FAPESP

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário