Bom dia, a Bolsa de Chicago opera próximo à estabilidade, com o mercado sem forças para grandes movimentos nesta época do ano com a redução no volume de negócios. Devido ao Natal na segunda-feira, a negociação de grãos na CBOT terá fechamento mais cedo amanhã, às 16h05 (horário de Brasília).

A soja cai praticamente pelo 12º pregão seguido, pressionada pela melhora nas condições climáticas na América do Sul. Espera-se uma correção saudável de pelo menos 30 pontos, mas esta correção pode vir somente no início do próximo ano.

A produção semanal de etanol de milho nos EUA foi de 1.077 mil barris diários na semana até dia 15, contra 1.089 mil da semana anterior e 1.036 mil do mesmo período do ano passado. Os estoques caíram de 22,37 milhões para 22,32 milhões de barris, contra 19,06 milhões do mesmo período de 2016.

Fundos vendedores ontem estimados em 5.000 contratos de soja. Fundos compradores estimados em 4.500 contratos de milho e 2.500 contratos de trigo.

O USDA divulga hoje o relatório de vendas semanais para exportação dos EUA. Expectativas em milhares de toneladas: soja 1.300-1.800; milho 800-1.100; trigo 300-600; farelo 100-300; óleo de soja 5-25.

O dólar opera em alta frente a outras moedas. A Câmara dos Deputados dos EUA aprovou ontem a reforma tributária de Donald Trump, com corte de até US$1,5 trilhão em impostos no período de 10 anos. Expectativa hoje para a divulgação do PIB do 3º trimestre dos EUA, leitura final, com previsão de crescimento de 3,3%, assim como na 2ª leitura.

No Brasil, a moeda abriu com leve baixa e agora vale R$3,3020, +0,24% (10h50). O mercado reage ao Relatório Trimestral de Inflação do BC e à divulgação do IPCA-15 do IBGE. O Banco Central terminou ontem a rolagem dos contratos de swap cambial tradicional com vencimento em janeiro. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, se reuniu ontem com os representantes da 3 principais agências de classificação de risco para evitar o rebaixamento da nota de crédito do Brasil antes da votação da reforma da previdência, agendada para fevereiro. Ontem a moeda caiu 0,06%, a R$3,2945

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15) registrou alta de 0,35% em dezembro, após avanço de 0,32% em novembro, segundo o IBGE, em linha com o esperado pelo mercado. O IPCA-15 acumulou alta de 2,94% no ano de 2017.

O Banco Central divulgou na manhã de hoje o Relatório Trimestral de Inflação de dezembro, com previsão de menor inflação e maior crescimento da economia para 2017 e 2018, além de sinalizar novo corte na Selic na próxima reunião. O BC reduziu a estimativa para a inflação deste ano de 3,2%, do relatório de setembro, para 2,8%. Para 2018, a estimativa que estava entre 3,8% e 4,3%, foi estreitado para entre 4% e 4,2%. Para 2019 e 2020, as estimativas ficaram inalteradas em 4,2% e 4,1%, respectivamente. O PIB deste ano foi revisado de retração de 0,2% para crescimento de 1%, e para 2018, o BC revisou o crescimento de 2,2% para 2,6%.

As bolsas mundiais operam próximo à estabilidade com a aprovação da reforma tributária nos EUA já precificada. O Banco do Japão (BoJ) anunciou hoje que manterá agressivas suas medidas de estímulos monetários e não indicou elevação dos juros no próximo ano, já que a inflação continua bem abaixo da meta de 2% ao ano.

Os futuros do petróleo operam em baixa após crescimento maior do que a esperada nos estoques de gasolina e destilados nos EUA. Os estoques de petróleo dos EUA caíram 6,495 milhões na semana passada, para 436,491 milhões de barris, segundo o Departamento de Energia (DoE), queda maior do que a esperada. Já os estoques de gasolina subiram 1,237 milhão, para 227,783 milhões, acima das expectativas. Os estoques de destilados também tiveram alta de 769 mil barris, maior que o previsto. Os estoques de petróleo em Cushing subiram 754 mil barris, para um total de 52,998 milhões.

As vendas de casas usadas nos EUA subiram 5,6% em novembro ante com outubro, para a taxa anual sazonalmente ajustada de 5,81 milhões, o maior nível desde dezembro de 2006, segundo a Associação Nacional de Corretores de Imóveis (NAR).


CLIMA

 

No Brasil, umidade vinda da região amazônica provoca instabilidades entre o Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com alerta de temporais no PR e SP hoje.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.

Na Argentina, chove no extremo norte e região central do país hoje.

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.


PRÊMIOS

 


Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.
Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.
Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário