Bom dia, a Bolsa de Chicago segue em alta nos principais ativos, ainda refletindo a desconfiança de Donald Trump sobre o acordo comercial com a China, enquanto os traders começam a se posicionar frente ao feriado nos EUA da próxima segunda-feira (28). “Nosso acordo comercial com a China está indo bem, mas no final provavelmente teremos que usar uma estrutura diferente, pois isso será muito difícil de ser feito e verificar os resultados após a conclusão”, disse Trump no Twitter.

Protesto dos caminhoneiros entra no 4º dia. Na noite de ontem, a Câmara dos Deputados aprovou o projeto que elimina a cobrança de PIS-Cofins sobre o diesel até o fim de 2018. A Petrobras anunciou na noite de ontem uma redução de 10% por 15 dias no preço do diesel vendido pelas refinarias como um “gesto de boa vontade”. A Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam) disse hoje que os protestos serão suspensos se o governo retirar a PIS/Cofins e a Cide incidentes sobre os combustíveis e a medida entrar oficialmente em vigor.

A produção semanal de etanol de milho nos EUA caiu de 1.058 mil para 1.028 mil barris diários na semana encerrada no dia 18 de maio, contra 1.010 mil do mesmo período de 2017. Os estoques subiram de 21,5 milhões para 22,13 milhões de barris, contra 22,7 milhões do mesmo período de 2017.

O USDA divulgou na manhã de hoje o relatório de vendas semanais para exportação dos EUA, com números dentro do esperado para a soja e milho. As vendas de soja 2017/18 tiveram dedução de 139 mil toneladas, contra vendas de 207 mil da semana anterior. Na temporada, as vendas de soja somam 55,19 milhões de toneladas, contra 57,83 milhões do mesmo período da temporada anterior. As vendas 2018/19 foram de 7 mil toneladas, acumulando 5,56 milhões de toneladas na temporada.

As vendas de milho 2017/18 foram de 854 mil toneladas, contra 986 mil da semana anterior. Na temporada, as vendas de milho somam 53,47 milhões de toneladas, contra 53,25 milhões de toneladas do mesmo período do ano passado. As vendas 2018/19 foram de 273 mil toneladas, acumulando 2,5 milhões de toneladas na temporada.

Fundos compradores ontem estimados em: 13.500 contratos de milho; 7.500 contratos de trigo; 5.500 contratos de soja; 2.500 contratos de farelo de soja; 2.000 contratos de óleo de soja.

O dólar opera em baixa frente as principais moedas do mundo, porém em alta frente as moedas dos países emergentes, com a lira turca em foco. A moeda da Turquia vem se desvalorizando frente a outras moedas com o aumento das preocupações sobre a capacidade do banco central de controlar a inflação de dois dígitos e a influência do presidente Tayyip Erdogan na política monetária. Ontem o BC do país elevou sua taxa de juros de 13,5% para 16,5%, porém o mercado segue preocupado se o aumento da taxa foi suficiente para manter a moeda estável, e hoje o dólar dispara quase 4%.

O mercado repercute também a ata da última reunião de política monetária do Fed, que manteve a taxa básica de juros na faixa entre 1,5%-1,75%. A maioria dos membros do Federal Reserve, avaliou que outro aumento dos juros seria justificado em breve, caso a perspectiva econômica do país continuar intacta.

Os pedidos inciais de auxílio-desemprego nos EUA subiram 11 mil pedidos na semana encerrada no dia 19 de maio, para taxa ajustada de 234 mil. O número da semana anterior foi revisado de 222 mil para 223 mil pedidos. A média móvel de 4 semanas subiu 6.250 pedidos, para 219.750.

No Brasil, a moeda abriu com mais de 0,5% de alta acompanhando o exterior e agora vale R$3,6380, +0,43% (10h20). O Banco Central manteve a oferta de 15.000 contratos de swap cambial tradicional no leilão realizado das 9h30 às 9h40. Além do leilão adicional de swap, o Banco Central dará continuidade à rolagem dos contratos com vencimento em 1º de junho, com a oferta de até 4.225 contratos às 11h30.

As bolsas mundiais operam majoritariamente em baixa com Fed e guerra comercial em foco. No Brasil, o Ibovespa opera com baixa de 2%, refletindo a baixa das ações da Petrobras, que recuam mais de 5% após congelamento nos preços do diesel.

Os futuros do petróleo recuam após alta inesperada nos estoques dos EUA. Ontem o Departamento de Energia dos EUA informou que os estoques de petróleo bruto subiram 5,778 milhões de barris, a 438,132 milhões de barris na semana encerrada em 18 de maio. O dado contrariou a expectativa dos analistas, que previam queda de 2,2 milhões de barris. Os estoques de gasolina subiram 1,883 milhão de barris, a 233,897 milhões de barris, e os estoques de destilados caíram 951 mil barris, a 113,995 milhões de barris. Os estoques em Cushing recuaram 1,123 milhão de barris, a 36,1 milhões de barris. A produção de petróleo subiu de 10,723 milhões de barris para 10,725 milhões de barris por dia.

As vendas no varejo do Reino Unido registraram crescimento de 1,6% em abril ante março, segundo o Escritório Nacional de Estatísticas (ONS). O resultado veio bem melhor do que o crescimento de 0,8% esperado pelos analistas. Na comparação anual, as vendas cresceram 1,4% em abril.


CLIMA

 

No Brasil, tempo seco hoje.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.

Na Argentina, tempo seco hoje.

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.

Nos EUA, chove em boa parte das regiões produtoras hoje.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.

O mapa de monitoramento da seca nos EUA mostra melhora nas condições de umidade em parte das regiões produtoras de soja e milho durante a última semana.


PRÊMIOS

 



Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.
Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.
Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário