Bom dia, a Bolsa de Chicago inicia a semana em campo misto, com a soja e farelo recuperando parte das perdas da sexta-feira. O mercado segue acompanhando as negociações comerciais entre os EUA e China. Nesta semana, o vice-primeiro-ministro da China, Liu He, deve ir aos EUA para tratar das relações. Ontem o presidente Donald Trump disse no Twitter: “A China e os EUA estão trabalhando bem juntos no comércio, mas as negociações anteriores foram tão favoráveis à China, por tantos anos, que é difícil para eles fazer um acordo que beneficie ambos os países. Mas tudo bem, tudo vai dar certo!”.

Fundos vendedores na sexta-feira estimados em: 17.000 contratos de milho; 12.000 contratos de soja; 6.000 contratos de trigo; 5.000 contratos de farelo de soja. Fundos compradores estimados em 2.000 contratos de óleo de soja.

Os fundos foram compradores de soja e farelo de soja e vendedores de milho, trigo e óleo de soja na CBOT na semana encerrada no dia 8 de maio, segundo o relatório de comprometimento dos traders (CFTC). Soja (na semana -50.005; posição total 127.042); Farelo de soja (-3.163; 130.385); Milho (25.575; 211.892); Trigo (33.028; 4.326); Óleo de soja (5.590; -67.949).

A Abiove (Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais) divulgou na sexta-feira o quadro de oferta e demanda da soja do Brasil. Segundo a associação, o Brasil deve produzir 118,4 milhões de toneladas nesta safra, contra 117,4 milhões da estimativa de abril e 117 milhões da estimativa da Conab e USDA. As estimativas para o esmagamento e exportação também foram elevados, para 43,6 milhões e 71,2 milhões de toneladas respectivamente.

O USDA divulga hoje o relatório de andamento de safra dos EUA, com expectativa do plantio de soja em 35% e do milho em 60%.

O dólar inicia a semana em baixa frente a outras moedas, realizando os ganhos recentes.

No Brasil, a moeda abriu com baixa de 0,5% e agora vale R$3,5940, -0,10% (10h15). O BC anunciou que fará ajustes na forma que está ofertando swap cambial a partir de hoje. “A partir de segunda-feira, dia 14 de maio, no leilão para a rolagem integral dos contratos vincendos em 1º de junho, a ser realizado das 11h30 às 11h40, serão ofertados 4.225 contratos, a serem distribuídos, a critério do Banco Central, entre os vencimentos de 1º/8/18, 1º/11/18 e 2/1/19. A data de início dos contratos permanece em 1º/6/2018. A título de informação, do total de 113.000 contratos vincendos em 1º de junho, 62.300 contratos já foram renovados nos leilões ocorridos entre os dias 3 e 11 de maio. O Banco Central também fará oferta adicional de contratos de swap cambial a partir do dia 14 de maio. O leilão será realizado das 9h30 às 9h40, com data de início dos contratos no dia útil subsequente à realização do leilão. Serão ofertados 5.000 contratos com vencimento em 2/7/2018. As condições de cada leilão serão objeto de comunicados que precederão os eventos”. Inicia amanhã a reunião de dois dias do Copom (Comitê de Política Monetária) para a decisão da taxa básica de juros da economia, com expectativa de novo corte na meta da Selic, de 6,5% para 6,25% ao ano. Com a recente disparada do dólar, alguns economistas acreditam que o BC não faça novo corte nesta reunião. Na sexta-feira, a moeda subiu 1,55%, a R$3,6011, fechando acima dos R$3,60 pela primeira vez em 2 anos. O Banco Central divulgou na manhã de hoje o novo boletim de mercado Focus, com expectativa de menor inflação e crescimento da economia neste ano. Para este ano, a expectativa para a inflação caiu de 3,49% para 3,45%, e a expectativa para o crescimento da economia caiu de 2,7% para 2,51%. O dólar deve terminar o ano em R$3,40 e a meta da Selic em 6,25%. Para 2019, a expectativa para a inflação caiu de 4,03% para 4%, enquanto a expectativa para o crescimento da economia permaneceu em 3%. O dólar deve terminar 2019 em R$3,40 e a meta da Selic em 8%.

As bolsas asiáticas fecharam em alta, enquanto as bolsas europeias operam majoritariamente em baixa. No Brasil, o Ibovespa futuros abriu com leve alta e agora opera nos 86.100 pontos. Na sexta-feira, o Ibovespa recuou 0,75%, aos 85.220 pontos.

Os futuros do petróleo operam em alta após relatório da OPEP mostrar aumento na demanda neste ano. A OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo) informou que sua produção aumentou em 12 mil barris diários em abril ante março, para 31,9 milhões de barris por dia. A organização elevou a estimativa de demanda mundial da commoditie neste ano, em 25 mil barris diários.


CLIMA

 

No Brasil, tempo chuvoso em boa parte do Sul, parte do Sudeste e Centro-Oeste nesta semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.

Na Argentina, chuvas somente no extremo nordeste nesta semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, chove em parte do Meio-Oeste nesta semana.

Previsão de Precipitação EUA, 5 dias, em polegadas.

As temperaturas ficam de normal a acima da média nesta semana.


PRÊMIOS

 



Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.
Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.
Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário