Boa tarde, a Bolsa de Chicago opera entre ganhos e perdas após os relatórios do USDA e com expectativa da chegada da delegação chinesa em Washington D.C. no início da próxima semana. O presidente dos EUA, Donald Trump, disse hoje em entrevista à rede ABC que a fase 1 do acordo comercial com a China será assinado no dia 15 de janeiro ou pouco depois: “Vamos assinar em 15 de janeiro; acho que será em 15 de janeiro, mas pouco depois, mas acho que 15 de janeiro; um grande acordo com a China.”


O USDA divulgou há pouco o relatório de oferta e demanda agrícola global (WASDE), com estoques acima do esperado para a soja e milho dos EUA. Na soja, o USDA elevou a estimativa de produtividade da safra 2019/20 de 46,9 para 47,4 bushels por acre, porém reduziu a área colhida de 75,6 milhões para 75 milhões de acres, fazendo com que a produção total subisse de 3,55 bilhões para 3,558 bilhões de bushels (96,83 milhões de toneladas). Os estoques finais ficaram inalterados em 475 milhões de bushels (12,92 milhões de toneladas), ante expectativa de queda para 431 milhões de bushels. No milho dos EUA, a estimativa de produtividade subiu de 167 para 168 bushels por acre, com a estimativa de área colhida caindo de 81,8 milhões para 81,5 milhões de acres, e a produção total subindo de 13,661 bilhões para 13,692 bilhões de bushels (347,79 milhões de toneladas). Já os estoques finais foram reduzidos de 1,910 bilhão para 1,892 bilhão de bushels (48,07 milhões de toneladas) por conta do aumento no consumo interno. A expectativa para os estoques finais do milho era de recuo para 1,776 bilhão de bushels.


Na safra do Brasil, tanto as estimativas para a produção de soja e milho quanto para as exportações ficaram inalteradas. A safra de soja 2019/20 deve chegar a 123 milhões de toneladas com 76 milhões de toneladas exportadas e a produção de milho deve totalizar 101 milhões de toneladas com 36 milhões exportados.


Na safra da Argentina o USDA também manteve inalterado as estimativas de produção e exportação de soja e milho desta safra. A produção de soja deve chegar a 53 milhões de toneladas e a de milho a 50 milhões de toneladas.


Na safra da China também não foram feitas grandes alterações, com a estimativa de importação de soja 2019/20 mantida em 85 milhões de toneladas.


O USDA divulgou hoje também o relatório de estoques trimestrais dos EUA, com número acima do esperado para a soja e abaixo do esperado para o milho. Os estoques trimestrais de soja dos EUA em 1o de dezembro ficou em 3,252 bilhões de bushels, contra 3,736 bilhões de dezembro de 2018 e 3,186 bilhões da expectativa. Os estoques de milho ficaram em 11,389 bilhões de bushels, contra 11,952 bilhões de 2018 e 11,511 bilhões da expectativa.


As vendas semanais de soja e milho dos EUA ficaram abaixo do esperado. Na semana encerrada no dia 2 de janeiro, as vendas de soja 2019/20 foram de 356 mil toneladas, contra 330 mil da semana anterior e dedução de 612 mil toneladas no mesmo período do ano passado. Na temporada, as vendas de soja somam 29,77 milhões de toneladas, contra 30,37 milhões do mesmo período da temporada anterior.


As vendas de milho foram de apenas 162 mil toneladas, contra 531 mil da semana anterior e 460 mil do mesmo período do ano passado. Na temporada, as vendas de milho dos EUA somam 18,52 milhões de toneladas, contra 32,29 milhões do mesmo período da temporada 2018/19.


O plantio de soja na Argentina atingiu 93,2% da nova projeção de 17,5 milhões de hectares, 200 mil hectares abaixo da estimativa anterior por conta da seca em pontos da província de Buenos Aires, segundo a Bolsa de Cereales de Buenos Aires. Na semana o avanço foi de 8,8 pontos percentuais. O plantio de milho atingiu 88,2% dos 6,3 milhões de hectares projetados para esta safra. O avanço na semana foi de 4,7 pontos percentuais.

O dólar opera com leve baixa frente a outras moedas.


Os EUA criaram 145 mil postos de trabalho em dezembro, após criação de 256 mil postos em novembro, segundo o relatório Payroll divulgado hoje pelo Departamento de Trabalho. O número ficou abaixo da expectativa média do mercado, que era de criação de 165 mil postos. A taxa de desemprego se manteve em 3,5%, no menor nível em 50 anos. O salário médio por hora subiu 0,11% em dezembro ante novembro, e subiu 2,9% na comparação anual. O crescimento do salário também veio abaixo do esperado.


No Brasil o dólar opera em baixa. Ontem a moeda subiu 0,82%, a R$ 4,0851. A inflação oficial do Brasil medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) subiu 1,15% em dezembro, acumulando alta de 4,31% em 2019, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A inflação fechou o ano acima do centro meta do governo, que era de 4,25%. Em 2018 o IPCA subiu 3,75%. O resultado superou também a expectativa do mercado, que era de alta de 4,13% em 2019.


As bolsas globais operam sem sentido definido de olho na tensão EUA-Irã e com expectativa do acordo EUA-China.


Nos EUA, mais cedo o índice da Bolsa de Nova York, Dow Jones Industrial Average, superou os 29 mil pontos pela primeira vez na história.


Os futuros do petróleo seguem em baixa com menor tensão no Oriente Médio.


No Brasil, tempo chuvoso principalmente no Centro-Sul até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.



Na Argentina, tempo chuvoso em boa parte das regiões produtoras de soja e milho até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.


Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

57

60

Mar

45

50

Abr

35

42

Mai

30

37

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

-3

-2

Mar

-13

-10

Abr

-16

-12

Mai

-22

-18

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

280

360

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

52

57

Mar

55

61

Abr

57

62

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Fev

58

60

Fev

54

59

Abr

57

61

O ponto mais profundo da Terra foi descoberto sob o manto de gelo da Antártica

Por Ademilson Ramos, Engenharia É


Pesquisadores descobriram o ponto mais profundo da Terra Continental, e fica embaixo do manto de gelo da Antártica. Localizado abaixo do Glaciar Denman, na Antártida Oriental, o desfiladeiro cheio de gelo chega a 3,5 km (11.500 pés) abaixo do nível do mar.

Apenas vales no oceano vão mais fundo.

O desfiladeiro foi apresentado em um novo mapa, revelando a forma da rocha em detalhes extremamente precisos.

As descobertas da equipe foram publicadas na Nature Geoscience.

Por que essa descoberta é importante?

A equipe descobriu que o canyon chega a 3,5 km abaixo da superfície da Terra.

Compreender o que está por baixo dessas camadas de gelo é fundamental para nossa compreensão de como o sul polar pode mudar no futuro.

Essas novas descobertas mostram, por exemplo, cordilheiras previamente desconhecidas que atrapalharão a retirada de geleiras derretidas em nosso mundo em constante aquecimento. Por outro lado, eles também divulgam algumas áreas lisas e inclinadas que podem acelerar as retiradas.

Dr. Mathieu Morlighem, pesquisador da Universidade da Califórnia em Irvine, que também trabalhou nesse projeto por seis anos, disse: “Este é sem dúvida o retrato mais preciso até agora do que está por baixo da camada de gelo da Antártica”.

Como a equipe fez a descoberta?

A tecnologia usada para mapear a Antártica até agora se baseou em instrumentos de radar que olham através do gelo através de imagens aéreas. No entanto, os dados ainda permaneciam relativamente incompletos em muitas áreas.

Dr. Morlighem e o novo mapa de sua equipe, chamado BedMachine, introduziram a física – conservação em massa – para preencher esses buracos.

Deve-se notar que as trincheiras nos oceanos, como a Fossa das Marianas, são mais profundas. Em comparação com a Geleira Denman, a Fossa das Marianas chega a 11 km (36.000 pés) abaixo da superfície do mar.

https://www.youtube.com/watch?v=APrJvNbmtIQ&feature=emb_logo

O BedMachine será usado em modelos climáticos, que tentam projetar como a Antártica pode mudar com o aquecimento global. Naturalmente, quanto mais específicas e detalhadas forem as informações, melhores serão as previsões.

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário