Boa tarde, Bolsa de Chicago volta a subir após a correção de ontem com o mercado de olho nos fundamentos com grande redução nos estoques dos EUA no último relatório de Oferta e Demanda Agrícola Global (WASDE).


O USDA divulgou hoje o relatório de vendas semanais para exportação dos EUA, com números dentro do esperado para a soja e milho. Na semana encerrada no dia 5 de novembro, as vendas de soja 2020/21 dos EUA foram de 1,47 milhão de toneladas, contra 1,53 milhão da semana anterior e 1,24 milhão do mesmo período do ano passado. Na temporada, as vendas somam 49,9 milhões de toneladas, contra 22,14 milhões do mesmo período da temporada anterior.


As vendas de milho 2020/21 dos EUA foram de 978 mil toneladas, contra 2,61 milhões da semana anterior e 582 mil do mesmo período de 2019. Na temporada as vendas de milho dos EUA somam 34,17 milhões de toneladas, contra 12,47 milhões do mesmo período da temporada 2019/20.


A produção semanal de etanol de milho nos EUA subiu para 977 mil barris diários na semana encerrada no dia 6 de novembro, de 961 mil barris da semana anterior, segundo a Agência de Informação de Energia (EIA). Os estoques subiram de 19,675 milhões para 20,159 milhões de barris, contra 20,985 milhões do mesmo período do ano passado.


O plantio de soja 2020/21 na Argentina atingiu 19,9% dos 17,2 milhões de hectares projetados para esta safra, segundo a Bolsa de Cereales de Buenos Aires. Durante a última semana o plantio registrou avanço de 15,8 pontos percentuais. O plantio de milho atingiu 31,2%, dos 6,3 milhões de hectares projetados para esta safra, com um atraso de 13,1 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado.


A colheita de trigo 2020/21 na Argentina atingiu 15,5%, registrando avanço semanal de 6,7 pontos percentuais. A produtividade média subiu para 1,04 tonelada por hectare, devido ao avanço da colheita em áreas com maiores rendimentos. No sul da área agrícola a cultura mantém condição normal/excelente em 92,8% da área, mantendo a projeção atual de 16,8 milhões de toneladas.


O número de mortos em todo o mundo causados pelo novo coronavírus (COVID-19) subiu para 1.297.347 hoje, de 1.287.966 até ontem, com 53.021.603 casos confirmados. Desde ontem são quase 700.000 novos casos confirmados em todo o mundo. O número de recuperados da pneumonia causada pelo vírus chegou a 34.266.672 hoje, de 34.043.712 até ontem.


No Brasil, o número de casos de COVID-19 subiu para 5.783.647 hoje, de 5.749.007 até ontem, segundo o consórcio de veículos de imprensa a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. O número de mortos chegou a 164.332, de 163.406 até ontem. O número de pacientes recuperados somam 5.256.767.


O dólar opera com leve baixa frente a outras moedas. O presidente do Federal Reserve de Nova York, John Williams, disse hoje que a economia dos EUA em uma trajetória positiva, porém o desemprego ainda está muito alta e a economia está em um buraco fundo, e que o aumento nas infecções por coronavírus pode desacelerar o crescimento neste final de ano e início do próximo.


A inflação ao produtor dos EUA medido pelo índice de preços ao produtor (PPI) subiu 0,3% em outubro, após alta de 0,4% em setembro, segundo o Departamento de Estatísticas Trabalhistas (BLS). No acumulado dos últimos 12 meses o PPI subiu 0,5%. O índice de demanda final menos alimentos, energia e serviços comerciais avançou 0,2% em outubro, o sexto aumento consecutivo. Nos 12 meses encerrados em outubro, os preços da demanda final menos alimentos, energia e serviços comerciais aumentaram 0,8%.


No Brasil o dólar retoma os R$5,50 após a forte correção dos últimos dias. Ontem a moeda subiu 1,14%, a R$5,4777. O Banco Central realizou hoje leilão de 12 mil contratos de swap cambial tradicional para rolagem de contratos com vencimento em abril e agosto de 2021. A prévia do PIB oficial medida pelo Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) registrou alta de 1,29% em setembro ante agosto, segundo o Banco Central. O IBC-Br registrou um crescimento de 9,47% em relação ao segundo trimestre. Na comparação com setembro de 2019, o IBC-Br apresentou perda de 0,77% e, no acumulado em 12 meses, teve queda de 3,32%. O resultado oficial do PIB no terceiro trimestre será divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no dia 3 de dezembro. O ministro da Economia, Paulo Guedes, comentou o resultado: “O Brasil está saindo da recessão, o Brasil está voltando com força, e a perda de empregos vai ser menor do que na última recessão. Na hora da maior pandemia, o Brasil está conseguindo atravessar essa onda com uma perda de empregos menor do que aconteceu com as autoimpostas recessões do passado”.


As bolsas globais operam majoritariamente em alta nesta sexta-feira.


Os futuros do petróleo recuam devolvendo parte dos ganhos recentes com otimismo sobre vacina.


A economia da zona do euro cresceu 12,6% entre julho e setembro na comparação com o segundo trimestre, abaixo da alta de 12,7% divulgada em 30 de outubro, segundo a Eurostat. Na comparação anual o PIB da zona do euro caiu 4,4% no terceiro trimestre, ante queda de 4,3% informada anteriormente.


No Brasil, tempo chuvoso em todo o país até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.


Na Argentina, tempo chuvoso em boa parte do país até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.


Nos EUA, tempo chuvoso no Meio-Oeste durante o fim de semana.

Previsão de Precipitação EUA, 72 horas, em polegadas.



Prêmios *referente ao dia anterior

Paranaguá

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

250

260

Fev

110

120

Mar

80

90

Abr

75

85

FARELO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

37

38

ÓLEO DE SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Spot

600

650

Golfo do México – EUA

SOJA

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

65

70

Dez

75

80

Jan

76

81

MILHO

COMPRADOR

VENDEDOR

Nov

68

73

Dez

73

78

Jan

73

78

Nasa e ESA anunciam parceira para construir estação espacial na Lua

Artemis Gateway servirá como entreposto para missões robóticas e tripuladas para a Lua, e eventualmente, para Marte e outros destinos no espaço

Rafael Rigues, editado por Fabiana Rolfini, Olhar Digital


As agências espaciais dos EUA (Nasa) e Europa (ESA) anunciaram um acordo de colaboração para construção da Artemis Gateway, uma estação espacial em órbita da Lua. Segundo a Nasa, o acordo é o primeiro compromisso formal para o lançamento de tripulantes internacionais para a órbita lunar como parte do programa Artemis, que pretende retomar missões tripuladas à Lua a partir de 2024.

Além de engajar os parceiros dos EUA na exploração sustentada da Lua, a estação servirá para demonstrar tecnologias que serão necessárias em uma missão tripulada a Marte. A ESA vai contribuir com módulos de habitação e reabastecimento, além de sistemas de comunicação lunar, e será responsável pela operação de seus módulos.

A agência também irá fornecer dois Módulos de Serviço Europeus (ESM, European Service Module) para as espaçonaves Orion. Os ESMs serão responsáveis por propulsão e alimentação das Orion em futuras missões do programa Artemis, e vão fornecer ar e água para sua tripulação.


Na Artemis Gateway, o Módulo Internacional de Habitação (I-Hab) incluirá componentes fornecidos pelo Japão e duas docas onde veículos de pouso tripulados poderão se conectar. O módulo de habitação vai abrigar o Sistema de Suporte de Vida e Controle Ambiental (ECLSS Enviromental Control and Life Support System) e acomodações para experimentos científicos internos e externos, além de espaço de trabalho e habitação para a tripulação. O ECLSS vai complementar os sistemas de suporte de vida fornecidos pelas espaçonaves Orion, permitindo maior tempo de estadia e missões mais “robustas” à superfície lunar.

Para a Lua, e além

A Gateway será construída em órbita ao redor da Lua como um entreposto e plataforma para missões à superfície Lunar, Marte e outros destinos no espaço profundo. Com cerca de um sexto do tamanho da Estação Espacial Internacional (ISS), ela será localizada a dezenas de milhares de quilômetros acima da superfície Lunar, em uma órbita halo quase retilínea, de onde a Nasa e seus parceiros comerciais e internacionais poderão lançar expedições robóticas e humanas para a Lua e Marte. Ela também servirá como ponto de encontro para os astronautas viajando para a órbita Lunar a bordo do Space Launch System (SLS) e Orion antes da transferência para uma órbita lunar baixa e a superfície da Lua.

A Gateway é a manifestação física das parcerias internacionais e comerciais que serão a marca registrada da era Artemis de exploração”, disse Mike Gold, administrador associado da NASA para o Escritório de Relações Internacionais e Interinstitucionais na sede da agência. “O programa Artemis irá reunir a maior e mais diversa coalizão para exploração humana do espaço na história, e a assinatura desta carta de intenções é o primeiro passo do que será uma jornada histórica de descobertas”.


Conhecimento compartilhado

Todos os parceiros internacionais da Gateway vão colaborar para compartilhar os dados científicos que serão transmitidos para a Terra. Cargas científicas cooperativas adicionais serão selecionadas para voar a bordo da estação no futuro.

A Gateway permitirá a operação sustentada do programa Artemis, além de servir como catalisador para pesquisa e demonstração de novas tecnologias, tirando proveito do ambiente único da órbita lunar”, disse Dan Hartman, gerente do programa Gateway no Centro Espacial Johnson da Nasa em Houston. “A importante contribuição da ESA vai permitir estadias mais longas da tripulação ao redor da Lua e fornecer capacidades únicas necessárias para suportar suas operações”.

Fonte: Nasa

TRADINCOM CONSULTORIA EM NEGÓCIOS AGROPECUÁRIOS LTDA.®

+55 (41) 3434-5757

Al Dr Carlos de Carvalho, Wall Street Center, 771, Curitiba PR – Brasil, CEP 80.430-180.

www.tradincom.com

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário