Bom dia, a Bolsa de Chicago opera em alta nos principais ativos após o tombo de ontem.

A soja nov/17 sobe 8 pontos após queda de mais de 40 pontos na tarde de ontem em movimento de forte correção após as altas recentes.

O milho praticamente zerou a alta recente e volta para a região de enrosco.

Fundos vendedores ontem estimados em: 30.000 contratos de soja; 30.000 contratos de soja; 17.000 contratos de trigo; 7.500 contratos de farelo de soja; 4.500 contratos de óleo de soja.

A colheita de soja na Argentina praticamente finalizada, com 99%. A produtividade média está em 3,19 toneladas por hectare, estimando uma produção de 57,5 milhões de toneladas, segundo a Bolsa de Cereales.

O plantio de trigo na Argentina avançou 6,4 pontos percentuais na última semana, para 79,1%. A Bolsa reduziu a estimativa de área de plantio de 5,5 milhões para 5,4 milhões de hectares, ainda acima dos 5,1 milhões de 2016.

A colheita de milho na Argentina avançou 2,5 pontos percentuais na última semana, para 55,5%. A produtividade média está em 8,47 toneladas por hectare, projetando uma safra de 39 milhões de toneladas, contra estimativa do USDA de 40 milhões.

O dólar opera em baixa frente a outras moedas após dados mais fracos do que o esperado nos EUA. A inflação ao consumidor dos EUA medido pelo índice de preços ao consumidor (CPI), ficou estável em junho ante maio, enquanto os economistas previam alta de 0,1%. O CPI núcleo, que exclui itens voláteis como alimentos e energia, subiu 0,1%, também menor que o esperado. Em 12 meses, o CPI sobe 1,6%, e o núcleo, 1,7%.

As vendas no varejo dos EUA caíram 0,2% de maio para junho, segundo o Departamento de Comércio, enquanto os analistas previam alta de 0,1%. O núcleo de vendas caíram 0,2%, ante previsão de alta de 0,2%.

No Brasil, a moeda abriu com leve baixa e agora vale R$3,1930, -0,50% (10h25). O Banco Central segue com a rolagem de contratos de swap cambial tradicional com vencimento em agosto, com a oferta de até 8.300 contratos no dia de hoje. O mercado segue acompanhando de perto o cenário político. Ontem a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou o parecer que rejeita a denúncia contra Temer por 41 votos a 24. A votação em plenário só deve ocorre após as férias dos parlamentares, prevista para o dia 2 de agosto. Até lá, a divulgação de novos fatos podem piorar a situação do governo. Ontem a moeda fechou estável, alta de 0,02%, a R$3,2082.

O IBC-Br, considerado uma “prévia” do PIB, caiu 0,51% em maio ante abril, após subir 0,15% em abril, em dados ajustados, segundo o Banco Central. O resultado veio abaixo do esperado pelos analistas. No acumulado de 2017, o indicador recua 0,05%, e em 12 meses o recuo é de 2,23%. Na comparação com maio de 2016, houve alta de 1,4% na série observada.

As bolsas asiáticas fecharam majoritariamente em alta hoje. O restante das bolsas mundiais operam próximo à estabilidade.

Os futuros do petróleo operam em alta nesta sexta-feira, ainda repercutindo a queda inesperada nos estoques dos EUA nesta semana.


CLIMA

 

No Brasil, tempo predominantemente até a próxima semana. Uma frente fria chega ao Sul no início da próxima semana, com previsão de neve até o sul do Paraná.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.

Previsão de Desvio de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.

Na Argentina, tempo predominantemente seco até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Previsão de Desvio de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Precipitação Observada Argentina, 24 horas, em milímetros.

Nos EUA, tempo predominantemente seco no Meio-oeste durante o fim de semana, com ocorrência de chuvas isoladas.

Previsão de precipitação EUA, 72 horas, em polegadas.

As temperaturas seguem acima da média para o período, com temperaturas acima dos 35ºC nas Dakotas e Nebraska no fim de semana.

As chuvas voltam a atingir as regiões mais necessitadas a partir de segunda-feira, com chuvas de até 30mm nas Dakotas, Nebraska e Iowa, trazendo alívio momentâneo às culturas. Na Montana as chuvas não devem suprir as necessidades do trigo.

Previsão de precipitação EUA, 17 e 18 de julho, em polegadas.

Previsão de precipitação EUA, 19 e 20 de julho, em polegadas.

Precipitação Observada EUA, 24 horas, em milímetros.

Precipitação Observada EUA, 7 dias, em milímetros.

Os mapas abaixo mostram as regiões produtoras e os locais com deficit hídrico nos EUA.


PRÊMIOS

 


MATÉRIA DO DIA

 

Cientistas teletransportam partícula da Terra para o espaço pela primeira vez
Chineses mandaram um fóton do solo para um satélite orbitando a mais de 500km
por Redação Galileu


(Foto: MIT Technology Review)

A equipe chinesa que lançou o satélite Micius anunciou que conseguiu usar a rede quântica do dispositivo para teletransportar uma partícula da superfície terrestre para a atmosfera pela primeira vez.

A técnica utilizada consiste em um estranho fenômeno conhecido como “entrelaçamento”, que pode acontecer quando partículas quânticas, como os fótons, se formam ao mesmo tempo e no mesmo ponto do espaço, dividindo a existência. Em termos técnicos, eles são descritos com a mesma função de onda — o interessante é que a experiência continua mesmo quando os objetos estão distantes no Universo. Logo, quando um é afetado o outro também é.

Apesar de a informação já ser conhecida há anos, uma experiência como a chinesa nunca havia sido realizada. Isso porque a técnica é muito frágil, pois as partículas interagem com a matéria na atmosfera ou dentro de fibras óticas, o que faz com que a relação entre elas seja perdida. No caso do experimento, os fótons continuaram se relacionando, mesmo estando a 500 km de distância.

“Experimentos anteriores de teletransporte entre locais distantes foram limitados a cem quilômetros, devido à perda de fótons em fibras ópticas ou canais terrestres livres”, afirmou a equipe em entrevista ao MIT Technology Review. Por isso o feito dos chineses foi tão surpreendente.

O time de cientistas mandou milhões de fótons para o espaço durante 32 dias, mas só obtiveram 911 respostas positivas. “Relatamos o primeiro teletransporte quântico de qubits independentes de um único fóton a partir de um observatório terrestre até um satélite na órbita terrestre — através de um canal de ligação ascendente — com uma distância de até 1,4 mil km”, afirmaram.

O feito coloca os chineses em posição de liderança da área, que era até então dominada pela Europa e pelos Estados Unidos. “Esse trabalho estabelece a primeira ligação ascendente terra-satélite para o teletransporte quântico ultra-longo, um passo essencial para a internet quântica de escala global”, conclui a equipe.


Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário