Bom dia, a Bolsa de Chicago entre ganhos e perdas com a cautela dos investidores frente ao relatório de oferta do USDA da próxima terça-feira, tensões comerciais e encontro histórico entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, em Singapura.

A soja jul/18 perdeu o suporte dos US$10 e dos US$9,80, renovou mínimas do ano no pregão noturno, fechando com 3,25 pontos de baixa.

Fundos vendedores ontem estimados em: 19.000 contratos de milho; 18.000 contratos de soja; 7.000 contratos de farelo de soja; 3.000 contratos de óleo de soja.

O USDA divulga na próxima terça-feira (12), às 13 horas (horário de Brasília), o relatório de oferta e demanda de junho. Pesquisa da Reuters mostra estoques da safra 2017/18 em: soja 417 milhões de bushels, milho 2,166 bilhões de bushels, trigo 1,079 bilhão de bushels. Estoques safra nova: soja 417 mi, milho 1,66 bi, trigo 958 mi.

A Conab divulga, também na terça-feira, o 9º levantamento da safra de grãos do Brasil.

A Argentina e o Fundo Monetário Internacional (FMI) assinaram ontem acordo de financiamento de 36 meses no valor de US$ 50 bilhões para fortalecer a economia do país.

A Bolsa de Rosário reduziu a estimativa de produção de soja 2017/18 da Argentina a 35 milhões de toneladas. A província de Buenos Aires foi a mais afetada pela falta de chuvas, com as perdas chegando a 1,2 milhão de toneladas em relação à projeção de maio.

A colheita de soja na Argentina atingiu 92,9%, segundo a Bolsa de Cereales de Buenos Aires. A produtividade média está em 2,2 toneladas por hectare, com a estimativa de produção mantida em 36 milhões de toneladas.

O plantio de trigo na Argentina avançou 12,1 pontos percentuais na última semana, para 20,3%, dos 6,1 milhões de hectares projetados para esta safra.

A colheita do milho atingiu 40% dos 5,4 milhões de hectares semeados. A estimativa de produção se mantém em 32 milhões de toneladas.

O dólar opera em alta frente a outras moedas após a correção dos últimos dias.

No Brasil, a moeda abiu com quase 2% de baixa após BC anunciar maior intervenção no mercado. Agora a moeda vale R$3,7980, -3,04% (10h20). Com a disparada do dólar, o presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, deu uma entrevista coletiva na noite de ontem em Brasília para reforçar que não vai subir os juros para segurar a disparada da moeda. Golfajn rafirmou que a política monetária olha para as expectativas de inflação e o balanço de riscos, e não será usada para controlar a taxa de câmbio. Como arma para conter a disparada da moeda, o BC deve oferecer US$ 20 bilhões em swap cambial até o fim da próxima semana.

Instabilidade política e econômica do Brasil vem aumentando o pessimismo do mercado e ontem o dólar subiu 2,25%, a R$3,9233. Na máxima do dia a moeda chegou próximo aos R$3,97.

A inflação oficial do Brasil medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), subiu 0,4% em maio, após alta de 0,22% em abril, segundo o IBGE. O resultado ficou acima das expectativas médias do mercado, que era de alta de 0,3%. No ano, o IPCA sobe 1,33%, e em 12 meses, 2,86%.

As bolsas mundiais operam majoritariamente em baixa com a cautela antes da reunião entre os líderes dos EUA e Coreia do Norte na próxima semana.

No Brasil, o Ibovespa abriu estável e agora segue em baixa. Ontem o Ibovespa caiu 2,98%, aos 73.851 pontos, menor cotação do ano. Na mínima do dia a Bolsa chegou a cair quase 6%. A euforia do início do ano deu lugar ao pessimismo.

Os futuros do petróleo recuam após as altas de ontem.

As exportações chinesas medidas em dólares tiveram expansão anual de 12,6% em maio, após alta de 12,9% em abril, segundo a Administração Geral de Alfândega da China. Já as importações tiveram alta anual de 26% em maio, após alta de 21,5% em abril. A China registrou superávit comercial de US$ 24,92 bilhões em maio, abaixo dos US$ 28,78 bilhões de abril.


CLIMA

 

No Brasil, tempo chuvoso Sul até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Brasil, 7 dias, em milímetros.

Na Argentina, tempo predominantemente estável até a próxima semana.

Previsão de Precipitação Argentina, 7 dias, em milímetros.

Nos EUA, tempo chuvoso em parte do Meio-Oeste durante o fim de semana.

Previsão de Precipitação EUA, 72 horas, em polegadas.


PRÊMIOS

 



Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.
Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.
Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário