Bom dia, a Bolsa de Chicago opera em baixa nos principais ativos com o mercado realizando os ganhos da última semana enquanto se posiciona para o relatório de Oferta e Demanda do USDA desta semana. O mercado segue de olho nas condições climáticas dos EUA, que devem trazer mais chuvas nas regiões produtoras de soja e milho, atrasando a colheita e possivelmente provocando danos aos grãos.

O USDA divulga nesta quinta-feira (11) às 13 horas (horário de Brasília), o relatório de Oferta e Demanda de Outubro, com expectativa de maior estoque de soja e menor de milho da safra 2018/19 dos EUA. Os estoques de soja deve subir de 845 milhões para 898 milhões de bushels (24,44 milhões de toneladas), enquanto os estoques de milho devem cair de 1,774 bilhão para 1,919 bilhão de bushels (47,74 milhões de toneladas).

Por conta do feriado de Columbus Day ontem nos EUA, o USDA divulga hoje o relatório de andamento de safra dos EUA, com expectativa de colheita da soja em 32% e do milho em 35%. O USDA divulga hoje também o relatório de embarques semanais de grãos dos EUA.

Fundos compradores ontem estimados em: 5.000 contratos de óleo de soja e 3.000 contratos de soja. Fundos vendedores estimados em: 7.000 contratos de milho; 5.500 contratos de trigo; 2.500 contratos de farelo de soja.

O IMEA (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) divulgou ontem a 2a Estimativa da Safra de Soja 2018/19. Para esta safra, área semeada de soja deve ser de 9,62 milhões de hectares, aumento de 155 mil hectares em relação à safra anterior. A produtividade média no estado deve ser de 56,23 sacas por hectare, recuo de 1,83% em relação à safra anterior. A produção nesta safra deve totalizar 32,45 milhões de toneladas, pouco abaixo da safra 2017/18.

O plantio de soja no Paraná avançou a 38,39%, pouco adiantado em relação às safras anteriores, segundo a SEAB/Deral. Até o momento, 100% das lavouras se encontram em boas condições.

O plantio de milho 1a safra no Paraná atingiu 79,26%, praticamente em linha com o ano anterior. As lavouras se encontram 100% em boas condições, com 84% no estadio de desenvolvimento vegetativo.

A colheita de trigo no Paraná atingiu 61,41%, praticamente recuperando o atraso inicial da colheita. Das lavouras a serem colhidas, 63% estão em boas condições, outros 22% estão em condições médias e 15% estão em condições ruins.

O dólar opera em alta frente a outras moedas com os títulos do governo dos EUA de 10 anos no maior nível em 7 anos após dados econômicos reforçarem as altas dos juros nos EUA.

No Brasil, a moeda abriu com leve alta realizando as baixas recentes. Ontem a moeda recuou 2,31%, a R$3,7658, no menor patamar em 2 meses com o mercado eufórico após Jair Bolsonaro (PSL) conquistar pouco mais de 46% dos votos válidos na eleição presidencial, equivalente a mais de 49,27 milhões de votos, e assim ficar muito próximo da vitória no segundo turno. Bolsonaro disputa o segundo turno com Fernando Haddad (PT), que conquistou quase 30% dos votos válidos, ou 31,34 milhões de votos. Ciro Gomes (PDT) ficou com 12,47%, Geraldo Alckmin (PSDB) 4,76%, João Amoêdo (Novo) 2,5%, Cabo Daciolo (Patriota) 1,26%, Henrique Meirelles (MDB) 1,20% e Marina Silva (Rede) teve 1%. Segundo a consultoria política Eurasia, a chance de vitória de Bolsonaro é de 75%. O Banco Central segue com a rolagem dos contratos de swap cambial tradicional com vencimento em novembro, com a oferta de até 7.700 contratos no dia de hoje, equivalente a US$385 milhões. Em novembro vencem US$8,027 bilhões em swap cambial tradicional.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu as projeções do crescimento global deste ano para 3,7%, de 3,9% da publicação de julho, avaliando que o ritmo da demanda agregada no mundo avança de forma desigual em diversos países. Para 2019, a previsão de crescimento do PIB global também caiu de 3,9% para 3,7%, principalmente pelos efeitos da guerra comercial entre os EUA e China. Para o Brasil, o FMI reduziu as previsões para o crescimento do PIB para 2018 e 2019, para 1,4% e 2,4%, respectivamente. Segundo o FMI, a greve dos caminhoneiros e fatores externos impactam no crescimento da economia. O crescimento do PIB para este ano teve redução de 0,9 ponto percentual em relação à publicação de abril. Para a economia dos EUA, a projeção de crescimento é de 2,9% neste ano e desacelerar para crescimento de 2,5% no próximo por conta das disputas comerciais. Assim como para os EUA, o PIB da China deve ser impactado pelas disputas comerciais, com projeção de crescimento de 6,6% neste ano e 6,2% em 2019.

O FMI projeta que a economia da Venezuela recuará 18% em 2018 e 5% em 2019, após recuo de 14% em 2017. A inflação no país deve chegar 1.350.000% em 2018 e 10.000.000% em 2019.

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 1,272 bilhão na primeira semana de outubro de 2018, resultado de exportações no valor de US$ 5,011 bilhões e importações de US$ 3,739 bilhões. No ano, as exportações somam US$ 184,670 bilhões e as importações, US$ 139,084 bilhões, com saldo positivo de US$ 45,586 bilhões.

Na primeira semana de outubro, as exportações de soja do Brasil foram de 1,92 milhão de toneladas, contra 4,61 milhões de setembro e 2,49 milhões de toneladas de todo o mês de outubro de 2017. As exportações de milho somaram 1,04 milhão de toneladas, contra 3,42 milhões de setembro e 5,03 milhões de outubro de 2017.

As bolsas mundiais operam majoritariamente em baixa com os títulos do governo dos EUA nos maiores níveis em 7 anos.

Os futuros do petróleo voltam a operar em alta após a correção dos últimos dias. O mercado volta a focar nas sansões que os EUA irão impor sobre o Irã no início de novembro.

CLIMA

No Brasil, tempo chuvoso no Centro-Sul hoje.

Previsão de Precipitação Brasil, 24 horas, em milímetros.

Na Argentina, chuvas no extremo norte do país hoje.

Previsão de Precipitação Argentina, 24 horas, em milímetros.

Nos EUA, o tempo segue chuvoso no Meio-Oeste.

Previsão de Precipitação EUA, 24 horas, em polegadas.

PRÊMIOS

Esse é apenas um resumo de várias informações que recebemos, oferecemos oportunidades estratégicas particulares a cada necessidade de empresas ou operadores de mercado. Fiquem à vontade para requisitar opiniões estratégicas em posições ou mesmo sobre o processo de abertura de contas em Chicago.

Negociar futuros e opções envolve riscos substanciais e não é adequado para todos os investidores. O desempenho passado não é indicativo de resultados futuros. A Tradincom não distribui relatórios de pesquisa, empregam analistas, ou mantêm um departamento de pesquisa, tal como definido no Regulamento da Comissão de Negociação de Futuros de Commodities (CFTC) 1.71, e portanto, este material não deve ser interpretado como uma solicitação para entrar em uma transação de derivativos.

Esse material é somente como base de informações e deve ser considerado como um comentário de mercado, meramente uma observação do cenário econômico, politico e de notícias atuais e históricas. Não há nenhuma intenção de solicitação de compra ou venda de ativos de commodities, mas somente uma visão geral de possíveis estratégias de mercado. Não sendo responsável por qualquer resultado de decisões de trading, mas sendo apenas mais uma fonte de informações para aqueles que acreditam na fonte de informações.

Compartilhe nas redes sociais

Seja o primeiro à comentar.

Enviar comentário